obviousUm olhar mais demorado...2017-03-30T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2comunicar-se é viajar, mesmo sem sair do lugarPaula Peregrinahttp://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/autor/2017-03-30T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/03/comunicar-se-e-viajar-mesmo-sem-sair-do-lugar.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/03/comunicar-se-e-viajar-mesmo-sem-sair-do-lugar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/03/comunicar-se-e-viajar-mesmo-sem-sair-do-lugar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Se não me mexo, se não viajo, tenho como todo mundo minhas viagens no mesmo lugar, que não posso medir senão com minhas emoções (...)" - Deleuze <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/03/comunicar-se-e-viajar-mesmo-sem-sair-do-lugar.html">Ler o artigo completo</a><br> um futuro magnificamente imperfeitoJulius Césarhttp://obviousmag.org/em_uma_grande_cidade/autor/2017-03-30T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/em_uma_grande_cidade/2017/03/um-futuro-magnificamente-imperfeito.html <a href="http://obviousmag.org/em_uma_grande_cidade/2017/03/um-futuro-magnificamente-imperfeito.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/em_uma_grande_cidade/2017/03/um-futuro-magnificamente-imperfeito.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em Blade Runner o futuro de 2019 é sujo, barulhento e multicultural. Obra é considerada uma referência da ficção cientifica. Título que lhe foi negado na época do lançamento nos anos 80 <br><br><a href="http://obviousmag.org/em_uma_grande_cidade/2017/03/um-futuro-magnificamente-imperfeito.html">Ler o artigo completo</a><br> the beguiled 2016-a sofia que amamos Naílle Conceiçãohttp://obviousmag.org/eulirico/autor/2017-03-30T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/eulirico/2017/the-beguiled-2016-a-sofia-que-amamos.html <a href="http://obviousmag.org/eulirico/2017/the-beguiled-2016-a-sofia-que-amamos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/eulirico/2017/the-beguiled-2016-a-sofia-que-amamos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> What have you done to me?You vengeful bitches! <br><br><a href="http://obviousmag.org/eulirico/2017/the-beguiled-2016-a-sofia-que-amamos.html">Ler o artigo completo</a><br> mulheres: o falacioso conto da princesa e o sapoTainara Gomeshttp://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/autor/2017-03-30T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/mulheres-o-conto-da-princesa-e-o-sapo.html <a href="http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/mulheres-o-conto-da-princesa-e-o-sapo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/mulheres-o-conto-da-princesa-e-o-sapo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nessa brincadeira toda de faz de conta, perdemos nossa vitalidade, sonhos e até a saúde mental, nos sacrificamos. Já os sapos não, vai ser beijado por muitas princesas, porque descobriram um mecanismo interessante, eles impedem a própria transformação, em virtude de serem eternamente beijados, além de fugirem das responsabilidades de príncipes, a maioria concorda, é mais divertido brincar em poças de lama. Em resumo, o conto transforma-se em um eterno déjà vu. Mas veja só, como isso é angustiante né? <br><br><a href="http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/mulheres-o-conto-da-princesa-e-o-sapo.html">Ler o artigo completo</a><br> ode ao amorEllen Pederçanehttp://obviousmag.org/brincando_com_letras/autor/2017-03-30T01:19:00-07:00http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/ode-ao-amor.html <a href="http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/ode-ao-amor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/ode-ao-amor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> pra poder viver o amor tem primeiro que se amar se for de verdade há de prosperar (Ventos de Netuno - 5 a seco) <br><br><a href="http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/ode-ao-amor.html">Ler o artigo completo</a><br> o discípulo da madrugadaKaroline de Carvalhohttp://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/autor/2017-03-30T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/o.html <a href="http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/o.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/o.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um livro sobre amizade e fé do Padre Fábio de Melo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/o.html">Ler o artigo completo</a><br> o formalismo russoRenan Binihttp://obviousmag.org/egregora_e_alteridade/autor/2017-03-29T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/egregora_e_alteridade/2017/o-formalismo-russo.html <a href="http://obviousmag.org/egregora_e_alteridade/2017/o-formalismo-russo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/egregora_e_alteridade/2017/o-formalismo-russo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Formalismo Russo clássico concentra-se no produto final que a literatura pode produzir: “a própria obra” <br><br><a href="http://obviousmag.org/egregora_e_alteridade/2017/o-formalismo-russo.html">Ler o artigo completo</a><br> me desculpe, mas você não sabe o que é amarElaine Castanheirahttp://obviousmag.org/afluente_de_letras/autor/2017-03-29T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/afluente_de_letras/2017/me-desculpe-mas-voce-nao-sabe-o-que-e-amar.html <a