obviousUm olhar mais demorado...2021-11-26T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2às vezes, não é sua culpaProf. Marcel Camargohttps://www.profmarcelcamargo.com/2021-11-26T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/as-vezes-nao-e-sua-culpa.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/as-vezes-nao-e-sua-culpa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/as-vezes-nao-e-sua-culpa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sobre a culpa, o remorso e seu enfrentamento, tão doloroso quanto necessário. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/as-vezes-nao-e-sua-culpa.html">Ler o artigo completo</a><br> como me tornar intelectual mesmo sendo pobre?Ronan Gonçalveshttp://obviousmag.org/naufrago/autor/2021-11-26T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/naufrago/2015/como-me-tornar-intelectual-mesmo-sendo-pobre.html <a href="http://obviousmag.org/naufrago/2015/como-me-tornar-intelectual-mesmo-sendo-pobre.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/naufrago/2015/como-me-tornar-intelectual-mesmo-sendo-pobre.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um guia para intelectualizar jovens pobres <br><br><a href="http://obviousmag.org/naufrago/2015/como-me-tornar-intelectual-mesmo-sendo-pobre.html">Ler o artigo completo</a><br> no picadeiro da vidaCarlos Henrique dos Santoshttp://obviousmag.org/longe_do_esteril_turbilhao_da_rua/autor/2021-11-26T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/longe_do_esteril_turbilhao_da_rua/2015/no-picadeiro-da-vida.html <a href="http://obviousmag.org/longe_do_esteril_turbilhao_da_rua/2015/no-picadeiro-da-vida.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/longe_do_esteril_turbilhao_da_rua/2015/no-picadeiro-da-vida.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Como definir uma narrativa? Talvez contar o modo como ela surgiu ajude: Esse texto é fruto de uma imagem (vista em 2006 no Centro de Niterói -RJ) de um homem vestido de palhaço a andar com passos firmes e expressão séria. O inusitado da imagem, pelo menos naquele dia para mim, me fez pensar no que o deixava ou poderia deixá-lo sério, e nada melhor do que os problemas da existência para explicar. Assim o conto nasceu. <br><br><a href="http://obviousmag.org/longe_do_esteril_turbilhao_da_rua/2015/no-picadeiro-da-vida.html">Ler o artigo completo</a><br> a máquina de fazer espanhóisFrederico Tomazettihttp://obviousmag.org/um_abraco_para_o_mundo/autor/2021-11-26T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/um_abraco_para_o_mundo/2015/07/a-maquina-de-fazer-espanhois.html <a href="http://obviousmag.org/um_abraco_para_o_mundo/2015/07/a-maquina-de-fazer-espanhois.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/um_abraco_para_o_mundo/2015/07/a-maquina-de-fazer-espanhois.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> ela chega de mansinho, aos poucos, é quase imperceptível, mas é inevitável. a velhice não nos bate à porta, ela chega um pouco todo dia e quando menos esperamos está sentada ao nosso lado e nos fará companhia até o fim de nossos dias. e quando estivermos ao seu lado em definitivo muitas surpresas boas e também ruins nos aguardam. <br><br><a href="http://obviousmag.org/um_abraco_para_o_mundo/2015/07/a-maquina-de-fazer-espanhois.html">Ler o artigo completo</a><br> um desinventor na faculdade de educaçãoRafael Prudenciohttp://obviousmag.org/olhos_tortos/autor/2021-11-26T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/olhos_tortos/2015/07/um-desinventor-na-faculdade-de-educacao-1.html <a href="http://obviousmag.org/olhos_tortos/2015/07/um-desinventor-na-faculdade-de-educacao-1.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/olhos_tortos/2015/07/um-desinventor-na-faculdade-de-educacao-1.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Finalmente decidimos que seremos professores. Entramos na universidade conscientes de que o caminho será difícil. Mesmo assim aceitamos vestir a capa de super-herói e sair pela cidade com o sonho de resolver todos os problemas relacionados à educação. Mas ninguém nos avisa que no meio do caminho tem uma faculdade de educação cheia de pedagogos e psicólogos que vendam nossos olhos para a realidade educacional. Diante desse grande problema, há somente uma saída: tornar-se um desinventor. Um bom professor é aquele desinventa o que não deu certo no ensino. <br><br><a href="http://obviousmag.org/olhos_tortos/2015/07/um-desinventor-na-faculdade-de-educacao-1.html">Ler o artigo completo</a><br> o que importa é a luz naturalEloah Cristinahttp://lounge.obviousmag.org/eloah_cristina/autor/2021-11-17T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/eloah_cristina/2014/07/post.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/eloah_cristina/2014/07/post.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/eloah_cristina/2014/07/post.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Através de sua fotografia, Elena abusa de cenários e condições climáticas para expressar sua inspiração em ambientes rurais e fenômenos naturais! <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/eloah_cristina/2014/07/post.html">Ler o artigo completo</a><br> a minha crítica à razão puraFarley Ramoshttp://lounge.obviousmag.org/particulas_do_acaso/autor/2021-11-16T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/particulas_do_acaso/2014/07/a-minha-critica-a-razao-pura.