obviousUm olhar mais demorado...2018-11-21T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2o verdadeiro sucesso é ser feliz: uma divagação em primeira pessoaSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2018-11-21T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/11/o-verdadeiro-sucesso-e-ser-feliz-uma-divagacao-em-primeira-pessoa.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/11/o-verdadeiro-sucesso-e-ser-feliz-uma-divagacao-em-primeira-pessoa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/11/o-verdadeiro-sucesso-e-ser-feliz-uma-divagacao-em-primeira-pessoa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Acho que prosperei pois me tornei a pessoa que gostaria de ser. Aprendi a respeitar os meus defeitos e a me orgulhar pelas minhas qualidades. Fiz as pazes com o meu passado e deixei de projetar o futuro. Me tornei o tipo de pessoa que eu acho que vale a pena conhecer. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/11/o-verdadeiro-sucesso-e-ser-feliz-uma-divagacao-em-primeira-pessoa.html">Ler o artigo completo</a><br> o primeiro homem, atormentado, que pisou na luaAlfredo Passoshttp://obviousmag.org/alfredo_passosbr/autor/2018-11-21T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2018/o-primeiro-homem-atormentado-que-pisou-na-lua.html <a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2018/o-primeiro-homem-atormentado-que-pisou-na-lua.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2018/o-primeiro-homem-atormentado-que-pisou-na-lua.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O filme “O primeiro homem,” protagonizado por Ryan Gosling, dirigido por Damien Chazelle e com roteiro de Josh Singer (Spotlight) apresenta um homem discreto e avesso a discussões <br><br><a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2018/o-primeiro-homem-atormentado-que-pisou-na-lua.html">Ler o artigo completo</a><br> nunca confie no barbudinho, universitário, coque samurai e diz ser de esquerdaJúlio Soareshttp://obviousmag.org/poeta_de_fim_do_mundo/autor/2018-11-20T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/poeta_de_fim_do_mundo/2018/nunca-confie-no-barbudinho-universitario-coque-samurai-e-diz-ser-de-esquerda.html <a href="http://obviousmag.org/poeta_de_fim_do_mundo/2018/nunca-confie-no-barbudinho-universitario-coque-samurai-e-diz-ser-de-esquerda.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/poeta_de_fim_do_mundo/2018/nunca-confie-no-barbudinho-universitario-coque-samurai-e-diz-ser-de-esquerda.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Uma breve análise a respeito da espécie Hominis de Isquerdis, uma nova descoberta das ciências humanas. Parece ter surgido por volta dos anos 60, no conceito Hippie mas sofreu mutações ao adentrar o Século XXI, se tornando hoje parte da elite e não mais dos suburbanos exilados. <br><br><a href="http://obviousmag.org/poeta_de_fim_do_mundo/2018/nunca-confie-no-barbudinho-universitario-coque-samurai-e-diz-ser-de-esquerda.html">Ler o artigo completo</a><br> as verdadeiras supermulheresrejane borges2018-11-20T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/sphere/2012/04/as-verdadeiras-supermulheres.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2012/04/as-verdadeiras-supermulheres.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2012/04/as-verdadeiras-supermulheres.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nos anos 70, quando Heidi ainda era uma adolescente, sua mãe teve que começar a trabalhar e, então, ela viu a verdadeira heroína que tinha dentro de casa. Na série, a fotógrafa faz uma homenagem a todas as mulheres que faziam absolutamente de tudo e ainda arranjava tempo para a vaidade e prazeres particulares. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2012/04/as-verdadeiras-supermulheres.html">Ler o artigo completo</a><br> mantenha distância de quem não torce por vocêMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-11-20T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/mantenha-distancia-de-quem-nao-torce-por-voce.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/mantenha-distancia-de-quem-nao-torce-por-voce.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/mantenha-distancia-de-quem-nao-torce-por-voce.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Afaste-se daquelas pessoas que reagem mal quando você conquista alguma coisa.” (Ester Chaves) <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/mantenha-distancia-de-quem-nao-torce-por-voce.html">Ler o artigo completo</a><br> o poeta triste do rock Ana Filipa Carvalhohttp://lounge.obviousmag.org/apagando_o_horizonte_com_uma_esponja/autor/2018-11-19T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/apagando_o_horizonte_com_uma_esponja/2012/04/o-poeta-triste-do-rock.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/apagando_o_horizonte_com_uma_esponja/2012/04/o-poeta-triste-do-rock.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/apagando_o_horizonte_com_uma_esponja/2012/04/o-poeta-triste-do-rock.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ian Curtis, vocalista dos Joy Division, foi encontrado morto em Macclesfield, numa manhã de domingo, 18 de Maio de 1980. Tinha 23 anos. Havia cometido suicídio. Ian estava no momento envolvido nas gravações de um novo álbum, um novo single, e em vésperas de embarcar na primeira tournée internacional com a banda pela América...nascia o mito. