obviousUm olhar mais demorado...2018-06-27T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2ninguém consegue ferir quem se aceita exatamente como éMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-27T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ninguem-consegue-ferir-quem-se-aceita-exatamente-como-e.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ninguem-consegue-ferir-quem-se-aceita-exatamente-como-e.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ninguem-consegue-ferir-quem-se-aceita-exatamente-como-e.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quem se aceita exatamente como é não tenta agradar a todos, nem dá valor ao que os outros vão falar, vão pensar, vão fofocar, pois tem certeza de que é muito maior e melhor do que todo mal ao seu redor. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/ninguem-consegue-ferir-quem-se-aceita-exatamente-como-e.html">Ler o artigo completo</a><br> é tão raro quem conversa; as pessoas só querem falarMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-26T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/e-tao-raro-quem-conversa-as-pessoas-so-querem-falar.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/e-tao-raro-quem-conversa-as-pessoas-so-querem-falar.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/e-tao-raro-quem-conversa-as-pessoas-so-querem-falar.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em muitos momentos, precisaremos de alguém que nos ouça, que preste atenção em nossos sentimentos, que divida a dor que nos assola, apenas ali do lado, olhando-nos os olhos e acolhendo nossa alma quebrada. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/e-tao-raro-quem-conversa-as-pessoas-so-querem-falar.html">Ler o artigo completo</a><br> tomar café com um amigo: uma das melhores terapias do mundo!Marcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-25T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/tomar-cafe-com-um-amigo-uma-das-melhores-terapias-do-mundo.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/tomar-cafe-com-um-amigo-uma-das-melhores-terapias-do-mundo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/tomar-cafe-com-um-amigo-uma-das-melhores-terapias-do-mundo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não há quem possa manter um mínimo de equilíbrio sem ter ao menos uma pessoa com quem dividir momentos de descontração e divertimentos, como um cafezinho ou uma cervejinha, para espairecer e se esquecer, por breves momentos que sejam, do montante de dissabores que fazem parte da vida. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/tomar-cafe-com-um-amigo-uma-das-melhores-terapias-do-mundo.html">Ler o artigo completo</a><br> ode descontínua e remota para flauta e oboé: de ariana para dionísio.Adriana Calóhttp://obviousmag.org/coisas_de_dri/autor/2018-06-25T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/coisas_de_dri/2018/ode-descontinua-e-remota-para-flauta-e-oboe-de-ariana-para-dionisio.html <a href="http://obviousmag.org/coisas_de_dri/2018/ode-descontinua-e-remota-para-flauta-e-oboe-de-ariana-para-dionisio.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/coisas_de_dri/2018/ode-descontinua-e-remota-para-flauta-e-oboe-de-ariana-para-dionisio.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Poemas do livro "Júbilo, Memória, Noviciado da Paixão" de Hilda Hilst musicados por Zeca Baleiro. <br><br><a href="http://obviousmag.org/coisas_de_dri/2018/ode-descontinua-e-remota-para-flauta-e-oboe-de-ariana-para-dionisio.html">Ler o artigo completo</a><br> o walkman do senhor das estrelasRafael Morenohttp://obviousmag.org/toca_a_fita/autor/2018-06-24T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/toca_a_fita/2018/o-walkman-do-senhor-das-estrelas.html <a href="http://obviousmag.org/toca_a_fita/2018/o-walkman-do-senhor-das-estrelas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/toca_a_fita/2018/o-walkman-do-senhor-das-estrelas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Com isso temos a música como um personagem bem forte nos filmes dos Guardiões da Galáxia. Ela é o elo de Peter com sua casa, o amor entre mãe e filho, sua bússola para a vida, o assunto não resolvido com o pai, sua identificação como humano. A música nos faz mais humanos. Mais vivos. E que assim seja em todo o universo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/toca_a_fita/2018/o-walkman-do-senhor-das-estrelas.html">Ler o artigo completo</a><br> mulher, a poesia da força humananatally rodrigueshttp://obviousmag.org/doce_menina/autor/2018-06-24T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/doce_menina/2018/mulher-a-poesia-da-forca-humana.html <a href="http://obviousmag.org/doce_menina/2018/mulher-a-poesia-da-forca-humana.