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/particulas_do_acaso/2014/07/a-minha-critica-a-razao-pura.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/particulas_do_acaso/2014/07/a-minha-critica-a-razao-pura.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não gosto de Nietzsche, filosofia não existe, não gosto de Sócrates, só temo a morte. Não gosto de Robespierre, ele que me erre. Da revolução francesa, só sobrou uma toalha de mesa. De que me importam os filósofos com os egos maiores que os nossos? De que me vale aforismos, se prefiro o lirismo? De que me vale Platão, se penso com o coração? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/particulas_do_acaso/2014/07/a-minha-critica-a-razao-pura.html">Ler o artigo completo</a><br> casa de bonecas, casa da dorKavita Kavitahttp://lounge.obviousmag.org/no_escuro_alguma_falena/autor/2021-11-16T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/no_escuro_alguma_falena/2014/07/casa-de-bonecas-casa-da-dor.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/no_escuro_alguma_falena/2014/07/casa-de-bonecas-casa-da-dor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/no_escuro_alguma_falena/2014/07/casa-de-bonecas-casa-da-dor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O artista brasileiro Farnese de Andrade(1926-1996) dedicou sua vida a concretizar de forma plástica a existência de dor e sofrimento que é imposta a todos os homens sobre a face da Terra. Utilizando, em grande parte de suas obras, bonecas abandonadas e destruídas para representar a fragilidade dos corpos humanos fadados a morte e ao desaparecimento, o artista muitas vezes, numa espécie de transe ritualístico, as mutilava e calcinava lentamente para só depois as inserir em suas caixas e redomas de resina. As bonecas de Farnese dizem muito em sua mudez de corpo aniquilado: o que dizem? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/no_escuro_alguma_falena/2014/07/casa-de-bonecas-casa-da-dor.html">Ler o artigo completo</a><br> blanka-coletivo artísticoJoão Cefalihttp://lounge.obviousmag.org/moksha2021-11-16T00:20:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/moksha/2014/07/blanka.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2014/07/blanka.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/moksha/2014/07/blanka.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Blanka é uma galeria online e um arquivo permanente que celebra o que há, houve e haverá de melhor na área de comunicação visual criativa em mídia impressa. Este site trabalha colaborativamente com artistas de todos os cantos do planeta mostrando seus trabalhos e vendendo alguns nas mais diversas disciplinas. Trabalhos que realmente expressão o amor pela arte de forma excepcional, inovadora. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2014/07/blanka.html">Ler o artigo completo</a><br> as amélias de chico buarquemarcinhohttp://lounge.obviousmag.org/garimpando_o_luar/autor/2021-11-15T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/garimpando_o_luar/2014/09/as-amelias-de-chico-buarque.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/garimpando_o_luar/2014/09/as-amelias-de-chico-buarque.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/garimpando_o_luar/2014/09/as-amelias-de-chico-buarque.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Todos sabemos que Chico Buarque conquistou a alma feminina, mas poucos foram capazes de entender o que, até então, só ele entendia. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/garimpando_o_luar/2014/09/as-amelias-de-chico-buarque.html">Ler o artigo completo</a><br> processos de institucionalização e a mortificação do euTalita Baldinhttp://obviousmag.org/olhares_e_silencio/autor/2021-11-15T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/olhares_e_silencio/2015/processos-de-institucionalizacao-e-a-mortificacao-do-eu.html <a href="http://obviousmag.org/olhares_e_silencio/2015/processos-de-institucionalizacao-e-a-mortificacao-do-eu.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/olhares_e_silencio/2015/processos-de-institucionalizacao-e-a-mortificacao-do-eu.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O corpo morre quando não é mais capaz de aguentar a mortificação a que é submetido, fruto de práticas fascistas, práticas autoritárias e totalitárias de vigilância e disciplina. O corpo disciplinado em instituições controladoras morre quando perde a capacidade de ser afetado pelos acontecimentos do mundo, quando se torna blindado. Sob a ótica da psicanálise, poderíamos dizer que a mortificação do corpo seria sintoma da relação entre um corpo impenetrável e um Pai onipotente e que não dá tréguas – “um pai institucional”. <br><br><a href="http://obviousmag.org/olhares_e_silencio/2015/processos-de-institucionalizacao-e-a-mortificacao-do-eu.html">Ler o artigo completo</a><br> o desenvolvimento das tvs nos últimos 50 anos obvious magazine2021-11-15T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/sphere/2015/07/o-desenvolvimento-das-tvs-nos-ultimos-50-anos.