href="http://obviousmag.org/afluente_de_letras/2017/me-desculpe-mas-voce-nao-sabe-o-que-e-amar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/afluente_de_letras/2017/me-desculpe-mas-voce-nao-sabe-o-que-e-amar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ele é sim maravilhoso, move montanhas e colore o mundo. Mas ele também desperta aquela torcida de nariz de alguns, a lágrima de muitos e o medo de tantos. Esse sentimento pintado de vermelho e mais idealizado do que a casa própria, mais perseguido do que os quarenta ladrões, que parece surgir e desaparecer no instante de um cochilo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/afluente_de_letras/2017/me-desculpe-mas-voce-nao-sabe-o-que-e-amar.html">Ler o artigo completo</a><br> é covardia usar o poder para diminuir o outroMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-03-29T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/e-covardia-usar-o-poder-para-diminuir-o-outro.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/e-covardia-usar-o-poder-para-diminuir-o-outro.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/e-covardia-usar-o-poder-para-diminuir-o-outro.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Patroas que destratam faxineiras, chefes que gritam com os subordinados, políticos que desrespeitam o cidadão comum, são inúmeros os exemplos de pessoas que se sentem acima do bem e do mal simplesmente porque subiram um mísero degrau social. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/e-covardia-usar-o-poder-para-diminuir-o-outro.html">Ler o artigo completo</a><br> viajar nem sempre é a respostaLucas Rochahttp://obviousmag.org/pari_passu/autor/2017-03-29T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/pari_passu/2017/viajar-nem-sempre-e-a-resposta.html <a href="http://obviousmag.org/pari_passu/2017/viajar-nem-sempre-e-a-resposta.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pari_passu/2017/viajar-nem-sempre-e-a-resposta.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Pode ser que a procura pela "selfie perfeita" te instigue. Pode ser uma genuína vontade de trilhar o mundo e "sugar o tutano da vida", como diria Thoreau. Pode ser um pouco dos dois, como podem ser muitas outras coisas. Em todo caso, apenas viajar não é a resposta! <br><br><a href="http://obviousmag.org/pari_passu/2017/viajar-nem-sempre-e-a-resposta.html">Ler o artigo completo</a><br> o matador de dragões na emergência para queimadosLucas B. Friedmannhttp://obviousmag.org/equilibrio_distante/autor/2017-03-29T01:19:00-07:00http://obviousmag.org/equilibrio_distante/2017/o-matador-de-dragoes-na-emergencia-para-queimados.html <a href="http://obviousmag.org/equilibrio_distante/2017/o-matador-de-dragoes-na-emergencia-para-queimados.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/equilibrio_distante/2017/o-matador-de-dragoes-na-emergencia-para-queimados.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Aqueles últimos dias haviam sido particularmente difíceis. A sexta à noite trouxera um desses eventos climatológicos que fazem os especialistas discutirem por uma denominação mais adequada. Esse 'tornado' ou seja-lá-o-que-for devastou completamente a cidade. Um rapaz chamado Marco encontrou forças para liderar uma primeira reação ao desastre. <br><br><a href="http://obviousmag.org/equilibrio_distante/2017/o-matador-de-dragoes-na-emergencia-para-queimados.html">Ler o artigo completo</a><br> dissecando a alma femininaSoraya Rodrigues de Aragãohttp://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/autor/2017-03-29T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2017/03/dissecando-a-alma-feminina.html <a href="http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2017/03/dissecando-a-alma-feminina.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2017/03/dissecando-a-alma-feminina.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Mulher… O mistério da vida é a essência feminina, é o poder da (re)criação. O que seria a expressão do ser feminino em sua completude, em sua integridade? Impossível decifrar, dissecar, interpretar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2017/03/dissecando-a-alma-feminina.html">Ler o artigo completo</a><br> o amor não é uma pessoa: considerações sobre amor e liberdade em duas canções de raul seixasVanessa Trincheirahttp://obviousmag.org/borboletras/autor/2017-03-28T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/borboletras/2017/o-amor-nao-e-uma-pessoa-consideracoes-sobre-amor-e-liberdade-em-duas-cancoes-de-raul-seixas.html <a href="http://obviousmag.org/borboletras/2017/o-amor-nao-e-uma-pessoa-consideracoes-sobre-amor-e-liberdade-em-duas-cancoes-de-raul-seixas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/borboletras/2017/o-amor-nao-e-uma-pessoa-consideracoes-sobre-amor-e-liberdade-em-duas-cancoes-de-raul-seixas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Esse texto pretende provocar reflexões no sentido do conceito de amor, que apesar de todo esforço revolucionário das ideias de Raul Seixas, sobretudo em duas de suas letras, pouco tem progredido no sentido libertário. <br><br><a href="http://obviousmag.org/borboletras/2017/o-amor-nao-e-uma-pessoa-consideracoes-sobre-amor-e-liberdade-em-duas-cancoes-de-raul-seixas.html">Ler o artigo completo</a><br> os 10 personagens mais incríveis das séries do século xxiRyano Mackhttp://obviousmag.org/pensando_palavras_pulsantes/autor/2017-03-28T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_palavras_pulsantes/2017/os-10-personagens-mais-incriveis-das-series-do-seculo-xxi.