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/doce_menina/2018/mulher-a-poesia-da-forca-humana.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Que um dia, nós saibamos brindar a existência desse ser que luta, inspira o mundo, é foda demais, é a força, o suor, o trabalho, o descanso, é a beleza universal de coragem, é quem vai mesmo quando todo mundo acha que ela não vai dar em nada, é ela que se ama em primeiro lugar, acredita em seus sonhos e bota a cara para que o mundo seja mais bonito, mais humano, mais igual. <br><br><a href="http://obviousmag.org/doce_menina/2018/mulher-a-poesia-da-forca-humana.html">Ler o artigo completo</a><br> o quadrado: até que ponto a arte é arte Fernanda Villas Boashttp://obviousmag.org/imagens_e_palavras/autor/2018-06-23T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2018/03/o-quadrado-ate-que-ponto-a-arte-contempoanea.html <a href="http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2018/03/o-quadrado-ate-que-ponto-a-arte-contempoanea.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2018/03/o-quadrado-ate-que-ponto-a-arte-contempoanea.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Quadrado, filme dirigido pelo sueco, Ruben Ostland (2017) faz uma autocrítica às instalações e outras formas de arte contemporânea que pretendem criticar as desigualdades sociais, mas nem sempre são fiéis ao seu papel de criação subjetiva que liberta e elucida a consciência humana, por causa dos organizadores de exposições caras. <br><br><a href="http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2018/03/o-quadrado-ate-que-ponto-a-arte-contempoanea.html">Ler o artigo completo</a><br> headbangerSan Ramonhttp://lounge.obviousmag.org/o_eremita_laranja/autor/2018-06-23T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/o_eremita_laranja/2018/03/headbanger.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/o_eremita_laranja/2018/03/headbanger.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/o_eremita_laranja/2018/03/headbanger.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sobre a vida e o seus ciclos... e rock'n'rolla <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/o_eremita_laranja/2018/03/headbanger.html">Ler o artigo completo</a><br> irmandadeGilsara Mattoshttp://lounge.obviousmag.org/tempos_modernos/autor/2018-06-23T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/tempos_modernos/2018/03/irmandade.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/tempos_modernos/2018/03/irmandade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/tempos_modernos/2018/03/irmandade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Limitar o amor, é alimentar ódio e rancor <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/tempos_modernos/2018/03/irmandade.html">Ler o artigo completo</a><br> deus salve o rei e a estigmatização do negro em telenovelas Francisco Ladeirahttp://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/autor/2018-06-22T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/deus-salve-o-rei-e-a-estigmatizacao-do-negro-em-telenovelas.html <a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/deus-salve-o-rei-e-a-estigmatizacao-do-negro-em-telenovelas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/deus-salve-o-rei-e-a-estigmatizacao-do-negro-em-telenovelas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Telenovelas são excelentes mecanismos para difundir tacitamente uma determinada visão de mundo. Lembrando um conceito criado pelo pensador marxista Louis Althusser, a mídia, como aparelho ideológico de Estado, está a serviço dos interesses da classe dominante. Portando, não é “mera coincidência” que a Rede Globo de Televisão reproduza cotidianamente em sua programação os valores classistas e racistas que norteiam a sociedade brasileira <br><br><a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/deus-salve-o-rei-e-a-estigmatizacao-do-negro-em-telenovelas.html">Ler o artigo completo</a><br> saiba quem merece uma explicação, quem merece uma resposta e quem não merece nada de vocêMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-22T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/saiba-quem-merece-uma-explicacao-quem-merece-uma-resposta-e-quem-nao-merece-nada-de-voce.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/saiba-quem-merece-uma-explicacao-quem-merece-uma-resposta-e-quem-nao-merece-nada-de-voce.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/saiba-quem-merece-uma-explicacao-quem-merece-uma-resposta-e-quem-nao-merece-nada-de-voce.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quem nos ama e caminha junto nos conhecerá, saberá quem somos, ou seja, não ficará cobrando além da conta, pois confiará em nós. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/saiba-quem-merece-uma-explicacao-quem-merece-uma-resposta-e-quem-nao-merece-nada-de-voce.html">Ler o artigo completo</a><br> oportuna arqueologia prog rock dos anos oitentaRoberto Bíscarohttp://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/autor/2018-06-21T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/oportuna-arqueologia-prog-rock-dos-anos-oitenta.html <a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/oportuna-arqueologia-prog-rock-dos-anos-oitenta.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/oportuna-arqueologia-prog-rock-dos-anos-oitenta.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A banda Vitral reagrupou-se e lançou vibrante material de prog sinfônico, composto há mais de três décadas. <br><br><a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2018/oportuna-arqueologia-prog-rock-dos-anos-oitenta.html">Ler o artigo completo</a><br> crer, vida, bom, ruimAdolfo Brás Sunderhus Filhohttp://obviousmag.org/caminho_entre_devaneios/autor/2018-06-21T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/caminho_entre_devaneios/2018/crer-vida-bom-ruim.html <a href="http://obviousmag.org/caminho_entre_devaneios/2018/crer-vida-bom-ruim.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/caminho_entre_devaneios/2018/crer-vida-bom-ruim.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quantas vezes já nos pegamos a pensar no que nos leva a irmos para um bom lugar após morrermos? Creio que muitos já se questionaram isso inúmeras vezes. Eu já e, após ver as duas temporadas de "The Good Place" disponíveis na Netflix, isso tem me incomodado ainda mais. Será que temos direito a um "Lugar bom"? <br><br><a href="http://obviousmag.org/caminho_entre_devaneios/2018/crer-vida-bom-ruim.html">Ler o artigo completo</a><br> qual é nossa guerra?Fabiano Gomes (Fabs)http://obviousmag.org/paradoxos/autor/2018-06-21T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/paradoxos/2018/qual-a-nossa-guerra.html <a href="http://obviousmag.org/paradoxos/2018/qual-a-nossa-guerra.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/paradoxos/2018/qual-a-nossa-guerra.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um ensaio sobre as Gerações: Do Beatnik à nossa Guerra interna. <br><br><a href="http://obviousmag.org/paradoxos/2018/qual-a-nossa-guerra.html">Ler o artigo completo</a><br> a solução é transbordar e encher outros corposPaula Sousahttp://obviousmag.org/sousaelle2018-06-20T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/asas_de_cetim/2018/03/a-solucao-e-transbordar-e-encher-outros-corpos.html <a href="http://obviousmag.org/asas_de_cetim/2018/03/a-solucao-e-transbordar-e-encher-outros-corpos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/asas_de_cetim/2018/03/a-solucao-e-transbordar-e-encher-outros-corpos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A solução é a intensidade. É arriscar. Abrir mão do orgulho e os braços para novas oportunidades. É receber o que te faz transbordar. É transbordar e encher outros corpos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/asas_de_cetim/2018/03/a-solucao-e-transbordar-e-encher-outros-corpos.html">Ler o artigo completo</a><br> hammerhead blues a caravana de luzesGCostahttp://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/autor/2018-06-20T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/hammerhead-blues-a-caravana-brasileira.html <a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/hammerhead-blues-a-caravana-brasileira.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/hammerhead-blues-a-caravana-brasileira.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Hammerhead Blues, raízes setentistas com arranjos e personalidade contemporâneos. Vida longa no cenário rock brasileiro. <br><br><a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/hammerhead-blues-a-caravana-brasileira.html">Ler o artigo completo</a><br> a tentativa de sequestrar a comoção popular Francisco Ladeirahttp://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/autor/2018-06-20T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/a-tentativa-de-sequestrar-a-comocao-popular.html <a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/a-tentativa-de-sequestrar-a-comocao-popular.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/a-tentativa-de-sequestrar-a-comocao-popular.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Este artigo faz uma comparação sobre as tentativas da grande mídia brasileira em sequestrar as mobilização populares ocorridas em junho de 2013 e após a morte da vereadora carioca eleita pelo PSOL, Marielle Franco <br><br><a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2018/a-tentativa-de-sequestrar-a-comocao-popular.html">Ler o artigo completo</a><br> não aceite qualquer esmola como amorMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-19T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nao-aceite-qualquer-esmola-como-amor.