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2015/07/o-desenvolvimento-das-tvs-nos-ultimos-50-anos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2015/07/o-desenvolvimento-das-tvs-nos-ultimos-50-anos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Todo mundo sabe que a comunicação não seria possível separada da vida social. Uma depende da outra para existir. Desta forma, a sociedade desde sempre buscou maneiras para diminuir distâncias, levando mais longe qualquer forma de mensagem, ou jeito de se comunicar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2015/07/o-desenvolvimento-das-tvs-nos-ultimos-50-anos.html">Ler o artigo completo</a><br> a arte de brinquedo de wendy tsao Reizimar Munizhttp://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/autor/2021-11-15T00:20:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2014/07/wendy-tsao-o-contrario-de-desistir.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2014/07/wendy-tsao-o-contrario-de-desistir.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2014/07/wendy-tsao-o-contrario-de-desistir.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Rabiscos em 3D <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2014/07/wendy-tsao-o-contrario-de-desistir.html">Ler o artigo completo</a><br> saudadesYasmin Corbohttp://obviousmag.org/yasmincorbo/autor/2021-11-14T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/yasmincorbo/2015/saudades.html <a href="http://obviousmag.org/yasmincorbo/2015/saudades.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/yasmincorbo/2015/saudades.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Saudade é uma coisa difícil de traduzir. Em dois sentidos. Primeiramente, porque só no idioma brasileiro existe uma palavra para definir a complexidade deste sentimento. E só na alma humana se desenvolve um vazio tão cortante. <br><br><a href="http://obviousmag.org/yasmincorbo/2015/saudades.html">Ler o artigo completo</a><br> a história da mentalidade: juquery - hospital psiquiátricoPatricia Abiliohttp://obviousmag.org/notas_sobre_o_nada/autor/2021-11-14T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/notas_sobre_o_nada/2015/a-historia-da-mentalidade-juquery---hospital-psiquiatrico.html <a href="http://obviousmag.org/notas_sobre_o_nada/2015/a-historia-da-mentalidade-juquery---hospital-psiquiatrico.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/notas_sobre_o_nada/2015/a-historia-da-mentalidade-juquery---hospital-psiquiatrico.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O sistema capitalista vigente, potencializou os espaços urbanos e as desigualdades sociais. A cidade industrializada, transforma o espaço físico, as multidões aglomeradas, trazem doenças, perigos eminentes, caos, desordem. A medicina sanitária, trabalha nos polos urbanos, contendo as epidemias, contaminações, causadas pelo meio geográfico, moradia. <br><br><a href="http://obviousmag.org/notas_sobre_o_nada/2015/a-historia-da-mentalidade-juquery---hospital-psiquiatrico.html">Ler o artigo completo</a><br> canta, federico garcía lorca. Ângela Broilohttp://obviousmag.org/angela_broilo/autor/2021-11-14T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/angela_broilo/2015/canta-federico-garcia-lorca.html <a href="http://obviousmag.org/angela_broilo/2015/canta-federico-garcia-lorca.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/angela_broilo/2015/canta-federico-garcia-lorca.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Vai fazer 80 anos em 2016. Federico García Lorca, o poeta pássaro, foi umas das primeiras vítimas dos militantes fascistas durante a Guerra Civil Espanhola. Executado aos 38 anos, deixou uma obra extensa, que fala de amor, solidariedade, paixão ibérica, tragédia humana. Conheça mais e prepare o Sarau. <br><br><a href="http://obviousmag.org/angela_broilo/2015/canta-federico-garcia-lorca.html">Ler o artigo completo</a><br> a perturbada da corte: risos e lições inspiradoras através de quadrinhosJaqueline Gomeshttp://obviousmag.org/desordenei/autor/2021-11-14T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/desordenei/2015/anna-bolenna---a-perturbada-da-corte-em-quadrinhos.html <a href="http://obviousmag.org/desordenei/2015/anna-bolenna---a-perturbada-da-corte-em-quadrinhos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/desordenei/2015/anna-bolenna---a-perturbada-da-corte-em-quadrinhos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Conheça os irreverentes, engraçados e inquietantes quadrinhos da mineira Bianca, criadora da personagem Anna Bolenna - a perturbada da corte. <br><br><a href="http://obviousmag.org/desordenei/2015/anna-bolenna---a-perturbada-da-corte-em-quadrinhos.html">Ler o artigo completo</a><br> o tamanho da nossa ignorância ( parte 3 )Dante Donatellihttp://obviousmag.org/obra_das_palavras/autor/2021-11-14T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/obra_das_palavras/2015/07/o-tamanho-da-nossa-ignorancia-parte-3.html <a href="http://obviousmag.org/obra_das_palavras/2015/07/o-tamanho-da-nossa-ignorancia-parte-3.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/obra_das_palavras/2015/07/o-tamanho-da-nossa-ignorancia-parte-3.