obviousUm olhar mais demorado...2020-09-25T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2joel peter witkin - fotografia da indiferençaPaula Geórgia Fernandeshttp://lounge.obviousmag.org/catarse/autor/2020-09-25T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/catarse/2014/12/fotografia-e-a-questao-da-indiferenca.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/catarse/2014/12/fotografia-e-a-questao-da-indiferenca.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/catarse/2014/12/fotografia-e-a-questao-da-indiferenca.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "A obra é o possível e o provável, nunca é o certo. A estética vem sempre primeiro; a obra de arte não apresenta a mensagem de um conhecimento, desenvolvido exteriormente a si, por imitação ou intuição, independentemente da vontade do artista (...) O que o artista fixa, não é o que ele viu ou apreendeu; é o que ele procura e o que ele quer revelar aos outros. (FRANCASTEL, 1998) <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/catarse/2014/12/fotografia-e-a-questao-da-indiferenca.html">Ler o artigo completo</a><br> conseguimos olhar ao redor?Leandro Côrtehttp://lounge.obviousmag.org/de_portas_abertas/autor/2020-09-25T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/de_portas_abertas/2014/12/conseguimos-olhar-ao-redor.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/de_portas_abertas/2014/12/conseguimos-olhar-ao-redor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/de_portas_abertas/2014/12/conseguimos-olhar-ao-redor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A cada dia que passa, temos mais problemas de saúde: depressão, complexos e síndromes. Gritamos uns com os outros. Perdemos a paciência. Violência em toda a parte. Casais vivendo sós. Amizades se desfazendo. Traição passou a ser mais comum do que chuva na Cantareira. Mas, por que isso está acontecendo? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/de_portas_abertas/2014/12/conseguimos-olhar-ao-redor.html">Ler o artigo completo</a><br> enamorar-seGuilherme Moreira Jr.http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/autor/2020-09-25T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2014/08/enamorar-se.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2014/08/enamorar-se.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2014/08/enamorar-se.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Convencional ou através da tecnologia? Relacionamentos podem surgir em diferentes caminhos, mas talvez seja através do palpável que possamos vir a definir gestos, importâncias e sentimentos. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2014/08/enamorar-se.html">Ler o artigo completo</a><br> o profissional e o seu papel na criação do "ser doente"Luana Pereshttp://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/autor/2020-09-25T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/o-profissional-e-o-seu-papel-na-criacao-do-ser-doente.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/o-profissional-e-o-seu-papel-na-criacao-do-ser-doente.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/o-profissional-e-o-seu-papel-na-criacao-do-ser-doente.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O especialista, independente da sua área de atuação, não pode ser totalmente neutro no encontro com o outro. O profissional, enquanto fruto de uma condição social, pode atuar como agente transformador ou não. A leitura do texto da psicóloga Maria Helena Souza Patto nos leva a esta, e outras, reflexões. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/o-profissional-e-o-seu-papel-na-criacao-do-ser-doente.html">Ler o artigo completo</a><br> não fume, não beba e sorria com moderação.Luciana Chardellihttp://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/autor/2020-09-25T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2014/06/nao-fume-nao-beba-e-sorria-com-moderacao.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2014/06/nao-fume-nao-beba-e-sorria-com-moderacao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2014/06/nao-fume-nao-beba-e-sorria-com-moderacao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> " É preciso ter dúvidas. Só os estúpidos têm uma confiança absoluta em si mesmos." Orson Welles <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2014/06/nao-fume-nao-beba-e-sorria-com-moderacao.html">Ler o artigo completo</a><br> um texto sobre nadaCristina Souzahttp://lounge.obviousmag.org/coffee_is_my_boyfriend/autor/2020-09-24T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/coffee_is_my_boyfriend/2014/08/um-texto-sobre-nada.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/coffee_is_my_boyfriend/2014/08/um-texto-sobre-nada.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/coffee_is_my_boyfriend/2014/08/um-texto-sobre-nada.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Tenho um prazer enorme em observar as pessoas. O que será que elas estão pensando? Qual batalha está travada ali dentro? Quantas estão parecendo ser fortes, mas na verdade só queriam desabar? Quantas estão desabando, quando na verdade deveriam estar sendo fortes? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/coffee_is_my_boyfriend/2014/08/um-texto-sobre-nada.html">Ler o artigo completo</a><br> pertencimentoGutto Carrer Limahttp://lounge.obviousmag.org/gutto_carrer_lima/autor/2020-09-24T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/gutto_carrer_lima/2014/06/pertencimento.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/gutto_carrer_lima/2014/06/pertencimento.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/gutto_carrer_lima/2014/06/pertencimento.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Precisamos e queremos pertencer a algo que não nos possua. A solidão é a solitude que não sabe viver sozinha, e por isso busca desesperadamente a companhia do pertencer, por vezes ignorando a sua qualidade e o peso das suas regras. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/gutto_carrer_lima/2014/06/pertencimento.html">Ler o artigo completo</a><br> o silêncio de clarice Aline Vazhttp://lounge.obviousmag.org/polifonia_sem_fio/autor/2020-09-24T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/polifonia_sem_fio/2014/08/o-silencio-de-clarice.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/polifonia_sem_fio/2014/08/o-silencio-de-clarice.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/polifonia_sem_fio/2014/08/o-silencio-de-clarice.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Será o silêncio o texto mais poético e o parecer de sentido mais completo no mundo, que pode sim ser construído, lido e interpretado? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/polifonia_sem_fio/2014/08/o-silencio-de-clarice.html">Ler o artigo completo</a><br> não é que existem belas praias por aí?Luciano Leonel Mendeshttp://lounge.obviousmag.org/a_entropia_tende_ao_infinito/autor/2020-09-24T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/a_entropia_tende_ao_infinito/2014/08/rugen.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/a_entropia_tende_ao_infinito/2014/08/rugen.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/a_entropia_tende_ao_infinito/2014/08/rugen.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> No que tange a praias, é muito difícil superar o Brasil com seus mais de 7.400 km de litoral. Mas existem lugares por aí que nos surpreendem com belas praias e em países que nós nem sequer lembramos que têm litoral. Rügen é um destes lugares que consegue colocar um sorriso nos rostos dos visitantes por causa de suas bonitas paisagens costeiras, mesmo quando o visitante é um exigente brasileiro acostumado com as belezas litorâneas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/a_entropia_tende_ao_infinito/2014/08/rugen.html">Ler o artigo completo</a><br> pensão para cavalheiros de fino tratoRosa Maria Ferrãohttp://lounge.obviousmag.org/trocando_ideias/autor/2020-09-24T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/trocando_ideias/2014/08/pensao-para-cavalheiros-de-fino-trato.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/trocando_ideias/2014/08/pensao-para-cavalheiros-de-fino-trato.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/trocando_ideias/2014/08/pensao-para-cavalheiros-de-fino-trato.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A solidão urbana é uma das mais doridas formas de solidão. É o que Camões chamou do "andar solitário entre as gentes", é a prisão que nos encarcera em nós mesmos e nos impede de sermos felizes e livres. Mas haverá saída? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/trocando_ideias/2014/08/pensao-para-cavalheiros-de-fino-trato.html">Ler o artigo completo</a><br> no interior de um adulto, repousa uma criançaHelena Silvahttp://lounge.obviousmag.org/introverso/autor/2020-09-23T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/introverso/2014/08/no-interior-de-um-adulto-repousa-uma-crianca.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/introverso/2014/08/no-interior-de-um-adulto-repousa-uma-crianca.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/introverso/2014/08/no-interior-de-um-adulto-repousa-uma-crianca.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Através da observação empática, olho para alguns adultos e vejo. Há uma criança em seu âmago e ela se manifesta das mais diferentes maneiras. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/introverso/2014/08/no-interior-de-um-adulto-repousa-uma-crianca.html">Ler o artigo completo</a><br> astrologia ou astronomia, ciência ou mito? Ricardo Ferreirahttp://lounge.obviousmag.org/ricardo_ferreira/autor/2020-09-23T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/ricardo_ferreira/2014/08/astrologia-ou-astronomia-ciencia-ou-mito.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/ricardo_ferreira/2014/08/astrologia-ou-astronomia-ciencia-ou-mito.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/ricardo_ferreira/2014/08/astrologia-ou-astronomia-ciencia-ou-mito.