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nao-aceite-qualquer-esmola-como-amor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nao-aceite-qualquer-esmola-como-amor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Amor não é excesso de lágrimas, de dor, de tristeza. Amor não é desconfiança, nem hesitação. Amor não é humilhação, carência. Não é mendicância. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nao-aceite-qualquer-esmola-como-amor.html">Ler o artigo completo</a><br> culpada pela tradiçãoVICTÓRIA AMPESSAN DAMAShttp://obviousmag.org/livre_para_falar/autor/2018-06-19T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/livre_para_falar/2018/culpada-pela-tradicao.html <a href="http://obviousmag.org/livre_para_falar/2018/culpada-pela-tradicao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/livre_para_falar/2018/culpada-pela-tradicao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ela deveria ser a pessoa mais satisfeita e realizada da Terra pela lógica dos que a viam passear, comprar o que quisesse, ter um carro com motorista, ter pais que fizessem todas as suas vontades e até o direito de estudar. Ela era perfeita, linda, inteligente e admirada. E a garota que tinha tudo para ser feliz - a mais invejada da região - só queria que alguém lhe oferecesse ajuda, piedade. <br><br><a href="http://obviousmag.org/livre_para_falar/2018/culpada-pela-tradicao.html">Ler o artigo completo</a><br> o nascimento do amor-paixãoIsaac Arraishttp://obviousmag.org/isaacarrais2018-06-18T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/vontade_de_arte/2018/03/o-nascimento-do-amor-paixao.html <a href="http://obviousmag.org/vontade_de_arte/2018/03/o-nascimento-do-amor-paixao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/vontade_de_arte/2018/03/o-nascimento-do-amor-paixao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O nascimento do amor é um mistérios que poucos chegaram tão perto de explicar quanto o escritor francês Stendhal. <br><br><a href="http://obviousmag.org/vontade_de_arte/2018/03/o-nascimento-do-amor-paixao.html">Ler o artigo completo</a><br> atração física não basta, tem que haver atração mentalMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-18T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/atracao-fisica-nao-basta-tem-que-haver-atracao-mental.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/atracao-fisica-nao-basta-tem-que-haver-atracao-mental.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/atracao-fisica-nao-basta-tem-que-haver-atracao-mental.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Somente quem se desnuda para além do corpo é capaz de se entregar e de receber sentimentos verdadeiros. A superficialidade é como um muro que barra o que vem de dentro. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/atracao-fisica-nao-basta-tem-que-haver-atracao-mental.html">Ler o artigo completo</a><br> deixe para trás tudo o que diminui as suas chances de ser felizMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-18T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/deixe-para-tras-tudo-o-que-diminui-as-suas-chances-de-ser-feliz.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/deixe-para-tras-tudo-o-que-diminui-as-suas-chances-de-ser-feliz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/deixe-para-tras-tudo-o-que-diminui-as-suas-chances-de-ser-feliz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Deixe para trás essa mania de ficar esperando pelo momento mais apropriado, pelas palavras certas, pelo príncipe encantado, pelo emprego mais rentável. Deixe para trás a amizade ausente, as mensagens lidas e não respondidas, as ligações sem retorno, o convite que nunca chega. Deixe para trás o que ficou lá atrás e não volta mais. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/deixe-para-tras-tudo-o-que-diminui-as-suas-chances-de-ser-feliz.html">Ler o artigo completo</a><br> qual sua desculpa hoje?Ahashttp://lounge.obviousmag.org/weltschmerz/autor/2018-06-17T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/weltschmerz/2018/03/qual-sua-desculpa-hoje.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/weltschmerz/2018/03/qual-sua-desculpa-hoje.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/weltschmerz/2018/03/qual-sua-desculpa-hoje.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> 350 mil anos de evolução para ainda nos autoenganar <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/weltschmerz/2018/03/qual-sua-desculpa-hoje.