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Uma amostra dos hábitos de leitura do brasileiro. <br><br><a href="http://obviousmag.org/obra_das_palavras/2015/07/o-tamanho-da-nossa-ignorancia-parte-3.html">Ler o artigo completo</a><br> perdoar os outros é fácil...Viviane Battistellahttp://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/autor/2021-11-13T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/perdoar-os-outros-e-facil.html <a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/perdoar-os-outros-e-facil.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/perdoar-os-outros-e-facil.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> ...difícil é perdoar a si mesmo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/perdoar-os-outros-e-facil.html">Ler o artigo completo</a><br> a filosofia do ser em wish you were hereBruno Limahttp://obviousmag.org/filosofia_tecnologia_arte_e_pensamento/autor/2021-11-13T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/filosofia_tecnologia_arte_e_pensamento/2015/a-filosofia-do-ser-em-wish-you-were-here.html <a href="http://obviousmag.org/filosofia_tecnologia_arte_e_pensamento/2015/a-filosofia-do-ser-em-wish-you-were-here.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/filosofia_tecnologia_arte_e_pensamento/2015/a-filosofia-do-ser-em-wish-you-were-here.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Afinal, seremos parte da luta pelo Ser, ou protagonistas de seu sumiço? <br><br><a href="http://obviousmag.org/filosofia_tecnologia_arte_e_pensamento/2015/a-filosofia-do-ser-em-wish-you-were-here.html">Ler o artigo completo</a><br> 10 atitudes fáceis para começar a mudar o mundo jáBárbara Valsézia dos Santoshttp://obviousmag.org/coisas_barbaras/autor/2021-11-13T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/coisas_barbaras/2015/10-atitudes-faceis-para-comecar-a-mudar-o-mundo-ja.html <a href="http://obviousmag.org/coisas_barbaras/2015/10-atitudes-faceis-para-comecar-a-mudar-o-mundo-ja.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/coisas_barbaras/2015/10-atitudes-faceis-para-comecar-a-mudar-o-mundo-ja.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Reclamar é fácil, fazer é difícil. Já dizia a sua avó? Ela está correta! Com tanta coisa errada no mundo, é simples criticar as atitudes (ou a falta de) do próximo. E você? Está fazendo o que para melhorar a situação? Veja 10 coisas simples pra fazer já! <br><br><a href="http://obviousmag.org/coisas_barbaras/2015/10-atitudes-faceis-para-comecar-a-mudar-o-mundo-ja.html">Ler o artigo completo</a><br> a depressão que afeta os homensViviane Battistellahttp://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/autor/2021-11-13T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-depressao-que-afeta-os-homens.html <a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-depressao-que-afeta-os-homens.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-depressao-que-afeta-os-homens.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Inicialmente vista pelo senso comum como uma doença que afeta mais as mulheres, a depressão é a causa do sofrimento físico e emocional de muitos homens que desconhecem estar doentes. <br><br><a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-depressao-que-afeta-os-homens.html">Ler o artigo completo</a><br> deus não curtiu meu postDoroty Santoshttp://obviousmag.org/a_procura_de_almas_e_coracoes/autor/2021-11-13T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/a_procura_de_almas_e_coracoes/2015/deus-nao-curtiu-meu-post.html <a href="http://obviousmag.org/a_procura_de_almas_e_coracoes/2015/deus-nao-curtiu-meu-post.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_procura_de_almas_e_coracoes/2015/deus-nao-curtiu-meu-post.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Os múltiplos posts direcionados a Deus acabam servindo como desabafos cibernéticos, são webdivãs. Eles têm a função de fazer com que nós, pessoas mortais, tenhamos momentos de alívio, mesmo que instantâneos, os deuses não tem nada a ver com isso. <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_procura_de_almas_e_coracoes/2015/deus-nao-curtiu-meu-post.html">Ler o artigo completo</a><br> a sociedade mudou, e as famílias tambémViviane Battistellahttp://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/autor/2021-11-12T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-sociedade-mudou-e-as-familias-tambem.html <a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-sociedade-mudou-e-as-familias-tambem.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-sociedade-mudou-e-as-familias-tambem.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Se Timão e Pumba criaram Simba, por que só aceitamos as famílias tradicionais? <br><br><a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/a-sociedade-mudou-e-as-familias-tambem.html">Ler o artigo completo</a><br> liberte-se das expectativasViviane Battistellahttp://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/autor/2021-11-12T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/liberte-se-das-expectativas.html <a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/liberte-se-das-expectativas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/liberte-se-das-expectativas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Excesso de expectativa é o caminho mais curto para a frustração." (Martha Medeiros) <br><br><a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/liberte-se-das-expectativas.html">Ler o artigo completo</a><br> receita para