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/apagando_o_horizonte_com_uma_esponja/2012/04/o-poeta-triste-do-rock.html">Ler o artigo completo</a><br> sonhando com amélie poulainEli Boscattohttp://lounge.obviousmag.org/por_tras_do_espelho/autor/2018-11-19T00:31:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/por_tras_do_espelho/2012/04/sonhando-com-amelie-polain.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/por_tras_do_espelho/2012/04/sonhando-com-amelie-polain.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/por_tras_do_espelho/2012/04/sonhando-com-amelie-polain.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, este filme encantador produzido em 2002 mas sempre atual, fala sobre sonhos, sobre a generosidade, a alegria de viver e o encontro do amor. Um filme poético que trata os personagens e seus dramas com um humor leve. Amélie não teve uma infância exatamente feliz. Depois de adulta começou a perceber e a se interessar pelo que angustiava as outras pessoas, num exercício <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/por_tras_do_espelho/2012/04/sonhando-com-amelie-polain.html">Ler o artigo completo</a><br> fragilidade do ser humano de john brosioJoão Ricardohttp://lounge.obviousmag.org/moksha2018-11-19T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/moksha/2018/11/fragilidade-do-ser-humano-de-john-brosio.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2018/11/fragilidade-do-ser-humano-de-john-brosio.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/moksha/2018/11/fragilidade-do-ser-humano-de-john-brosio.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Criaturas gigantes tomam conta das moradias dos terráqueos, mas sem sinais de total destruição ou de uma guerra astronômica contra os humanos. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2018/11/fragilidade-do-ser-humano-de-john-brosio.html">Ler o artigo completo</a><br> o futuro imaginado no passadorejane borges2018-11-18T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/sphere/2012/04/o-futuro-imaginado-no-passado.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2012/04/o-futuro-imaginado-no-passado.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2012/04/o-futuro-imaginado-no-passado.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um costume na mídia do começo do século XX, a chamada arte retro-futurista. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2012/04/o-futuro-imaginado-no-passado.html">Ler o artigo completo</a><br> morrissey: o garoto eternamente atormentadoMargarete MShttp://lounge.obviousmag.org/esconderijo/autor/2018-11-18T00:31:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/esconderijo/2012/05/morrissey-o-garoto-eternamente-atormentado.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/esconderijo/2012/05/morrissey-o-garoto-eternamente-atormentado.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/esconderijo/2012/05/morrissey-o-garoto-eternamente-atormentado.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A prova de que o passar do tempo não esgota, simplesmente, a capacidade da música de trazer à tona e de consagrar definitivamente grandes nomes como Morrissey. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/esconderijo/2012/05/morrissey-o-garoto-eternamente-atormentado.html">Ler o artigo completo</a><br> bohemian rhapsody: o mundo pertence aos ousadosTatiane Cris Nuneshttp://obviousmag.org/deletrear/autor/2018-11-18T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/deletrear/2018/uma-ode-a-ousadia.html <a href="http://obviousmag.org/deletrear/2018/uma-ode-a-ousadia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/deletrear/2018/uma-ode-a-ousadia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O mundo pertence a quem compreende que existir não é passivo. Pelo contrário, viver exige. É preciso dar ao mundo. E não apenas esperar dele. <br><br><a href="http://obviousmag.org/deletrear/2018/uma-ode-a-ousadia.html">Ler o artigo completo</a><br> inhotim: a disneylândia das artesBruno Assumpçãohttp://lounge.obviousmag.org/olho_sobre_tela/autor/2018-11-18T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/olho_sobre_tela/2012/04/inhotim-a-disneylandia-das-artes.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/olho_sobre_tela/2012/04/inhotim-a-disneylandia-das-artes.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/olho_sobre_tela/2012/04/inhotim-a-disneylandia-das-artes.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Inhotim, localizado a uma hora de Belo Horizonte/Brasil, parece um pouco com os parques temáticos da Disney. Enorme, com estacionamento para milhares de carros, restaurantes e lanchonetes variados ao longo do "parque" e atrações espalhadas por jardins impecáveis. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/olho_sobre_tela/2012/04/inhotim-a-disneylandia-das-artes.html">Ler o artigo completo</a><br> "a vergonha" de bergmanSão Reinohttp://lounge.obviousmag.org/sao_reino/autor/2018-11-17T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/sao_reino/2012/01/a-vergonha-de-bergman.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/sao_reino/2012/01/a-vergonha-de-bergman.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/sao_reino/2012/01/a-vergonha-de-bergman.