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Críticos da astrologia consideram-na uma forma de pseudociência ou superstição, devido à sua incapacidade de demonstrar o que afirma. Por sua vez, astrólogos contestam testes propostos pela ciência para validar a astrologia nesse sentido. E, quando não se recusam a participar deles, rejeitam seus resultados, apesar destes serem baseados em testes estatísticos e em leis da natureza amplamente validadas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/ricardo_ferreira/2014/08/astrologia-ou-astronomia-ciencia-ou-mito.html">Ler o artigo completo</a><br> quem tocar? o artista e sua busca por espaçoLuana Pereshttp://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/autor/2020-09-23T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/quem-tocar-o-artista-e-sua-busca-por-espaco.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/quem-tocar-o-artista-e-sua-busca-por-espaco.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/quem-tocar-o-artista-e-sua-busca-por-espaco.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Há quem diga que, atualmente, não se produz arte com qualidade. No entanto, uma corrente de músicos, escritores, pintores, dançarinos e atores desconhecidos, estão no mundo para provar que você está errado. O artista toca o tempo todo, basta que esteja preparado para ser tocado. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/monologos_dialogos_e_discussoes/2014/08/quem-tocar-o-artista-e-sua-busca-por-espaco.html">Ler o artigo completo</a><br> que saudade do silêncioRuh Diashttp://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/autor/2020-09-23T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2014/08/que-saudade-do-silencio.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2014/08/que-saudade-do-silencio.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2014/08/que-saudade-do-silencio.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Pare agora mesmo, escute bem e conte: quantos barulhos estão ao seu redor neste momento? Todos eles afetam o funcionamento do cérebro - e ele, mais frequentemente do que imaginamos, precisa de silêncio. Nós precisamos de silêncio. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2014/08/que-saudade-do-silencio.html">Ler o artigo completo</a><br> augusto dos anjos - o poeta do apocalipseAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2020-09-23T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2014/08/augusto-dos-anjos---o-poeta-do-apocalipse.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2014/08/augusto-dos-anjos---o-poeta-do-apocalipse.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2014/08/augusto-dos-anjos---o-poeta-do-apocalipse.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Há 130 anos, num munícipio remoto da Paraíba, nascia um destes fenômenos improváveis que superam o adverso e gravam sua marca no tempo: chegava ao mundo Augusto dos Anjos. Poeta do desamparo, da solidão e do infortúnio. Um rebelde infiltrado entre os parnasianos. Um selvagem que corrompeu a métrica alexandrina. Augusto dos Anjos atravessou um século fazendo ecoar seus versos íntimos e rompe o século XXI como um imortal que cantou o apocalipse. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2014/08/augusto-dos-anjos---o-poeta-do-apocalipse.html">Ler o artigo completo</a><br> a batalha que não escolhemosMargarete Morrissey2020-09-22T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2013/03/a-batalha-que-nao-escolhemos.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/a-batalha-que-nao-escolhemos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/03/a-batalha-que-nao-escolhemos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A experiência de um jovem casal na luta contra o câncer. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/a-batalha-que-nao-escolhemos.html">Ler o artigo completo</a><br> lago baikal e seus belos fragmentos de geloMargarete Morrissey2020-09-22T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2013/03/lago-baikal-e-seus-belos-fragmentos-de-gelo.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/lago-baikal-e-seus-belos-fragmentos-de-gelo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/03/lago-baikal-e-seus-belos-fragmentos-de-gelo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Lago Baikal está localizado na parte sul da Sibéria Oriental, na Rússia. Considerado uma maravilha natural é um dos maiores e mais profundos, comportando 1/5 de toda a água doce do mundo. No inverno o lago congela, se transformando em um espetáculo da natureza. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/lago-baikal-e-seus-belos-fragmentos-de-gelo.html">Ler o artigo completo</a><br> pessoas passageirasRenata Pasinihttp://lounge.obviousmag.org/filosofante/autor/2020-09-22T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/filosofante/2014/11/pessoas-passageiras.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/filosofante/2014/11/pessoas-passageiras.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/filosofante/2014/11/pessoas-passageiras.