alcançar a imortalidadeJoão Cerqueirahttp://obviousmag.org/corte_e_costura/autor/2021-11-12T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/corte_e_costura/2015/receita-para-alcancar-a-imortalidade.html <a href="http://obviousmag.org/corte_e_costura/2015/receita-para-alcancar-a-imortalidade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/corte_e_costura/2015/receita-para-alcancar-a-imortalidade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O homem começou a escrever para se tornar imortal. <br><br><a href="http://obviousmag.org/corte_e_costura/2015/receita-para-alcancar-a-imortalidade.html">Ler o artigo completo</a><br> a minha profissão não me defineLarissa Bispohttp://obviousmag.org/impermanencia/autor/2021-11-12T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/impermanencia/2015/a-minha-profissao-nao-me-define.html <a href="http://obviousmag.org/impermanencia/2015/a-minha-profissao-nao-me-define.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/impermanencia/2015/a-minha-profissao-nao-me-define.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Vejo cada vez mais pessoas começarem a resposta da pergunta "Quem você é?" com uma palavra: aquilo com o que escolheram trabalhar. Mas o isso quer dizer sobre nós mesmos? Será que ser alguém necessariamente significa ter uma profissão? <br><br><a href="http://obviousmag.org/impermanencia/2015/a-minha-profissao-nao-me-define.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre o adeusAnne Britohttp://obviousmag.org/desnudo/autor/2021-11-12T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/desnudo/2015/sobre-o-adeus.html <a href="http://obviousmag.org/desnudo/2015/sobre-o-adeus.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/desnudo/2015/sobre-o-adeus.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Essa palavra faz parte da nossa vida tanto quanto faz parte do nosso vocabulário. Todos nós já esbarramos com ela no meio do caminho, tenho certeza. Mas eu te proponho a perceber que o adeus não é algo pontual e sim uma prática que acontece um pouco a cada dia. <br><br><a href="http://obviousmag.org/desnudo/2015/sobre-o-adeus.html">Ler o artigo completo</a><br> a menina e o jogo do contentePoliane Teixeirahttp://obviousmag.org/constante_inconstancia/autor/2021-11-11T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/constante_inconstancia/2015/a-me.html <a href="http://obviousmag.org/constante_inconstancia/2015/a-me.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/constante_inconstancia/2015/a-me.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Como fazer para lidar com a vida de uma forma que pareça mais tranquila quando temos a impressão de que a cada dia que passa estamos menos sensíveis e mais robóticos? Como ter uma vida de adulto cheia de responsabilidades e ao mesmo tempo ficar contente com isso? Nessa correria diária qual é o tempo em que podemos arrumar pra respirar e ouvir o que nosso coração tem a nos dizer? Qual é o tempo que nos resta para olhar a vida com os olhos inocentes de uma criança e apenas agradecer? O livro "Pollyana" de Eleanor H. Porter, tem o poder de nos ensinar e transformar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/constante_inconstancia/2015/a-me.html">Ler o artigo completo</a><br> limpando a áreaViviane Battistellahttp://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/autor/2021-11-11T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/limpando-a-area.html <a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/limpando-a-area.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/limpando-a-area.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> ...porque sem o velho sair, o novo não entra. <br><br><a href="http://obviousmag.org/vida_manual_do_usuario/2015/limpando-a-area.html">Ler o artigo completo</a><br> esse texto não é para vocêFlávia Farhathttp://obviousmag.org/lumiere/autor/2021-11-11T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/lumiere/2015/esse-texto-nao-e-para-voce.html <a href="http://obviousmag.org/lumiere/2015/esse-texto-nao-e-para-voce.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/lumiere/2015/esse-texto-nao-e-para-voce.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Esse texto não é para você que ignora o sofrimento a sua volta para brindar a própria felicidade. Esse texto não é para você que fecha os olhos e os ouvidos para a desgraça, o horror e a injustiça. Por favor, pare de ler imediatamente. Esse texto não é para você. <br><br><a href="http://obviousmag.org/lumiere/2015/esse-texto-nao-e-para-voce.html">Ler o artigo completo</a><br> o jornalismo e as p(a)utasLuiza Costahttp://obviousmag.org/canhotanavida/autor/2021-11-11T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/canhotanavida/2015/o-jornalismo-e-as-pautas.html <a href="http://obviousmag.org/canhotanavida/2015/o-jornalismo-e-as-pautas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/canhotanavida/2015/o-jornalismo-e-as-pautas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Até quando o jornalismo que deveria buscar a objetividade, dirá o que é certo ou errado? Até quando o jornalismo, do alto de sua bancada, continuará julgando mulheres e travestis? <br><br><a href="http://obviousmag.org/canhotanavida/2015/o-jornalismo-e-as-pautas.html">Ler o