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "A Vergonha" de Bergman, mesmo na sua escala admirável, é um filme extraordinário. Trata da guerra. Com muita nudez. E como não se sabe que guerra, onde, quando, porquê, que regimes e ou exércitos se enfrentam, "A Vergonha" é um filme sobre todas as guerras. Sendo de 1968, foi por vezes visto, na altura, como um filme sobre e contra todas as guerras, oposição, à época, muito focada na <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/sao_reino/2012/01/a-vergonha-de-bergman.html">Ler o artigo completo</a><br> annemarie schwarzenbach - o poder da imagem e da palavracatarina pireshttp://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/autor/2018-11-17T00:31:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/annemarie-schwarzenbach---o-poder-da-imagem-e-da-palavra.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/annemarie-schwarzenbach---o-poder-da-imagem-e-da-palavra.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/annemarie-schwarzenbach---o-poder-da-imagem-e-da-palavra.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Annemarie Schwarzenbach, foi escritora, fotógrafa e jornalista. A sede de viagens, fez com que percorre-se o mundo retratando a sua realidade histórica e cultural e descrevendo as suas vivências. Uma mulher atraída pelo perigo e que vivia sobre o limite do risco. Uma vida difícil, um testemunho que é caracterizado pela coragem de simplesmente se ser o que se é. O poder da imagem e da palavra foi o bem mais valioso que entregou ao mundo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/annemarie-schwarzenbach---o-poder-da-imagem-e-da-palavra.html">Ler o artigo completo</a><br> transição capilar e ser mulherDébora Marxhttp://lounge.obviousmag.org/proseando/autor/2018-11-17T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/proseando/2018/11/transicao-capilar-e-ser-mulher.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/proseando/2018/11/transicao-capilar-e-ser-mulher.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/proseando/2018/11/transicao-capilar-e-ser-mulher.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Havia decidido. Eu não ia mais fugir da chuva, não ia mais me privar de um banho de mar ou de rio. Eu não ia ser mais quem me disseram para ser. Eu ia ser o meu próprio padrão. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/proseando/2018/11/transicao-capilar-e-ser-mulher.html">Ler o artigo completo</a><br> overdose de riders on the storm, do the door´sProfeta do Arautohttp://obviousmag.org/ministerio_das_letras/autor/2018-11-17T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2018/11/overdose-de-riders-on-the-storm-do-the-doors-1.html <a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2018/11/overdose-de-riders-on-the-storm-do-the-doors-1.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2018/11/overdose-de-riders-on-the-storm-do-the-doors-1.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Jim Morrison is absolutely live; ou J.M está absolutamente vivo em outras vozes que cantam e interpretam The Door´s! Representando a banda Sepultura, uma das vozes que perfaz a alquimia sonora, é de Derrick Green, com Andreas Kisser no violão. <br><br><a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2018/11/overdose-de-riders-on-the-storm-do-the-doors-1.html">Ler o artigo completo</a><br> breve história do cinema pornográfico - #1obvioushttp://obviousmag.org/2018-11-16T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_1.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_1.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_1.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> É impossível traçar um limite exacto, uma fronteira, entre o erótico e o pornográfico. Alguns admitem que o pornográfico se caracteriza pela exposição explícita dos actos sexuais ou de partes do corpo ou mesmo exposição dos genitais, enquanto que o erótico trata com mais subtileza a apresentação dos corpos. Conheça um pouco da história desde género cinematográfico (primeira parte). <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_1.html">Ler o artigo completo</a><br> breve história do cinema pornográfico - #2obvioushttp://obviousmag.org/2018-11-16T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_2.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_2.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_2.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> É impossível traçar um limite exacto, uma fronteira, entre o erótico e o pornográfico. Alguns admitem que o pornográfico se caracteriza pela exposição explícita dos actos sexuais ou de partes do corpo ou mesmo exposição dos genitais, enquanto que o erótico trata com mais subtileza a apresentação dos corpos. Conheça um pouco da história desde género cinematográfico (segunda parte). <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/04/breve_historia_do_cinema_pornografico_-_2.html">Ler o artigo completo</a><br> ame-se o bastante para seguir em frente quando for deixado para trásMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-11-16T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ame-se-o-bastante-para-seguir-em-frente-quando-for-deixado-para-tras.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ame-se-o-bastante-para-seguir-em-frente-quando-for-deixado-para-tras.