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A rodoviária é o encontro de sentimentos passageiros, de idas e vindas lotadas de devaneios. A rodoviária é a certeza de saudade, a certeza de como é bom ser presente mesmo estando de passagem. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/filosofante/2014/11/pessoas-passageiras.html">Ler o artigo completo</a><br> harmonioso diálogoChristiane Afondopuloshttp://lounge.obviousmag.org/chrizoca/autor/2020-09-22T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/chrizoca/2014/11/harmonioso-dialogo.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/chrizoca/2014/11/harmonioso-dialogo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/chrizoca/2014/11/harmonioso-dialogo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Desejamos tanto pelo fim dos nossos sofrimentos mas falhamos constantemente no modo como nos relacionamos, nos perdemos em nosso diálogo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/chrizoca/2014/11/harmonioso-dialogo.html">Ler o artigo completo</a><br> raça: a metáfora da dominação?Raul C. de Albuquerquehttp://lounge.obviousmag.org/a_razao_singular_do_segredo/autor/2020-09-22T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/a_razao_singular_do_segredo/2014/11/raca-a-metafora-da-dominacao.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/a_razao_singular_do_segredo/2014/11/raca-a-metafora-da-dominacao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/a_razao_singular_do_segredo/2014/11/raca-a-metafora-da-dominacao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Já escreveu Fernando Pessoa: "O mito é o nada que é tudo" <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/a_razao_singular_do_segredo/2014/11/raca-a-metafora-da-dominacao.html">Ler o artigo completo</a><br> ilustrações conceituais por francesco bongiorniMargarete Morrissey2020-09-21T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2013/06/ilustracoes-conceituais-por-francesco-bongiorni.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/06/ilustracoes-conceituais-por-francesco-bongiorni.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/06/ilustracoes-conceituais-por-francesco-bongiorni.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O italiano Francesco Bongiorni cria ilustrações minimalistas que são frequentemente utilizadas para melhorar artigos, livros entre outros trabalhos publicados, cujos clientes incluem o New York Times, Harvard Business Review e Business Week. Recentemente Bongiorni concluíu um projeto para a capa do livro "Metamorfose", de Kafka. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/06/ilustracoes-conceituais-por-francesco-bongiorni.html">Ler o artigo completo</a><br> underwater project - fotos de tirar o fôlego, literalmenteMargarete Morrissey2020-09-21T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2013/03/underwater-project---fotos-de-tirar-o-folego-literalmente.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/underwater-project---fotos-de-tirar-o-folego-literalmente.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/03/underwater-project---fotos-de-tirar-o-folego-literalmente.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Pessoas sob as ondas. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/underwater-project---fotos-de-tirar-o-folego-literalmente.html">Ler o artigo completo</a><br> destino do viajanteAllan Moreirahttp://lounge.obviousmag.org/introspectivo_on/autor/2020-09-21T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/introspectivo_on/2014/11/destino-do-viajante.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/introspectivo_on/2014/11/destino-do-viajante.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/introspectivo_on/2014/11/destino-do-viajante.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Viajar é o par de mãos que unidas esvaziam cuidadosamente a mente para obter o prazer de um auto encontro. É a encantadora mágica que torna fácil a dificuldade de lembrar de esquecer tudo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/introspectivo_on/2014/11/destino-do-viajante.html">Ler o artigo completo</a><br> a banalização da sensibilidadePaula Rocha Nogueirahttp://lounge.obviousmag.org/mirante/autor/2020-09-21T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/mirante/2014/11/a-banalizacao-da-sensibilidade.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/mirante/2014/11/a-banalizacao-da-sensibilidade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/mirante/2014/11/a-banalizacao-da-sensibilidade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O ser humano banaliza o sentir, assim como diminui toda e qualquer experiência no campo emocional. Este é um processo de massificação do sentimento que produziu uma sociedade com pessoas vazias, superficiais e extremamente frustradas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/mirante/2014/11/a-banalizacao-da-sensibilidade.html">Ler o artigo completo</a><br> sexo oral: prazer, poder e culpaMarcelo Marchiorihttp://lounge.obviousmag.org/no_diva/autor/2020-09-21T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/no_diva/2014/11/sexo-oral-prazer-poder-e-culpa.