artigo completo</a><br> braços abertosMariana Matutinohttp://obviousmag.org/mariana_matutino/autor/2021-11-11T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/mariana_matutino/2015/bracos-abertos.html <a href="http://obviousmag.org/mariana_matutino/2015/bracos-abertos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/mariana_matutino/2015/bracos-abertos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Abrimos os braços para os refugiados da Síria, a foto do menino afogado sensibilizou a muitos. Mas, não roubem nossos empregos, não façam riqueza aqui e, assim que possível voltem para a Síria – são os recados velados por trás de muitos comentários nas redes sociais. <br><br><a href="http://obviousmag.org/mariana_matutino/2015/bracos-abertos.html">Ler o artigo completo</a><br> a (não) escolha de um padrinho de casamentoCamila Cacauhttp://obviousmag.org/agucadas_percepcoes/autor/2021-11-10T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/agucadas_percepcoes/2015/a-nao-escolha-de-um-padrinho-de-casamento.html <a href="http://obviousmag.org/agucadas_percepcoes/2015/a-nao-escolha-de-um-padrinho-de-casamento.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/agucadas_percepcoes/2015/a-nao-escolha-de-um-padrinho-de-casamento.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Cada pessoa tem um critério diferente para a escolha dos padrinhos de casamento. Alguns escolhem pela amizade que nutrem, outros pelo presente que possam vir a ganhar. Independente do critério, é muito comum que nesse processo de escolha seja levado em consideração não magoar o outro. E, assim, fazemos uma concessão aqui, outra ali. E, quando nos damos conta, nossos padrinhos foram escolhidos. E aí vem a dúvida, será que somos nós mesmos que escolhemos os nossos padrinhos de casamento? <br><br><a href="http://obviousmag.org/agucadas_percepcoes/2015/a-nao-escolha-de-um-padrinho-de-casamento.html">Ler o artigo completo</a><br> a escrita, na visão de chico buarqueVany Grizantehttp://obviousmag.org/visao/autor/2021-11-10T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/visao/2015/budapeste-na-visao-de-chico-buarque.html <a href="http://obviousmag.org/visao/2015/budapeste-na-visao-de-chico-buarque.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/visao/2015/budapeste-na-visao-de-chico-buarque.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Chico Buarque tem uma invejável intimidade com as palavras. Em Budapeste, romance com final enigmático, ele se supera. <br><br><a href="http://obviousmag.org/visao/2015/budapeste-na-visao-de-chico-buarque.html">Ler o artigo completo</a><br> cuidado, companheiro! a vida é pra valerFellipe Torreshttp://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/autor/2021-11-10T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2021/07/cuidado-companheiro-a-vida-e-pra-valer.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2021/07/cuidado-companheiro-a-vida-e-pra-valer.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2021/07/cuidado-companheiro-a-vida-e-pra-valer.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Estar na vida plenamente é assumir compromisso com o encantamento a todo custo. Encantar e ser encantado, renovar e inovar quando necessário, enaltecendo o autêntico, o espontâneo, o inesperado. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2021/07/cuidado-companheiro-a-vida-e-pra-valer.html">Ler o artigo completo</a><br> revolução russaJosé Renato Ferraz da Silveirahttp://obviousmag.org/ousa_saber/autor/2021-11-10T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/ousa_saber/2021/revolucao-russa.html <a href="http://obviousmag.org/ousa_saber/2021/revolucao-russa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ousa_saber/2021/revolucao-russa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Para alguns, a revolução russa continua servindo de inspiração. Para outros, a revolução russa serve como advertência terrível. <br><br><a href="http://obviousmag.org/ousa_saber/2021/revolucao-russa.html">Ler o artigo completo</a><br> os vários "feminismos"Francisco Fernandes Ladeirahttp://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/autor/2021-11-10T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2021/os-varios-feminismos.html <a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2021/os-varios-feminismos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2021/os-varios-feminismos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Este texto aborda os diferentes "feminismos", tendo como base os conteúdos do canal do YouTube "Fermento Feminista", da jornalista Gabriella Rodrigues. <br><br><a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2021/os-varios-feminismos.html">Ler o artigo completo</a><br> esqueça o que te disseram sobre o amorGuilherme Moreira Jr.http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/autor/2021-10-23T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/11/esqueca-o-que-te-disseram-sobre-o-amor.