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_palavras_pulsantes/2017/os-10-personagens-mais-incriveis-das-series-do-seculo-xxi.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_palavras_pulsantes/2017/os-10-personagens-mais-incriveis-das-series-do-seculo-xxi.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Alguns personagens de séries são extremamente cativantes, seja pela sua trajetória, singularidade ou qualquer outro aspecto. Essa lista relaciona 10 personagens incríveis do universo das séries! <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_palavras_pulsantes/2017/os-10-personagens-mais-incriveis-das-series-do-seculo-xxi.html">Ler o artigo completo</a><br> não se sinta responsável pelo que o outro entendeMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-03-28T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-se-sinta-responsavel-pelo-que-o-outro-entende.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-se-sinta-responsavel-pelo-que-o-outro-entende.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-se-sinta-responsavel-pelo-que-o-outro-entende.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Assuma o que você diz, mas não se sinta responsável pelo que o outro entende." (Marcel Camargo) <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-se-sinta-responsavel-pelo-que-o-outro-entende.html">Ler o artigo completo</a><br> um livro é uma arma carregada na casa vizinhaJHONS CASSIMIROhttp://lounge.obviousmag.org/above_all/autor/2017-03-28T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/03/um-livro-e-uma-arma-carregada-na-casa-vizinha.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/03/um-livro-e-uma-arma-carregada-na-casa-vizinha.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/03/um-livro-e-uma-arma-carregada-na-casa-vizinha.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Você tem duas opções: ler ou queimar. O que você faria? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/03/um-livro-e-uma-arma-carregada-na-casa-vizinha.html">Ler o artigo completo</a><br> um cristianismo para ateusWilliam Felipe Zacariashttp://obviousmag.org/repensar/autor/2017-03-28T01:19:00-07:00http://obviousmag.org/repensar/2017/um-cristianismo-para-ateus.html <a href="http://obviousmag.org/repensar/2017/um-cristianismo-para-ateus.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/repensar/2017/um-cristianismo-para-ateus.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nietzsche decretou a morte de Deus. Sobre isto, estamos carecas de saber. Entretanto, como o cristianismo pode sobreviver em uma sociedade pós-metafísica? Qual é, afinal de contas, a relevância de Cristo para a pós-modernidade? É possível sua permanência? Ou precisa ser deletado? A proposta de Gianni Vattimo é surpreendente. <br><br><a href="http://obviousmag.org/repensar/2017/um-cristianismo-para-ateus.html">Ler o artigo completo</a><br> está permitido gostar de porcariaTico Menezeshttp://obviousmag.org/contemporassico/autor/2017-03-28T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/contemporassico/2017/esta-permitido-gostar-de-porcaria.html <a href="http://obviousmag.org/contemporassico/2017/esta-permitido-gostar-de-porcaria.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/contemporassico/2017/esta-permitido-gostar-de-porcaria.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A linha tênue entre o guilty pleasure e o complexo de inferioridade. <br><br><a href="http://obviousmag.org/contemporassico/2017/esta-permitido-gostar-de-porcaria.html">Ler o artigo completo</a><br> a cidade do sol: quando duas mulheres retiram coragem da profundidade do sofrimentoKananda Magalhães Santoshttp://obviousmag.org/palavratela/autor/2017-03-27T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/palavratela/2017/a-cidade-do-sol-quando-duas-mulheres-retiram-coragem-da-profundidade-do-sofrimento.html <a href="http://obviousmag.org/palavratela/2017/a-cidade-do-sol-quando-duas-mulheres-retiram-coragem-da-profundidade-do-sofrimento.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/palavratela/2017/a-cidade-do-sol-quando-duas-mulheres-retiram-coragem-da-profundidade-do-sofrimento.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Ergueu então a ferramenta o mais alto que pôde, tanto que ela chegou a esbarrar em suas costas. Virou-a, para que a ponta ficasse na vertical, e, ao fazer isso, percebeu que, pela primeira vez, era ela quem estava decidindo o rumo da própria vida”. A Cidade do Sol é um livro que nos mostra, de forma absurdamente real, como duas mulheres, vítimas dos maiores sofrimentos, são capazes de ser fortes e de sobreviver, a pesar do que o sistema dita. Uma leitura que sempre carregarei para a vida. <br><br><a href="http://obviousmag.org/palavratela/2017/a-cidade-do-sol-quando-duas-mulheres-retiram-coragem-da-profundidade-do-sofrimento.html">Ler o artigo completo</a><br> mantendo a tradição de jack, o estripadorRoberto Bíscarohttp://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/autor/2017-03-27T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/mantendo-a-tradicao-de-jack-o-estripador.html <a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/mantendo-a-tradicao-de-jack-o-estripador.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/mantendo-a-tradicao-de-jack-o-estripador.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ainda capitalizando na fama/infâmia de Jack, o Estripador, a série britânica Whitechapel traz casos policiais tão amalucados que é muito difícil não viciar e ver de maratona. <br><br><a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/mantendo-a-tradicao-de-jack-o-estripador.html">Ler o artigo completo</a><br> nem sempre quem volta encontra o que tinha deixado para trásMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-03-27T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nem-sempre-quem-volta-encontra-o-que-tinha-deixado-para-tras.