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/no_diva/2014/11/sexo-oral-prazer-poder-e-culpa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/no_diva/2014/11/sexo-oral-prazer-poder-e-culpa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> E se eu te dissesse que existem fortes questões culturais na prática do sexo oral e do prazer feminino? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/no_diva/2014/11/sexo-oral-prazer-poder-e-culpa.html">Ler o artigo completo</a><br> as fachadas falsas de patrick commecyMargarete Morrissey2020-09-20T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-fachadas-falsas-de-patrick-commecy.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-fachadas-falsas-de-patrick-commecy.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-fachadas-falsas-de-patrick-commecy.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Que as paredes têm ouvidos já sabemos mas com talento e criatividade elas podem ter muito mais. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-fachadas-falsas-de-patrick-commecy.html">Ler o artigo completo</a><br> as belas ilustrações de justin mallerMargarete Morrissey2020-09-20T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-belas-ilustracoes-de-justin-maller.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-belas-ilustracoes-de-justin-maller.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-belas-ilustracoes-de-justin-maller.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O artista faz belas ilustrações baseadas em polígonos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/as-belas-ilustracoes-de-justin-maller.html">Ler o artigo completo</a><br> ilusão de ótica na praiaMargarete Morrissey2020-09-20T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/06/ilusao-de-otica-na-praia.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/06/ilusao-de-otica-na-praia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/06/ilusao-de-otica-na-praia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Jamie Harkins e seus amigos Lucia Lupf, David Rendu e Constanza Nightingale criaram algumas imagens em 3D nas prarias de Mount Maunganui. Confira: <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/06/ilusao-de-otica-na-praia.html">Ler o artigo completo</a><br> dia de banqueteluhana pireshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/luhanapires/2020-09-20T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2013/06/dia-de-banquete.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/06/dia-de-banquete.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/06/dia-de-banquete.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um banquete não é apenas uma refeição pomposa, promovida para o deleite de um grande número de convidados. Além de um rico festim, no sentido mais expressivo, é considerado também um momento de comunhão. Neste banquete temos a comunhão de um projeto, a concepção do design artístico. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/06/dia-de-banquete.html">Ler o artigo completo</a><br> elliot ross: animalsMargarete Morrissey2020-09-20T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2013/03/elliot-ross-animals.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/elliot-ross-animals.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/03/elliot-ross-animals.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Objetos de contemplação. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/03/elliot-ross-animals.html">Ler o artigo completo</a><br> as ilustrações engraçadas e inteligentes de shanghai tangoMargarete Morrissey2020-09-19T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/11/as-ilustracoes-engracadas-e-inteligentes-de-shanghai-tango.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/11/as-ilustracoes-engracadas-e-inteligentes-de-shanghai-tango.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/11/as-ilustracoes-engracadas-e-inteligentes-de-shanghai-tango.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Tango cria ilustrações lindamente bobas que retratam vários animais, pessoas e objetos em suas aventuras incomuns e encontros cotidianos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/11/as-ilustracoes-engracadas-e-inteligentes-de-shanghai-tango.html">Ler o artigo completo</a><br> 50 livros clássicos em português para download grátisrejane borges2020-09-19T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/08/50-livros-classicos-em-portugues-para-download-gratis.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/50-livros-classicos-em-portugues-para-download-gratis.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/08/50-livros-classicos-em-portugues-para-download-gratis.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Porque ler é preciso. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/50-livros-classicos-em-portugues-para-download-gratis.html">Ler o artigo completo</a><br> 5 dicas para solucionar problemas de informáticaobvious magazine2020-09-19T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/11/5-dicas-para-solucionar-problemas-de-informatica.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/11/5-dicas-para-solucionar-problemas-de-informatica.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/11/5-dicas-para-solucionar-problemas-de-informatica.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Aprenda a solucionar alguns problemas comuns com celulares e computadores. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/11/5-dicas-para-solucionar-problemas-de-informatica.html">Ler o artigo completo</a><br> comic stripMargarete Morrissey2020-09-19T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/10/comic-strip.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/10/comic-strip.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/10/comic-strip.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Dez Artistas da década de 40 foram convidados a desenhar seus personagens de olhos vendados. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/10/comic-strip.html">Ler o artigo completo</a><br> abandonando a vida urbana para fotografar paisagens remotas da austráliaMargarete Morrissey2020-09-19T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/sphere/2014/08/abandonando-a-vida-urbana-para-fotografar-paisagens-remotas-da-australia.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/abandonando-a-vida-urbana-para-fotografar-paisagens-remotas-da-australia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2014/08/abandonando-a-vida-urbana-para-fotografar-paisagens-remotas-da-australia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Confira algumas paisagens espetaculares e de tirar o fôlego. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2014/08/abandonando-a-vida-urbana-para-fotografar-paisagens-remotas-da-australia.html">Ler o artigo completo</a><br> “viver de literatura é viável”, diz a escritora, revisora e tradutora kátia regina souzaMarcio Sales Saraivahttp://obviousmag.org/leftcafe/autor/2020-09-13T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/viver-de-literatura-e-viavel-diz-a-escritora-revisora-e-tradutora-katia-regina-souza.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/viver-de-literatura-e-viavel-diz-a-escritora-revisora-e-tradutora-katia-regina-souza.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/viver-de-literatura-e-viavel-diz-a-escritora-revisora-e-tradutora-katia-regina-souza.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nosso CAFÉ PÓS-MODERNO recebe Kátia Regina Souza que irá responder 13 perguntas e deixar um fragmento. 1 – Quando você começou a escrever? Ainda criança. Meu amor pelos livros e pela escrita se deve a três mulheres. Minha irmã mais velha, Carla, me ensinou a ler quando eu tinha cinco anos (e ela, doze). Aos seis, quis escrever para imitar a minha outra irmã, Káren, e, mais tarde na <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/viver-de-literatura-e-viavel-diz-a-escritora-revisora-e-tradutora-katia-regina-souza.html">Ler o artigo completo</a><br> as sutilezas do amorMirian Gomeshttp://obviousmag.org/fechada_para_balanco/autor/2020-09-13T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/fechada_para_balanco/2020/as-sutilezas-do-amor.html <a href="http://obviousmag.org/fechada_para_balanco/2020/as-sutilezas-do-amor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/fechada_para_balanco/2020/as-sutilezas-do-amor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não existe amor “retificado”, “usado” ou de “segunda mão”. Todo amor é novo, nasce zero. Uma página em branco, com novos personagens, numa nova época, num novo lugar... <br><br><a href="http://obviousmag.org/fechada_para_balanco/2020/as-sutilezas-do-amor.html">Ler o artigo completo</a><br> a imensidão íntima da escrita de marcelo malufMarcio Sales Saraivahttp://obviousmag.org/leftcafe/autor/2020-09-13T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/a-imensidao-intima-da-escrita-de-marcelo-maluf.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/a-imensidao-intima-da-escrita-de-marcelo-maluf.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/a-imensidao-intima-da-escrita-de-marcelo-maluf.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Marcelo Maluf nasceu em Santa Bárbara D’Oeste, interior do estado de São Paulo, em 1974. É ficcionista, mestre em Artes e professor de criação literária. Autor dos infanto-juvenis “Jorge do pântano que fica logo ali (FTD, 2008), “As mil e uma histórias de Manuela” (Autêntica, 2013) e “Meu pai sabe voar” (FTD, 2009) este em parceria com Daniela Pinotti. Seu primeiro romance “A imensidão íntima dos carneiros” (Reformatório, 2015), foi finalista do Prêmio Jabuti (2016) e vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura (2016). <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/a-imensidao-intima-da-escrita-de-marcelo-maluf.html">Ler o artigo completo</a><br> é preciso romper com "a mesmice da cultura pasteurizada veiculada pela tv", diz o escritor valdemar valente juniorMarcio Sales Saraivahttp://obviousmag.org/leftcafe/autor/2020-09-12T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/e-preciso-romper-com-a-mesmice-da-cultura-pasteurizada-veiculada-pela-tv-diz-o-escritor-valdemar-val.