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/11/esqueca-o-que-te-disseram-sobre-o-amor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/11/esqueca-o-que-te-disseram-sobre-o-amor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A força invencível que impulsiona o mundo não são os amores felizes, mas os contrariados. (Gabriel García Márquez) <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/11/esqueca-o-que-te-disseram-sobre-o-amor.html">Ler o artigo completo</a><br> a beleza das pinturas de iris graceVanelli Doratiotohttp://obviousmag.org/alcova_moderna/autor/2021-10-18T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/alcova_moderna/2015/09/-quem-ve-a-pequena.html <a href="http://obviousmag.org/alcova_moderna/2015/09/-quem-ve-a-pequena.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/alcova_moderna/2015/09/-quem-ve-a-pequena.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Uma mãe e um pai dedicados, uma gata Maine Coon e uma linda menina chamada Iris Grace compõem a beleza dessa história de amor e superação, na qual em busca de tornar a vida da pequena Iris mais confortável os pais presentearam o mundo com pinturas singulares, tão belas e cheias de poesia quanto a atmosfera que os envolve. <br><br><a href="http://obviousmag.org/alcova_moderna/2015/09/-quem-ve-a-pequena.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre a idéia de deus na poesia de fernando pessoa Ana Lúcia Goslinghttp://obviousmag.org/puro_achismo/autor/2021-10-18T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/puro_achismo/2015/sobre-a-ideia-de-deus-na-poesia-de-fernando-pessoa.html <a href="http://obviousmag.org/puro_achismo/2015/sobre-a-ideia-de-deus-na-poesia-de-fernando-pessoa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/puro_achismo/2015/sobre-a-ideia-de-deus-na-poesia-de-fernando-pessoa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Fernando Pessoa é um dos maiores poetas da Língua Portuguesa e ainda hoje é revisitado frequentemente porque sua poesia, tanto na talentosa forma que se expressa quanto nas idéias que veicula, ainda se mantém atual. Entre as muitas leituras possíveis, debruçamos o olhar sobre uma possível concepção da idéia de Deus na sua obra, que rompe com as construções religiosas vigentes e enaltece a identificação e o carinho por uma imagem mais humana do divino, talvez preenchendo uma lacuna do coração humano atual. <br><br><a href="http://obviousmag.org/puro_achismo/2015/sobre-a-ideia-de-deus-na-poesia-de-fernando-pessoa.html">Ler o artigo completo</a><br> o juiz e o desapegoDaniel Viannahttp://obviousmag.org/ajanela/autor/2021-10-18T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/ajanela/2015/o-juiz-e-o-desapego.html <a href="http://obviousmag.org/ajanela/2015/o-juiz-e-o-desapego.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ajanela/2015/o-juiz-e-o-desapego.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "A morte de Ivan Ilitch", de Tolstoi, nos lembra que a dependência demasiada de um emprego, pessoa ou objeto torna o indivíduo um escravo das circunstâncias. Eis o preço da verdadeira liberdade: o desapego! Pronto para pagar por ele? <br><br><a href="http://obviousmag.org/ajanela/2015/o-juiz-e-o-desapego.html">Ler o artigo completo</a><br> coisas que deixamos pelo caminhoJosé Domingueshttp://obviousmag.org/j_domingues/autor/2021-10-18T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/j_domingues/2015/coisas-que-deixamos-pelo-caminho.html <a href="http://obviousmag.org/j_domingues/2015/coisas-que-deixamos-pelo-caminho.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/j_domingues/2015/coisas-que-deixamos-pelo-caminho.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Tudo passa, tudo se esvai – é uma constatação que sempre temos diante de uma perda. – Nos separar de algo que nos é importante é, pois, necessário para aprendermos que na vida não se pode, de forma alguma, carregar tudo conosco. <br><br><a href="http://obviousmag.org/j_domingues/2015/coisas-que-deixamos-pelo-caminho.html">Ler o artigo completo</a><br> por que não é bom ter filho único?Sílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2021-10-17T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/10/por-que-nao-e-bom-ter-filho-unico.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/10/por-que-nao-e-bom-ter-filho-unico.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/10/por-que-nao-e-bom-ter-filho-unico.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Por que não é bom ter filho único? Quem inventou tal formulação? Não nego os benefícios e alegrias de ter um irmão. Mas dizer que filho único é infeliz, solitário, não tem com quem brincar, não aprende a dividir e por isso vira um mimado chato que ninguém aguenta é mito. Existem caçulas que são mimados chatos. Existem filhos primogênitos que são mimados chatos. Existem filhos do meio que são mimados chatos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/10/por-que-nao-e-bom-ter-filho-unico.html">Ler o artigo completo</a><br> estou te deixando, mas eu não sou o vilão da históriaProf. Marcel Camargohttps://www.profmarcelcamargo.com/2021-10-17T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/estou-te-deixando-mas-eu-nao-sou-o-vilao-da-historia.