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nem-sempre-quem-volta-encontra-o-que-tinha-deixado-para-tras.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nem-sempre-quem-volta-encontra-o-que-tinha-deixado-para-tras.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Como dizem, a fila anda, e anda tanto para quem vai lá na frente, quanto para quem está no final dela. Podemos ir, sim, mas, quando voltarmos, possivelmente nada mais será como antes. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nem-sempre-quem-volta-encontra-o-que-tinha-deixado-para-tras.html">Ler o artigo completo</a><br> por trás de jackieNaílle Conceiçãohttp://obviousmag.org/eulirico/autor/2017-03-27T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/eulirico/2017/por-tras-de-jackie.html <a href="http://obviousmag.org/eulirico/2017/por-tras-de-jackie.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/eulirico/2017/por-tras-de-jackie.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Preservar a memória dele.Preservar seu legado.Cuidar de seus filhos e lhes garantir um futuro.Garantir seu próprio futuro e acima de tudo continuar de pé. <br><br><a href="http://obviousmag.org/eulirico/2017/por-tras-de-jackie.html">Ler o artigo completo</a><br> não acredito em bruxas, mas que existimos, existimos!Bruna Richterhttp://obviousmag.org/rascunhando/autor/2017-03-27T01:19:00-07:00http://obviousmag.org/rascunhando/2017/nao-acredito-em-bruxas-mas-que-existimos-existimos.html <a href="http://obviousmag.org/rascunhando/2017/nao-acredito-em-bruxas-mas-que-existimos-existimos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/rascunhando/2017/nao-acredito-em-bruxas-mas-que-existimos-existimos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Não gosto da vida em banho-maria, Gosto de fogo, pimenta, alho, ervas. Por um triz não sou uma bruxa!" (Martha Medeiros) <br><br><a href="http://obviousmag.org/rascunhando/2017/nao-acredito-em-bruxas-mas-que-existimos-existimos.html">Ler o artigo completo</a><br> pessoas fúteis são chatas, mas as indecisas são muito pioresPamela Camocardihttp://obviousmag.org/conversa_literaria/autor/2017-03-27T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/pessoas-futeis-sao-chatas-mas-as-indecisas-sao-muito-piores.html <a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/pessoas-futeis-sao-chatas-mas-as-indecisas-sao-muito-piores.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/pessoas-futeis-sao-chatas-mas-as-indecisas-sao-muito-piores.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Você que sabe” não é resposta, pedir “um tempo” não é um direito e dizer um “e aí sumida?”, não te dá livre acesso para voltar. Essas são algumas das atitudes dos indecisos que, além de precisarem da aprovação dos outros para tomarem decisões, brincam com o sentimento alheio como quem joga Xbox. <br><br><a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/pessoas-futeis-sao-chatas-mas-as-indecisas-sao-muito-piores.html">Ler o artigo completo</a><br> a nossa loucura em o alienista, de machado de assisJéferson Alveshttp://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/autor/2017-03-26T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/a-nossa-loucura-em-o-alienista-de-machado-de-assis.html <a href="http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/a-nossa-loucura-em-o-alienista-de-machado-de-assis.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/a-nossa-loucura-em-o-alienista-de-machado-de-assis.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A loucura é um tema que atravessa nosso cotidiano, seja em conhecidos indivíduos, seja em costumes de pessoas próximas – mas sempre como um julgamento. Em O Alienista, Machado de Assis volta a essa tão deliciosa discussão: o que é loucura e quem são os loucos? Talvez sejamos nós mesmos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/a-nossa-loucura-em-o-alienista-de-machado-de-assis.html">Ler o artigo completo</a><br> eu queria levar você para além dos caminhos: o disco do tênis, de lô borges, ao vivoRafael Senrahttp://obviousmag.org/serestar/autor/2017-03-26T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/serestar/2017/eu-queria-levar-voce-para-alem-dos-caminhos-o-disco-do-tenis-de-lo-borges-ao-vivo.html <a href="http://obviousmag.org/serestar/2017/eu-queria-levar-voce-para-alem-dos-caminhos-o-disco-do-tenis-de-lo-borges-ao-vivo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/serestar/2017/eu-queria-levar-voce-para-alem-dos-caminhos-o-disco-do-tenis-de-lo-borges-ao-vivo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ontem, Lô Borges tocou seu Disco do Tênis na íntegra aqui em Juiz de Fora. Gosto muito desses shows que tocam discos inteiros, por seu caráter ritualístico, que depõem contra essa fragmentação pós-moderna, e possibilitam uma visão panorâmica do projeto estético de determinado artista. Discos tocados na íntegra ao vivo parecem tratar a música popular da maneira que ela merece. Só diz que pop é descartável quem nunca ouviu <br><br><a href="http://obviousmag.org/serestar/2017/eu-queria-levar-voce-para-alem-dos-caminhos-o-disco-do-tenis-de-lo-borges-ao-vivo.html">Ler o artigo completo</a><br> um divã para dois: enquanto o amor durarFernanda Villas