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/e-preciso-romper-com-a-mesmice-da-cultura-pasteurizada-veiculada-pela-tv-diz-o-escritor-valdemar-val.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/e-preciso-romper-com-a-mesmice-da-cultura-pasteurizada-veiculada-pela-tv-diz-o-escritor-valdemar-val.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Valdemar Valente Junior é Doutor em Ciência da Literatura pela UFRJ. Pós-Doutor em Literatura Brasileira pela UERJ. Professor Assistente do Curso de Letras da Universidade Castelo Branco (UCB). Ensaísta e resenhista. Autor de vários livros como “Dispersa sequência: ensaios de Literatura Brasileira” (2014), “O mel do engenho, o fel da palavra: desconstrução da ideologia na poesia satírica de Gregório de Matos” (2015) e “Entre a cidade e o campo: Mário de Andrade e a Música Popular” (2016). <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/e-preciso-romper-com-a-mesmice-da-cultura-pasteurizada-veiculada-pela-tv-diz-o-escritor-valdemar-val.html">Ler o artigo completo</a><br> “nunca sei se minha poesia está pronta para um livro”, confessa angela zanirato Marcio Sales Saraivahttp://obviousmag.org/leftcafe/autor/2020-09-12T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/nunca-sei-se-minha-poesia-esta-pronta-para-um-livro-confessa-angela-zanirato.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/nunca-sei-se-minha-poesia-esta-pronta-para-um-livro-confessa-angela-zanirato.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/nunca-sei-se-minha-poesia-esta-pronta-para-um-livro-confessa-angela-zanirato.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Apaixonada por livros, plantas e gatos, a poeta Angela Maria Zanirato Salomão possui graduação em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e especializou-se em Sociedade, Trabalho e Cultura no Ocidente pela Unesp e Patrimônio Cultural e Memória Social pela Universidade de Maringá. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/nunca-sei-se-minha-poesia-esta-pronta-para-um-livro-confessa-angela-zanirato.html">Ler o artigo completo</a><br> o falso normal Francisco Fernandes Ladeirahttp://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/autor/2020-09-12T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2020/o-falso-normal.html <a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2020/o-falso-normal.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2020/o-falso-normal.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> De maneira surreal, temos um caso inédito de declínio de uma pandemia, não pelo surgimento de uma vacina ou de tratamento eficaz, mas por “decretos das autoridades governamentais” e pelos discursos midiáticos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2020/o-falso-normal.html">Ler o artigo completo</a><br> dark: para além da ficçãoTatiane Cris Nuneshttp://obviousmag.org/deletrear/autor/2020-09-12T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/deletrear/2020/dark-para-alem-da-ficcao.html <a href="http://obviousmag.org/deletrear/2020/dark-para-alem-da-ficcao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/deletrear/2020/dark-para-alem-da-ficcao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Para além de um prato cheio para físicos e afeitos à quântica, Dark é uma série dramática que não tem medo de entregar um conteúdo altamente elaborado também do ponto de vista das relações. Alerta de spoiler. <br><br><a href="http://obviousmag.org/deletrear/2020/dark-para-alem-da-ficcao.html">Ler o artigo completo</a><br> destroçosAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2020-09-12T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2020/08/destrocos.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2020/08/destrocos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2020/08/destrocos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Diário da pandemia <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2020/08/destrocos.html">Ler o artigo completo</a><br> mais do que amor Luciana Chardellihttp://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/autor/2020-09-11T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2015/03/mais-do-que-amor.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2015/03/mais-do-que-amor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2015/03/mais-do-que-amor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A amizade é um amor que nunca morre. (Mario Quintana) <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/luciana_chardelli/2015/03/mais-do-que-amor.html">Ler o artigo completo</a><br> hoje eu acordei sangrandoAna Macarinihttp://lounge.obviousmag.org/pelo_avesso/autor/2020-09-11T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/pelo_avesso/2015/02/hoje-eu-acordei-sangrando.