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/estou-te-deixando-mas-eu-nao-sou-o-vilao-da-historia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/estou-te-deixando-mas-eu-nao-sou-o-vilao-da-historia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Quem toma a iniciativa de romper mal sabe o bem que sua atitude acarretará, oportunizando ao outro a possibilidade de se livrar de um peso que o aprisionava a uma situação vazia de sentido, sem que o percebesse, oferecendo-lhe a chance de partir em busca de ser feliz junto de alguém que o amará de verdade, como todos de fato merecemos, por mais que doa e demore." <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2015/estou-te-deixando-mas-eu-nao-sou-o-vilao-da-historia.html">Ler o artigo completo</a><br> a angústia do escritor ou de quando li roberto bolañoRoberto Denserhttp://obviousmag.org/roberto_denser/autor/2021-10-17T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/roberto_denser/2015/a-angustia-do-escritor-ou-de-quando-li-roberto-bolano.html <a href="http://obviousmag.org/roberto_denser/2015/a-angustia-do-escritor-ou-de-quando-li-roberto-bolano.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/roberto_denser/2015/a-angustia-do-escritor-ou-de-quando-li-roberto-bolano.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A maior angústia de um escritor é se deparar com uma obra que considera insuperável. Neste ensaio escrito a pedido, faço algumas considerações sobre esse tipo particular de angústia, partindo principalmente de minha experiência pessoal como escritor. <br><br><a href="http://obviousmag.org/roberto_denser/2015/a-angustia-do-escritor-ou-de-quando-li-roberto-bolano.html">Ler o artigo completo</a><br> deixa o danúbio te levar...Maria Brockerhoffhttp://lounge.obviousmag.org/da_janela_das_eumenides/autor/2021-10-17T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/da_janela_das_eumenides/2015/10/deixa-o-danubio-te-levar.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/da_janela_das_eumenides/2015/10/deixa-o-danubio-te-levar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/da_janela_das_eumenides/2015/10/deixa-o-danubio-te-levar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O rio Danúbio é o coração histórico da Europa, além de fonte de água potável. Inestimável presente para uma dezena de países. Culturas milenares, os mais diversos costumes, lendas e canções são ligados e enriquecidos pelo fluxo deste belíssimo rio-mundo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/da_janela_das_eumenides/2015/10/deixa-o-danubio-te-levar.html">Ler o artigo completo</a><br> o presente de aniversário de sylvia plathRaquel Avoliohttp://obviousmag.org/raquel_avolio/autor/2021-10-17T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/raquel_avolio/2015/o-presente-de-aniversario-de-sylvia-plath.html <a href="http://obviousmag.org/raquel_avolio/2015/o-presente-de-aniversario-de-sylvia-plath.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/raquel_avolio/2015/o-presente-de-aniversario-de-sylvia-plath.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sylvia Plath, escritora norte-americana transformada em ícone após sua morte trágica, é autora de Ariel, uma das coletâneas poéticas mais importantes e influentes do século XX. Plath não poupou o leitor de sua poesia de ter uma visão ampla dos aspectos mais íntimos de sua vida: através de breves análises de sua obra poética confessional, podemos conhecer muito sobre uma mulher intensa, instável e atormentada, mas, acima de tudo, à frente de seu tempo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/raquel_avolio/2015/o-presente-de-aniversario-de-sylvia-plath.html">Ler o artigo completo</a><br> a diferença entre autoajuda e filosofiaSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2021-10-16T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/11/a-diferenca-entre-autoajuda-e-filosofia.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/11/a-diferenca-entre-autoajuda-e-filosofia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/11/a-diferenca-entre-autoajuda-e-filosofia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Podemos sugerir que a pessoa desenvolva o autoconhecimento, mas não podemos dizer quem ela é. Cada um terá que descobrir sozinho como se encontrar nos escombros da realidade e resgatar-se do seu lixo emocional. Podemos incentivar que a pessoa expresse seus sentimentos, mas não podemos definir a forma com que ela fará isso. Podemos sugerir que a pessoa deixe para lá pequenas mesquinharias e problemas menores. Mas não podemos definir o que é grande e pequeno para ela. Podemos apenas dar exemplos baseados em nossa experiência, mas sem nenhum caráter absoluto ou fechado, apenas ilustrativo para dar uma cor aos textos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2015/11/a-diferenca-entre-autoajuda-e-filosofia.html">Ler o artigo completo</a><br> não quero mais migalhas de atençãoCarlos Mionhttp://lounge.obviousmag.org/feminalis/autor/2021-10-16T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2015/10/nao-quero-mais-migalhas-de-atencao.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2015/10/nao-quero-mais-migalhas-de-atencao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2015/10/nao-quero-mais-migalhas-de-atencao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Até onde você deve ir para satisfazer suas carências? O que falta em você realmente falta ou você criou uma necessidade exacerbada de receber o que acha que tanto merece? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2015/10/nao-quero-mais-migalhas-de-atencao.html">Ler o artigo completo</a><br>