Boashttp://obviousmag.org/imagens_e_palavras/autor/2017-03-26T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/03/enquanto-o-amor-durar.html <a href="http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/03/enquanto-o-amor-durar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/03/enquanto-o-amor-durar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em Um Divã para Dois, o diretor David Frankel mostra a rotina e a solidão do casal de terceira idade, Kay (Meryl Streep) e Arnold Soames (Tommy Lee Jones) casados há 30 anos. Já não suportando a vida, Kay agenda um terapeuta de casais, Dr, Feld, com o qual tentam reavivar o sexo e o desejo entre ambos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/03/enquanto-o-amor-durar.html">Ler o artigo completo</a><br> a luta feminina que nunca acabaClarice Leãohttp://obviousmag.org/espaco_das_letras/autor/2017-03-26T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/03/a-luta-feminina-que-nunca-acaba.html <a href="http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/03/a-luta-feminina-que-nunca-acaba.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/03/a-luta-feminina-que-nunca-acaba.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A Desigualdade de Gênero não nasceu no século XXI. Beauvoir, Curie, Margareth Tatcher, Olympe de Gauges... Podemos dizer que as evoluções referentes a equidade entre eles e elas sempre caminhou a passos lentos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/03/a-luta-feminina-que-nunca-acaba.html">Ler o artigo completo</a><br> a mega-sena e o gênio da lâmpadaLeandro Dupré Cardosohttp://lounge.obviousmag.org/questionando_historias/autor/2017-03-26T01:19:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/questionando_historias/2017/03/a-mega-sena-e-o-genio-da-lampada-1.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/questionando_historias/2017/03/a-mega-sena-e-o-genio-da-lampada-1.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/questionando_historias/2017/03/a-mega-sena-e-o-genio-da-lampada-1.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar! Não tem música melhor para se fazer uma fezinha. Pois se até o Aladdin achou do nada uma lâmpada mágica por que é que eu também não posso simplesmente ganhar na Mega-sena? Os sheiks árabes que me esperem, vão só comer grãos de areia de deserto atrás das minhas aladas sandálias de ouro. Quer dizer, isto se sobrar alguma coisa depois de eu comprar todos os oásis que estou imaginando... <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/questionando_historias/2017/03/a-mega-sena-e-o-genio-da-lampada-1.html">Ler o artigo completo</a><br> teatro cego: não ver para entenderVanessa Guimarãeshttp://obviousmag.org/cult_e_cia/vanessaguimaraes2017-03-26T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/cult_e_cia/2017/03/teatro-cego-nao-ver-para-entender.html <a href="http://obviousmag.org/cult_e_cia/2017/03/teatro-cego-nao-ver-para-entender.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cult_e_cia/2017/03/teatro-cego-nao-ver-para-entender.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Você já foi a um teatro totalmente no escuro, onde os únicos sentidos que podia usar eram a audição, o olfato e o tato? A proposta do teatro é fazer o público praticar a empatia e se colocar no lugar de uma pessoa que não possui a visão. Você enxerga tudo, mas através da sua imaginação e sua intuição. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cult_e_cia/2017/03/teatro-cego-nao-ver-para-entender.html">Ler o artigo completo</a><br> a dor e a música: agentes transformadores na vida de cat stevensProfeta do Arautohttp://obviousmag.org/ministerio_das_letras/autor/2017-03-25T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/cat-stevens-foi-a-poeira-ao-vento-da-musica-mundial.html <a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/cat-stevens-foi-a-poeira-ao-vento-da-musica-mundial.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/cat-stevens-foi-a-poeira-ao-vento-da-musica-mundial.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A cidade do Rio de Janeiro já teve bons e nostálgicos motivos para ser condecorada com o título de "cidade maravilhosa"; e nos anos 70, teve o privilégio de receber sob seus domínios o violão do cantor, compositor, arranjador e músico completo, Cat Stevens. Contudo, o fluminense, o carioca e o brasileiro podem perguntar: "quem é Cat Stevens; algum invasor vindo de outra galáxia, usando alpercatas, tarbush e solidéu, fingindo ser fiel seguidor dos mandamentos de Maomé e núncio da paz? Tenho dúvidas se esse terráqueo andou por aqui." <br><br><a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/cat-stevens-foi-a-poeira-ao-vento-da-musica-mundial.html">Ler o artigo completo</a><br> ressaca emocional: o que é como lidar com essa sensação que você tem sempreSuperelahttp://obviousmag.org/superela/autor/2017-03-25T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/superela/2017/ressaca-emocional-o-que-e-como-lidar-com-essa-sensacao-que-voce-tem-sempre.html <a href="http://obviousmag.org/superela/2017/ressaca-emocional-o-que-e-como-lidar-com-essa-sensacao-que-voce-tem-sempre.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/superela/2017/ressaca-emocional-o-que-e-como-lidar-com-essa-sensacao-que-voce-tem-sempre.