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ame-se-o-bastante-para-seguir-em-frente-quando-for-deixado-para-tras.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ninguém merece ter que implorar por um simples olhar, na esperança vã de que o sentimento consiga encontrar algum resquício de reciprocidade em terrenos áridos, desérticos. Mas a gente tem que se merecer primeiro, para poder ser digno de merecimento. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ame-se-o-bastante-para-seguir-em-frente-quando-for-deixado-para-tras.html">Ler o artigo completo</a><br> house of cards: mais uma série entra para a lista de finais decepcionantesBrian Limahttp://obviousmag.org/febre_de_alem/autor/2018-11-16T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/febre_de_alem/2018/house-of-cards-mais-uma-serie-entra-para-a-lista-de-finais-decepcionantes.html <a href="http://obviousmag.org/febre_de_alem/2018/house-of-cards-mais-uma-serie-entra-para-a-lista-de-finais-decepcionantes.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/febre_de_alem/2018/house-of-cards-mais-uma-serie-entra-para-a-lista-de-finais-decepcionantes.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> House of cards (2013-2018) engordou a lista de finais decepcionantes para séries relevantes. Última temporada não lembrou em nada a força das primeiras. E ela não está sozinha. Terminar uma série parece ser mesmo o grande desafio para seus produtores e criadores. <br><br><a href="http://obviousmag.org/febre_de_alem/2018/house-of-cards-mais-uma-serie-entra-para-a-lista-de-finais-decepcionantes.html">Ler o artigo completo</a><br> crisesBruna Girardi Dalmashttp://obviousmag.org/carpinteiros_do_universo/autor/2018-11-16T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/carpinteiros_do_universo/2018/crises.html <a href="http://obviousmag.org/carpinteiros_do_universo/2018/crises.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/carpinteiros_do_universo/2018/crises.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Crises mundiais. Da economia. Dos combustíveis. Sempre temos algum tipo de tema emergente gritando nos jornais. Escancarados nas capas de revista. Estamos cercados sempre por tantos estímulos visuais que requerem a nossa atenção. Acabamos sendo forçados a estar antenados com o mundo o tempo todo. Paramos de olhar para dentro. Acabamos por esquecer da sabedoria deste olhar. Será que estamos nos dando conta de nossas próprias crises? Acabamos levando <br><br><a href="http://obviousmag.org/carpinteiros_do_universo/2018/crises.html">Ler o artigo completo</a><br> o grande livro das pernas: um guia definitivo para amar mais embaixoPriscilla santoshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/prill/2018-11-15T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/05/o_grande_livro_das_pernas_um_guia_definitivo_para.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/05/o_grande_livro_das_pernas_um_guia_definitivo_para.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/05/o_grande_livro_das_pernas_um_guia_definitivo_para.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O bonde passa cheio de pernas: / pernas brancas pretas amarelas /Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração / Porém meus olhos não perguntam nada . Em 1930, as pernas das moças tiravam Drummond do prumo, mais um pobre enlouquecido por uns pares de membros inferiores, os mesmos transformados em tabu, os mesmos exaltados em The Big Book of Legs <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/05/o_grande_livro_das_pernas_um_guia_definitivo_para.html">Ler o artigo completo</a><br> armas extraordinárias da alemanha nazi - avanços tecnológicosbenjamin mendeshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/bjr/2018-11-15T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/05/armas_extraordinarias_da_alemanha_nazi_-_avancos_t.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/05/armas_extraordinarias_da_alemanha_nazi_-_avancos_t.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/05/armas_extraordinarias_da_alemanha_nazi_-_avancos_t.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Muitas tecnologias impressionantes e novas armas foram inventadas durante a segunda grande guerra mundial, algumas das quais, chegaram mesmo a ser utilizadas. Outras porém, acabaram por ser aperfeiçoadas mais tarde e entraram ao serviço anos após o fim do conflito, pela mão de outras potências. Essas armas extraordinárias ou ''wunderwaffe'' chegaram já tarde demais ao teatro de guerra mas, e se tivessem chegado mais cedo? <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/05/armas_extraordinarias_da_alemanha_nazi_-_avancos_t.html">Ler o artigo completo</a><br> análise conspiratória - paul está mortoValdir Machadohttp://lounge.obviousmag.org/depositorio/autor/2018-11-15T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/depositorio/2012/01/analise-conspiratoria---paul-esta-morto.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/depositorio/2012/01/analise-conspiratoria---paul-esta-morto.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/depositorio/2012/01/analise-conspiratoria---paul-esta-morto.