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/pelo_avesso/2015/02/hoje-eu-acordei-sangrando.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/pelo_avesso/2015/02/hoje-eu-acordei-sangrando.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Seria uma bênção acordar sangrando. Haveria testemunhas para esse fato impossível de ser ignorado. Há sangue! Procura-se por um ferimento, uma causa, um trauma. Ninguém sangra à toa. Mas há quem sangre de forma secreta, silenciosa, solitária. A depressão é um tipo de hemorragia interna; só que o que sangra é a alma. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/pelo_avesso/2015/02/hoje-eu-acordei-sangrando.html">Ler o artigo completo</a><br> sua vida é artificial?Bruno Brazhttp://obviousmag.org/introspeccao_exposta/autor/2020-09-11T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/introspeccao_exposta/2015/02/vidas-artificiais.html <a href="http://obviousmag.org/introspeccao_exposta/2015/02/vidas-artificiais.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/introspeccao_exposta/2015/02/vidas-artificiais.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Até que ponto nossas vidas se tornaram artificiais? Queremos conveniência, mas ignoramos as entrelinhas e suas consequências. A liberdade se resume à escolha entre "marca A" e "marca B". Nos deixamos invadir pela rotina e logo somos iludidos por suas futilidades com um entusiasmo superficial. Até que ponto? <br><br><a href="http://obviousmag.org/introspeccao_exposta/2015/02/vidas-artificiais.html">Ler o artigo completo</a><br> textos mutantesContreramanhttp://lounge.obviousmag.org/o_olhar_amor_na_arte_apos_o_fim_da_arte_e_da_filosofia/autor/2020-09-11T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/o_olhar_amor_na_arte_apos_o_fim_da_arte_e_da_filosofia/2015/02/textos-mutantes.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/o_olhar_amor_na_arte_apos_o_fim_da_arte_e_da_filosofia/2015/02/textos-mutantes.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/o_olhar_amor_na_arte_apos_o_fim_da_arte_e_da_filosofia/2015/02/textos-mutantes.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Formei-me em jornalismo no final da década de 80. Desde então muito mudou. Vários colegas meus fizeram carreira, outros embarcaram em outras, muitos sumiram. Eu continuei no jornalismo, sem tanto sucesso, entrando porém em outras searas, como o teatro. Lembro-me de que nos anos 80 os computadores ainda eram configurados manualmente. A internet era algo tão incipiente que parecia coisa de especialistas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/o_olhar_amor_na_arte_apos_o_fim_da_arte_e_da_filosofia/2015/02/textos-mutantes.html">Ler o artigo completo</a><br> o desejo de ser importante José Silveirahttp://obviousmag.org/ousa_saber/autor/2020-09-11T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/ousa_saber/2020/o-desejo-de-ser-importante.html <a href="http://obviousmag.org/ousa_saber/2020/o-desejo-de-ser-importante.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ousa_saber/2020/o-desejo-de-ser-importante.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> John Dewey, um dos maiores filósofos estadunidenses dizia que a mais profunda necessidade da natureza humana é o desejo de ser importante, ser reconhecido e ser valorizado. <br><br><a href="http://obviousmag.org/ousa_saber/2020/o-desejo-de-ser-importante.html">Ler o artigo completo</a><br> manifesto das almas livresmariamariaalicehttp://obviousmag.org/heaven_of_ideas/autor/2020-09-10T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/heaven_of_ideas/2015/03/manifesto-das-almas-livres.html <a href="http://obviousmag.org/heaven_of_ideas/2015/03/manifesto-das-almas-livres.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/heaven_of_ideas/2015/03/manifesto-das-almas-livres.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A inquietude é mais do que apenas uma consequência de ansiedade. Estar inquieto tem a ver com um estado da alma. É querer ver o mundo, se libertar de padrões, aceitar diferenças e preferir a incerteza de uma vida solta do que a previsibilidade de uma vida comum. <br><br><a href="http://obviousmag.org/heaven_of_ideas/2015/03/manifesto-das-almas-livres.html">Ler o artigo completo</a><br> a raivaAna Josefina Tellecheahttp://obviousmag.org/codigo_aberto/autor/2020-09-10T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/codigo_aberto/2015/03/a-raiva.html <a href="http://obviousmag.org/codigo_aberto/2015/03/a-raiva.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/codigo_aberto/2015/03/a-raiva.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A raiva às vezes parece ter vida própria. Ela acha que não deve se submeter à ninguém, nem mesmo ao seu dono. Ela vem e diz tudo o que bem entende, cospe as palavras e te faz ter atitudes que nem parecem estar de acordo com o comportamento habitual. <br><br><a href="http://obviousmag.org/codigo_aberto/2015/03/a-raiva.html">Ler o artigo completo</a><br>