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Já passou por alguma situação que exigiu muito da sua cabeça e te deixou cansada? Conheça a ressaca emocional: que liga memórias a sensações. <br><br><a href="http://obviousmag.org/superela/2017/ressaca-emocional-o-que-e-como-lidar-com-essa-sensacao-que-voce-tem-sempre.html">Ler o artigo completo</a><br> quando vamos parar de responsabilizar a criação de expectativas e falar sobre responsabilidade afetiva?Tainara Gomeshttp://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/autor/2017-03-25T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/quando-vamos-parar-de-responsabilizar-a-criacao-de-expectativas-e-falar-sobre-responsabilidade-afeti.html <a href="http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/quando-vamos-parar-de-responsabilizar-a-criacao-de-expectativas-e-falar-sobre-responsabilidade-afeti.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/quando-vamos-parar-de-responsabilizar-a-criacao-de-expectativas-e-falar-sobre-responsabilidade-afeti.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Chegou a hora de devolvermos a vitalidade das relações humanas, abolir a falta de expectativas e passar a cobrar amores intensos, responsabilidade dos nossos parceiros e um verdadeiro comprometimento na relação. Amar não é pecado, demonstrá-lo menos ainda, ele não deve ser encarcerado por esse mundo cada dia mais narcisista. Se até o homem de lata quis um coração para ser capaz de demonstrar suas emoções, porque nós que o temos vamos desperdiçá-lo? Precisamos de mais amor e menos fingimento! <br><br><a href="http://obviousmag.org/equilibrandose_nas_nuvens/2017/quando-vamos-parar-de-responsabilizar-a-criacao-de-expectativas-e-falar-sobre-responsabilidade-afeti.html">Ler o artigo completo</a><br> o grande sucesso e, afinal, o que é sucesso?Ana Lúcia Goslinghttp://obviousmag.org/puro_achismo/autor/2017-03-25T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/puro_achismo/2017/o-grande-sucesso-e-afinal-o-que-e-sucesso.html <a href="http://obviousmag.org/puro_achismo/2017/o-grande-sucesso-e-afinal-o-que-e-sucesso.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/puro_achismo/2017/o-grande-sucesso-e-afinal-o-que-e-sucesso.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sobre "O Grande Sucesso", montagem no Rio de Janeiro/Brasil, em março de 2017. Elenco: Alexandre Nero, Fabio Cardoso, Fernanda Fuchs, Eliezer Vander Brock, Marco Bravo, Carol Panesi, Rafael Camargo, Edith de Camargo. Texto e direção: Diego Fortes. Direção musical: Gilson Fukushima <br><br><a href="http://obviousmag.org/puro_achismo/2017/o-grande-sucesso-e-afinal-o-que-e-sucesso.html">Ler o artigo completo</a><br> o que você faz fala tão alto, que não consigo escutar o que você dizCarolina Vila Novahttp://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/autor/2017-03-25T01:19:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/o-que-voce-faz-fala-tao-alto-que-nao-consigo-escutar-o-que-voce-diz.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/o-que-voce-faz-fala-tao-alto-que-nao-consigo-escutar-o-que-voce-diz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/o-que-voce-faz-fala-tao-alto-que-nao-consigo-escutar-o-que-voce-diz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O silêncio com uma atitude pode ser mil vezes mais “alto” do que o discurso de alguém que nada faz. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/o-que-voce-faz-fala-tao-alto-que-nao-consigo-escutar-o-que-voce-diz.html">Ler o artigo completo</a><br> alquimia - fé e sabedoriaLeticia Francohttp://obviousmag.org/cha_e_prosa/autor/2017-03-25T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/cha_e_prosa/2017/alquim.html <a href="http://obviousmag.org/cha_e_prosa/2017/alquim.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cha_e_prosa/2017/alquim.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A alquimia é uma prática que proporciona a ligação profunda entre a natureza e o homem, através do conhecimento teórico e prático das relações materiais, mentais e espirituais. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cha_e_prosa/2017/alquim.html">Ler o artigo completo</a><br> julia x kay: maridos importamAlícia Madridhttp://lounge.obviousmag.org/agora/autor/2017-03-24T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/agora/2017/03/julia-x-kay-maridos-importam.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/agora/2017/03/julia-x-kay-maridos-importam.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/agora/2017/03/julia-x-kay-maridos-importam.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Meryl Streep é a atriz que dá vida a duas personagens aparentemente tão opostas entre si: Julia - escritora e chef responsável por popularizar a culinária francesa na América, e Kay - esposa bela, recatada e do lar. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/agora/2017/03/julia-x-kay-maridos-importam.html">Ler o artigo completo</a><br> a inteligência é afrodisíacaMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-03-24T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-inteligencia-e-afrodisiaca.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-inteligencia-e-afrodisiaca.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-inteligencia-e-afrodisiaca.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A inteligência é um atributo inerente, que não envelhece, como se fosse algo que vem junto com a pessoa e ali ficará para sempre. É algo líquido e certo, pois transmite segurança, proteção e, portanto, atrai, acende a nossa libido. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-inteligencia-e-afrodisiaca.html">Ler o artigo completo</a><br> é pau; é pedra; é o início do hard rock; é ácido chamado jeronimoProfeta do Arautohttp://obviousmag.org/ministerio_das_letras/autor/2017-03-23T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/e-pau-e-pedra-e-rock-n-roll-e-o-acido-chamado-jeronimo.html <a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/e-pau-e-pedra-e-rock-n-roll-e-o-acido-chamado-jeronimo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/e-pau-e-pedra-e-rock-n-roll-e-o-acido-chamado-jeronimo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A banda Jeronimo chegou a competir, desafiar os ícones, "pichar" os monumentos do rock, fato que fez Led Zeppelin, Black Sabbath, Deep Purple e outras, apurarem as suas musicalidades, gerando ganhos incontáveis para o engradecimento do Rock. Em química, por definição, ácido-base são reações neutralizadoras; e tanto a base quanto o ácido são consumidos, dando condição que novos produtos se formem. Já na música, o rock ácido lisérgico, ácido gástrico corrosivo das vísceras, é contrário ao ácido-base, portanto não há reações neutralizadoras; em compensação, as moléculas de carbono agregam cultura, englobam valores e desanuviam obscuridades. Perante o rock, tudo é atomicamente transparente. <br><br><a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/03/e-pau-e-pedra-e-rock-n-roll-e-o-acido-chamado-jeronimo.html">Ler o artigo completo</a><br> um dia você irá entender porque nunca deu certo com ninguémPamela Camocardihttp://obviousmag.org/conversa_literaria/autor/2017-03-23T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/um-dia-voce-ira-entender-porque-nunca-deu-certo-com-ninguem.html <a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/um-dia-voce-ira-entender-porque-nunca-deu-certo-com-ninguem.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/um-dia-voce-ira-entender-porque-nunca-deu-certo-com-ninguem.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Eu sei o quanto doeu ser rejeitada, ver as mensagens visualizadas e não respondidas e ler “fulano está em um relacionamento sério” uma semana depois de terminar com você.Mas, um dia, tudo isso fará sentido. <br><br><a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/um-dia-voce-ira-entender-porque-nunca-deu-certo-com-ninguem.html">Ler o artigo completo</a><br> ei zack snyder, bora trocar uma ideia?Rafael Morenohttp://obviousmag.org/toca_a_fita/autor/2017-03-23T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/ei-zack-snyder-bora-trocar-uma-ideia.html <a href="http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/ei-zack-snyder-bora-trocar-uma-ideia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/ei-zack-snyder-bora-trocar-uma-ideia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O visual é excelente. Os efeitos especiais, nem se discute. Porém, faltou algo, um pequeno detalhe: entender os personagens da trama. É Zack Snyder, talvez, indiretamente, meu conterrâneo José Padilha tenha feito um Batman v Superman mais plausível e próximo do cânone dos personagens com o Tropa de Elite 2: O inimigo agora é outro. Quer dar uma olhada? <br><br><a href="http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/ei-zack-snyder-bora-trocar-uma-ideia.html">Ler o artigo completo</a><br> a ética (e a falta dela) na práticaCarolina Vila Novahttp://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/autor/2017-03-23T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/a-etica-e-a-falta-dela-na-pratica.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/a-etica-e-a-falta-dela-na-pratica.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/a-etica-e-a-falta-dela-na-pratica.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Muitas pessoas parecem saber o que é certo, de nascença, mesmo sem terem aprendido na escola ou em casa com os pais. E outras, não importam o quanto exemplos venham a ter, agem errado e de acordo apenas com o que lhes convém. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/03/a-etica-e-a-falta-dela-na-pratica.html">Ler o artigo completo</a><br> o imperceptível medo das mulheres Caroline Fortunatohttp://obviousmag.org/desnudando/autor/2017-03-23T01:19:00-07:00http://obviousmag.org/desnudando/2017/o-imperceptivel-medo-das-mulheres.html <a href="http://obviousmag.org/desnudando/2017/o-imperceptivel-medo-das-mulheres.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/desnudando/2017/o-imperceptivel-medo-das-mulheres.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um receio intrínseco que talvez ainda não tenha sido flagrado. <br><br><a href="http://obviousmag.org/desnudando/2017/o-imperceptivel-medo-das-mulheres.html">Ler o artigo completo</a><br> então deckard não era um replicante?Alexandre Belucohttp://obviousmag.org/horizonte_de_eventos/autor/2017-03-23T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/horizonte_de_eventos/2017/entao-deckard-nao-era-um-replicante.html <a href="http://obviousmag.org/horizonte_de_eventos/2017/entao-deckard-nao-era-um-replicante.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/horizonte_de_eventos/2017/entao-deckard-nao-era-um-replicante.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> É anunciada uma continuação para Blade Runner, de 1982, que será lançada em outubro de 2017. Em um trailer dessa continuação o policial Rick Deckard aparece 30 anos depois dos fatos narrados no filme de Ridley Scott. Mas (ao menos na "versão do diretor") ele não era um replicante? <br><br><a href="http://obviousmag.org/horizonte_de_eventos/2017/entao-deckard-nao-era-um-replicante.html">Ler o artigo completo</a><br> a torre de babel: o poder da linguagemArtur Custodiohttp://obviousmag.org/fragmentos/autor/2017-03-22T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/fragmentos/2017/a-torre-de-babel-o-poder-da-linguagem.html <a href="http://obviousmag.org/fragmentos/2017/a-torre-de-babel-o-poder-da-linguagem.