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> As várias teorias da conspiração, pelos mistérios nelas envolvidos, despertam a curiosidade no imaginário dos crédulos, mas também no de boa parte dos incrédulos, sobre assuntos que vão desde a existência de seres alienígenas até a suposta morte de Paul McCartney. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/depositorio/2012/01/analise-conspiratoria---paul-esta-morto.html">Ler o artigo completo</a><br> é possível superar o trauma do terrorismo?Roberto Bíscarohttp://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/autor/2018-11-15T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/e-possivel-superar-o-trauma-do-terrorismo.html <a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/e-possivel-superar-o-trauma-do-terrorismo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/e-possivel-superar-o-trauma-do-terrorismo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Filme aborda causas e efeitos do brutal ataque na Noruega, em 2011. <br><br><a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/e-possivel-superar-o-trauma-do-terrorismo.html">Ler o artigo completo</a><br> a índia de anoop negi: pessoas e arredoresPriscilla santoshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/prill/2018-11-14T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/07/india_de_anoop_negi.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/india_de_anoop_negi.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/07/india_de_anoop_negi.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Você tem de ver aquele lugar algum dia, tenho certeza de que ficaria maravilhada” decreta o indiano Anoop Negi. Falava da cidade-ruína de Hampi, localizada no sudoeste da Índia e que abriga templos hindus do século XIV onde esteve clicando nos últimos tempos. Repartir o encantamento que certos lugares e certas pessoas lhe exercem parece algo inevitável para esse negociador da bolsa de valores que encontra na fotografia sua maior paixão. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/india_de_anoop_negi.html">Ler o artigo completo</a><br> pinturas, almas urbanas solitárias e tempo: a ultrarealidade de max fergusonPriscilla santoshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/prill/2018-11-14T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/06/pinturas_almas_urbanas_solitarias_e_tempo_a_ultrar.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/pinturas_almas_urbanas_solitarias_e_tempo_a_ultrar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/06/pinturas_almas_urbanas_solitarias_e_tempo_a_ultrar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Apaixonado por cidades, pessoas, tempo e cultura judaica, Max Ferguson se destaca como um dos mais instigantes pintores contemporâneos exibindo imagens ultra-realistais dotadas de uma paixão pelo impossível de ser capturado. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/pinturas_almas_urbanas_solitarias_e_tempo_a_ultrar.html">Ler o artigo completo</a><br> os automóveis de raymond loewybenjamin mendeshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/bjr/2018-11-14T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/07/automoveis_raymond_loewy.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/automoveis_raymond_loewy.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/07/automoveis_raymond_loewy.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O extraordinário designer Raymond Loewy concebeu alguns dos mais bem sucedidos equipamentos da indústria moderna: utensílios domésticos, locomotivas, embalagens e até o interior da estação espacial da Nasa, o Skylab. Nesta lista infindável não podiam faltar também os automóveis. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/automoveis_raymond_loewy.html">Ler o artigo completo</a><br> skin canvasDeborah Limahttp://lounge.obviousmag.org/reservoir_desire/autor/2018-11-14T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/reservoir_desire/2012/01/the-skin-is-a-canvas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/reservoir_desire/2012/01/the-skin-is-a-canvas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/reservoir_desire/2012/01/the-skin-is-a-canvas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Lindas mulheres que fizeram de sua pele tela de pintura. Formas de desejos, atitudes e personalidade. São sensuais e únicas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/reservoir_desire/2012/01/the-skin-is-a-canvas.html">Ler o artigo completo</a><br> aquilo que é teu, sempre encontrará um caminho de chegar até você. Soraya Rodrigues de Aragãohttp://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/autor/2018-11-14T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2018/11/aquilo-que-e-teu-sempre-encontrara-um-caminho-de-chegar-ate-voce.html <a href="http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2018/11/aquilo-que-e-teu-sempre-encontrara-um-caminho-de-chegar-ate-voce.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2018/11/aquilo-que-e-teu-sempre-encontrara-um-caminho-de-chegar-ate-voce.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Você foi lesado, traído, roubado ou enganado? Não te preocupes, tampouco te desesperes. Aquilo que é teu, sempre encontrará um caminho de chegar até você. <br><br><a href="http://obviousmag.org/transmutacao_psicologica_do_ser_e_alquimia_da_vida/2018/11/aquilo-que-e-teu-sempre-encontrara-um-caminho-de-chegar-ate-voce.html">Ler o artigo completo</a><br> quero matar hitlerobvioushttp://obviousmag.org/2018-11-13T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/06/quero_matar_hitler.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/quero_matar_hitler.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/06/quero_matar_hitler.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O livro "Quero matar Hitler", do historiador britânico Roger Moorhouse, lançado no Brasil pela Ediouro, tenta fazer um guia completo das tentativas de assassinatos do líder nazista por seus inimigos. E o que deveria ser algo novo se perde no desejo do autor em ser iconoclasta. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/quero_matar_hitler.html">Ler o artigo completo</a><br> fotografia kirlian: a alma das coisasbenjamin mendeshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/bjr/2018-11-13T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/07/fotografia_kirlian.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/fotografia_kirlian.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/07/fotografia_kirlian.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Se já teve a ocasião de observar fotografias antigas em que se vê uma misteriosa aura luminescente em redor dos retratados, não vale a pena espantar-se: não é a alma humana a sair do corpo que está a ver. Apenas o efeito Kirlian. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/fotografia_kirlian.html">Ler o artigo completo</a><br> ella mae morse: as meninas também brincavam ao rocktajanahttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/tajana/2018-11-13T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/03/ella_mae_morse.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/03/ella_mae_morse.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/03/ella_mae_morse.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ella Mae Morse, texana, nascida em 1924, começou a cantar quando - dizem alguns - tinha apenas 14 anos, com a big band de Jimmy Dorsey, uma orquestra de swing e dixieland. Consta que Dorsey pensava que ela tinha 19 anos, e que a despediu assim que descobriu a verdade. Aos 17 anos (1942), juntou-se ao grupo de Freddie Slack, com quem gravou Cow Cow Boogie (vídeo abaixo), que <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/03/ella_mae_morse.html">Ler o artigo completo</a><br> georges méliès - o mestre dos efeitos especiaisbenjamin mendeshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/bjr/2018-11-13T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/06/georges_melies.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/georges_melies.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/06/georges_melies.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nos primórdios do cinema, um homem soube explorar melhor que ninguém as possibilidades fantásticas da recém-criada sétima arte. Não foi Thomas Edison nem nenhum dos irmãos Lumière, inventores dos primeiros aparelhos, mas um ilusionista, actor de teatro e realizador francês: Georges Méliès. A ele devemos, entre outras coisas, os efeitos especiais. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/georges_melies.html">Ler o artigo completo</a><br> as extraordinárias grutas de ajanta - indiacarmosa2018-11-12T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/06/as_extraordinarias_grutas_de_ajanta_-_india.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/as_extraordinarias_grutas_de_ajanta_-_india.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/06/as_extraordinarias_grutas_de_ajanta_-_india.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quem vai à India não pode deixar de conhecer Ajanta no estado de Maharashtra, um conjunto arqutetônico de cavernas, ou grutas, com esculturas e pinturas rupestres, com certeza um dos mais importantes registro sem interrupção da história religiosa do budismo, durante um período de setecentos anos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/as_extraordinarias_grutas_de_ajanta_-_india.html">Ler o artigo completo</a><br> fabulosos ekranoplanosbenjamin mendeshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/bjr/2018-11-12T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/07/ekranoplanos.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/ekranoplanos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/07/ekranoplanos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O que é um ekranoplano? À primeira vista parece um engenho saído do mundo da realidade virtual e dos videogames, misto de barco, avião e hovercraft, resultado da imaginação delirante de algum artista gráfico. Mas o ekranoplano é bem real e teve o seu apogeu durante os anos da Guerra Fria. Conheça melhor esta máquina fascinante. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/ekranoplanos.html">Ler o artigo completo</a><br> mathias rust - a queda de um anjotajanahttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/tajana/2018-11-12T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/04/mathias_rust.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/04/mathias_rust.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/04/mathias_rust.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em 1987, Mathias Rust iludiu a segurança aérea soviética e aterrou em plena praça Vermelha, Moscovo. Mais de 20 anos depois, a vida do então jovem alemão é (ainda mais) turbulenta. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/04/mathias_rust.html">Ler o artigo completo</a><br> 24h de le mansbenjamin mendeshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/bjr/2018-11-12T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/06/le_mans.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/le_mans.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/06/le_mans.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A pouco tempo do início de mais uma edição das 24h de Le Mans é tempo de recordar algumas imagens de momentos passados que fizeram a glória e o mito da mais famosa corrida de automóveis do mundo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/le_mans.html">Ler o artigo completo</a><br> é fácil pagar para ver quando quem paga não é vocêCAMILA RIBEIROhttp://obviousmag.org/camila_ribeiro/autor/2018-11-12T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/camila_ribeiro/2018/e-facil-pagar-para-ver.html <a href="http://obviousmag.org/camila_ribeiro/2018/e-facil-pagar-para-ver.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/camila_ribeiro/2018/e-facil-pagar-para-ver.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Mas quem é você? <br><br><a href="http://obviousmag.org/camila_ribeiro/2018/e-facil-pagar-para-ver.html">Ler o artigo completo</a><br> wonderland: os universos fantásticos de kirsty mitchellrejane borges2018-11-11T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2011/03/wonderland_os_universos_fantasticos_de_kirsty_mitchell.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2011/03/wonderland_os_universos_fantasticos_de_kirsty_mitchell.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2011/03/wonderland_os_universos_fantasticos_de_kirsty_mitchell.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Lugares mágicos, criaturas estranhas, cores e coisas improváveis, inexplicáveis. Imagens que parecem vir de dentro dos sonhos. Esses universos e personagens enigmáticas inspiram o trabalho de Kirsty Mitchell, que mergulha numa infância rodeada de fantasia. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2011/03/wonderland_os_universos_fantasticos_de_kirsty_mitchell.html">Ler o artigo completo</a><br> labirintos: a magia da epopeia sem retornomiguel oliveirahttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/migueloliveira/2018-11-11T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2011/03/labirintos_a_magia_da_epopeia_sem_retorno.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2011/03/labirintos_a_magia_da_epopeia_sem_retorno.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2011/03/labirintos_a_magia_da_epopeia_sem_retorno.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Segundo a mitologia, foi da relação anti-natura entre Pasifae, mulher do rei Minos, e um belo touro branco que nasceu o Minotauro - monstro que foi aprisionado no centro do famoso Labirinto de Cnossos. Uma exposição em Barcelona tentou reunir o fascínio por esta construção, o arrepio da fuga à linha de segurança, o caminho por trilhar sem novelo de lã: uma viagem da mitologia grega à actualidade, uma epopeia sem retorno no universo dos labirintos. No fim, se conseguir, volte para trás. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2011/03/labirintos_a_magia_da_epopeia_sem_retorno.html">Ler o artigo completo</a><br> as melhores capas da penguin em livrotajanahttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/tajana/2018-11-11T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/05/as_melhores_capas_da_penguin_em_livro.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/05/as_melhores_capas_da_penguin_em_livro.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/05/as_melhores_capas_da_penguin_em_livro.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não há em Portugal equivalente às edições de bolso da Penguin. Aliás, nunca percebi porquê (snobeira?), os livros de bolso não são um formato muito generalizado por cá. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/05/as_melhores_capas_da_penguin_em_livro.html">Ler o artigo completo</a><br> steampunk - arte e movimentocatarina pireshttp://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/autor/2018-11-11T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/steampunk---arte-e-movimento.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/steampunk---arte-e-movimento.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/steampunk---arte-e-movimento.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Para alguns a arte no corpo, para outros uma ideologia que agarra a ficção científica, percorre o tempo e instala-se na nossa sociedade desde o final dos anos 80. Steam, ou vapor em português; Punk, a ideologia e estilo de vida cultural. Estas duas palavras juntas, designam o movimento Steampunk que é hoje representado através de diversas manifestações artísticas. Do cinema, à música, à dança até à representação da <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/catarina_pires/2012/01/steampunk---arte-e-movimento.html">Ler o artigo completo</a><br> união pelas diferençasRoberto Bíscarohttp://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/autor/2018-11-11T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/uniao-pelas-diferencas.html <a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/uniao-pelas-diferencas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/uniao-pelas-diferencas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Duas comédias francesas para ajudar a superar as diferenças <br><br><a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/uniao-pelas-diferencas.html">Ler o artigo completo</a><br> warner sallman: o homem que pintou o rosto de cristoJéssica Parizottohttp://lounge.obviousmag.org/proparoxitonas/autor/2018-11-10T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2011/04/warner_sallman_o_homem_que_pintou_o_rosto_de_cristo.