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/fragmentos/2017/a-torre-de-babel-o-poder-da-linguagem.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O episódio da Torre de Babel, relatado na Bíblia, mostra que tão ou mais forte que o dilúvio e tão poderoso, ao ponto de aterrorizar o próprio Deus, é o domínio do homem sobre a sua linguagem. <br><br><a href="http://obviousmag.org/fragmentos/2017/a-torre-de-babel-o-poder-da-linguagem.html">Ler o artigo completo</a><br> até quando precisaremos ouvir o termo homossexualismo? a grande doença social ainda é o preconceitoSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2017-03-22T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/03/ate-quando-precisaremos-ouvir-o-termo-homossexualismo.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/03/ate-quando-precisaremos-ouvir-o-termo-homossexualismo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/03/ate-quando-precisaremos-ouvir-o-termo-homossexualismo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Orientação sexual não define caráter nem equilíbrio emocional. Da mesma forma que existem heterossexuais amorosos , leais, equilibrados , existem homossexuais com as mesmas características. Da mesma forma que existem homossexuais instáveis psicologicamente, sem condições emocionais para educar um filho ou conduzir uma relação amorosa com maturidade, existem heterossexuais com as mesmas características. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/03/ate-quando-precisaremos-ouvir-o-termo-homossexualismo.html">Ler o artigo completo</a><br> está na hora de sair da sua zona de confortoVivi Beckerhttp://obviousmag.org/viviane_becker/autor/2017-03-22T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/viviane_becker/2017/esta-na-hora-de-sair-da-sua-zona-de-conforto.html <a href="http://obviousmag.org/viviane_becker/2017/esta-na-hora-de-sair-da-sua-zona-de-conforto.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/viviane_becker/2017/esta-na-hora-de-sair-da-sua-zona-de-conforto.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sair da zona de conforto é dar combustível para que seus sonhos se tornem reais. <br><br><a href="http://obviousmag.org/viviane_becker/2017/esta-na-hora-de-sair-da-sua-zona-de-conforto.html">Ler o artigo completo</a><br> moonlight - as cores da solidão sob a luz do luarGiuliarde de Abreuhttp://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/autor/2017-03-22T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/moonlight---as-cores-da-solidao-sob-a-luz-do-luar.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/moonlight---as-cores-da-solidao-sob-a-luz-do-luar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/moonlight---as-cores-da-solidao-sob-a-luz-do-luar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Vencedor do Oscar 2017 de melhor filme, "Moonlight – sob a luz do luar" é uma experiência cinematográfica das mais sofisticadas e arrebatadoras do ano, que por meio de sua lógica visual, suas cores, texturas e luminosidades, traduz com tocante coerência a complexa jornada emocional de um garoto negro e homossexual de um bairro decadente de Miami. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/moonlight---as-cores-da-solidao-sob-a-luz-do-luar.html">Ler o artigo completo</a><br> malala e o direito à educação das mulheresAna Luiza Mendeshttp://obviousmag.org/olhar_literario/autor/2017-03-22T01:19:00-07:00http://obviousmag.org/olhar_literario/2017/malala-e-o-direito-a-educacao-das-mulheres.html <a href="http://obviousmag.org/olhar_literario/2017/malala-e-o-direito-a-educacao-das-mulheres.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/olhar_literario/2017/malala-e-o-direito-a-educacao-das-mulheres.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Malala, a garota que quase perdeu a vida por defender o acesso das meninas à educação no Paquistão, tornou-se símbolo do ativismo pelos direitos humanos das mulheres e, em 2013, foi considerada uma das 100 pessoas mais importantes no mundo. Que a influência da pessoa mais jovem a ganhar um Prêmio Nobel não seja somente na teoria. <br><br><a href="http://obviousmag.org/olhar_literario/2017/malala-e-o-direito-a-educacao-das-mulheres.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre tramas, personagens e nossa capacidade de voarFernanda Mourahttp://obviousmag.org/tortografias_e_outras_traducoes/autor/2017-03-22T01:18:00-07:00http://obviousmag.org/tortografias_e_outras_traducoes/2017/03/sobre-voos.html <a href="http://obviousmag.org/tortografias_e_outras_traducoes/2017/03/sobre-voos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/tortografias_e_outras_traducoes/2017/03/sobre-voos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Poucas coisas são tão dolorosas e libertadoras quanto aquele momento em que tomamos a decisão de confiar nas próprias asas e voar. Afinal, a graça do voo está em saber deixar algo para trás, como uma raiz que se desprende do solo com a densidade do ar. Voar não é levitar. Levita quem não tem peso, não tem bagagem. Voa quem sabe espalhar as asas equilibrando o peso de uma história vivida deixando assim de sentí-lo em um só membro. O voo é o próprio peso transformado em ar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/tortografias_e_outras_traducoes/2017/03/sobre-voos.html">Ler o artigo completo</a><br>