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2011/04/warner_sallman_o_homem_que_pintou_o_rosto_de_cristo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2011/04/warner_sallman_o_homem_que_pintou_o_rosto_de_cristo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Façamos um teste. Feche os olhos e imagine a figura de Cristo. Que imagem lhe vem primeiro à mente? Provavelmente, Warner Sallman ficaria orgulhoso da sua resposta! O responsável pela obra de arte mais popular já produzida criou mais que uma obra: criou um imaginário coletivo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2011/04/warner_sallman_o_homem_que_pintou_o_rosto_de_cristo.html">Ler o artigo completo</a><br> os chapéus mais famosos de semprediana ribeirohttp://lounge.obviousmag.org/diana_ribeiro/autor2018-11-10T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2011/03/os_chapeus_mais_famosos_de_sempre.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2011/03/os_chapeus_mais_famosos_de_sempre.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2011/03/os_chapeus_mais_famosos_de_sempre.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Assim de repente, já pensou na quantidade de figuras históricas que popularizaram os mais diversos modelos de chapéus? A boina de Che Guevara, o chapéu-coco de Charlie Chaplin, o tutti-fruti de Carmen Miranda ou a cartola de Edouard Manet são apenas alguns exemplos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2011/03/os_chapeus_mais_famosos_de_sempre.html">Ler o artigo completo</a><br> vik munizcarmosa2018-11-10T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/07/vik_muniz.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/vik_muniz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/07/vik_muniz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Investigando temas relacionados à memória, à percepção, à representação de imagens do mundo das artes e meios de comunicação, o artista plástico Vik Muniz usa elementos peculiares em seus trabalhos, revelando que grandes coisas podem surgir de simples elementos usados no cotidiano. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/07/vik_muniz.html">Ler o artigo completo</a><br> refúgio à beira-rio - leonard cohenatol2018-11-10T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2009/06/refugio_a_beira-rio_-_leonard_cohen.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/refugio_a_beira-rio_-_leonard_cohen.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2009/06/refugio_a_beira-rio_-_leonard_cohen.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Todos conhecemos os perigos de partir, com toda a expectativa, em adoração a algo ou a alguém. Nos dias que antecederam 19 de Julho de 2008, num verão com poucas distrações a não ser as do frenesim de concertos e trabalho, as minhas mãos suavam expectantes. Ía ver pela primeira vez, e provavelmente última, o Deus da religião dos quebrados. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2009/06/refugio_a_beira-rio_-_leonard_cohen.html">Ler o artigo completo</a><br> as composições de piet mondriantiago vargashttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/tiagovargas/2018-11-09T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2011/04/as_composicoes_de_piet_mondrian.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2011/04/as_composicoes_de_piet_mondrian.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2011/04/as_composicoes_de_piet_mondrian.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Neoplasticismo, cinismo, inconformismo. Piet Mondrian acreditava na arte como uma composição de cores e, desta forma, desnudou-a para o mundo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2011/04/as_composicoes_de_piet_mondrian.html">Ler o artigo completo</a><br> os garotos de charles dickensrejane borges2018-11-09T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/archives/2011/04/os_garotos_de_charles_dickens.html <a href="http://obviousmag.org/archives/2011/04/os_garotos_de_charles_dickens.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/archives/2011/04/os_garotos_de_charles_dickens.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Dickens levou toda uma sociedade à reflexão por meio de estórias de simples garotos, carentes no sistema, carentes de relações. Com sua literatura, ele não somente abriu caminhos para a crítica social – por meio de seus próprios traumas – como reencontrou sua infância perdida, criando a partir dela muitas outras infâncias com as quais pôde expressar seus medos, segredos e esperanças de garoto. <br><br><a href="http://obviousmag.org/archives/2011/04/os_garotos_de_charles_dickens.html">Ler o artigo completo</a><br>