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre aquele sentimento que nos provoca.MariBlue.http://obviousmag.org/penetra_surdamente_no_reino_das_palavras/autor/2018-06-17T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/penetra_surdamente_no_reino_das_palavras/2018/03/sobre-aquele-sentimento-que-nos-provoca.html <a href="http://obviousmag.org/penetra_surdamente_no_reino_das_palavras/2018/03/sobre-aquele-sentimento-que-nos-provoca.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/penetra_surdamente_no_reino_das_palavras/2018/03/sobre-aquele-sentimento-que-nos-provoca.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Essas palavras brotaram do fundo da alma... Ainda que elas não atinjam a magnitude desse grandioso sentimento humano, aí estão para dar vazão à expressão de mais um coração entre milhares... <br><br><a href="http://obviousmag.org/penetra_surdamente_no_reino_das_palavras/2018/03/sobre-aquele-sentimento-que-nos-provoca.html">Ler o artigo completo</a><br> jeff beck - truth - 1968GCostahttp://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/autor/2018-06-17T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/jeff-beck-truth---1968.html <a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/jeff-beck-truth---1968.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/jeff-beck-truth---1968.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> No final dos anos 60, o aluno dos Yardbirds, Jeff Beck, formou o Jeff Beck Group e Truth é o álbum de estréia, lançado em 1968 no Reino Unido. <br><br><a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/jeff-beck-truth---1968.html">Ler o artigo completo</a><br> imperfeitaSamira Calaishttp://obviousmag.org/um_dedo_de_prosa/2018-06-15T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/um_dedo_de_prosa/2018/imperfeita.html <a href="http://obviousmag.org/um_dedo_de_prosa/2018/imperfeita.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/um_dedo_de_prosa/2018/imperfeita.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A pergunta a encarou: “Como você se sente em relação ao seu corpo?”. Acho que ela ainda não estava preparada para esse questionamento. <br><br><a href="http://obviousmag.org/um_dedo_de_prosa/2018/imperfeita.html">Ler o artigo completo</a><br> o rio de janeiro e o terror como cotidianoAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2018-06-15T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2018/01/o-rio-de-janeiro-e-o-terror-como-cotidiano.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2018/01/o-rio-de-janeiro-e-o-terror-como-cotidiano.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2018/01/o-rio-de-janeiro-e-o-terror-como-cotidiano.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A barbárie como rotina urbana. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2018/01/o-rio-de-janeiro-e-o-terror-como-cotidiano.html">Ler o artigo completo</a><br> o pior já passouThiago Castilhohttp://obviousmag.org/arcano_do_aleph/autor/2018-06-15T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/arcano_do_aleph/2018/o-pior-ja-passou.html <a href="http://obviousmag.org/arcano_do_aleph/2018/o-pior-ja-passou.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/arcano_do_aleph/2018/o-pior-ja-passou.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não podemos negar o Holocausto assim como não podemos negar nosso holocausto pessoal, quando ele existe, nem podemos negar o holocausto prisional brasileiro. Por exemplo, em certos casos a prisão provisória é levada a efeito com o único objetivo de forçar alguém a fazer um acordo de deleção premiada. <br><br><a href="http://obviousmag.org/arcano_do_aleph/2018/o-pior-ja-passou.html">Ler o artigo completo</a><br> ao amor que não vingou: não era amor, virou gratidão…Thiana Furtadohttp://obviousmag.org/o_infinito_e_logo_ali/autor/2018-06-14T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/o_infinito_e_logo_ali/2018/ao-amor-que-nao-vingou-nao-era-amor-virou-gratidao.html <a href="http://obviousmag.org/o_infinito_e_logo_ali/2018/ao-amor-que-nao-vingou-nao-era-amor-virou-gratidao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/o_infinito_e_logo_ali/2018/ao-amor-que-nao-vingou-nao-era-amor-virou-gratidao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Por mais que a linhagem do amor seja um caminho difícil de ser percorrido, andai por ele, pois o seu sono é leve e belos são os sonhos que sonhamos quando estamos enamorados... <br><br><a href="http://obviousmag.org/o_infinito_e_logo_ali/2018/ao-amor-que-nao-vingou-nao-era-amor-virou-gratidao.html">Ler o artigo completo</a><br> adultos estacionados na infânciatextos, poemas, reflexões e boa conversahttp://obviousmag.org/denis_athanazio/autor/2018-06-14T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/denis_athanazio/2018/adultos-estacionados-na-infancia.html <a href="http://obviousmag.org/denis_athanazio/2018/adultos-estacionados-na-infancia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/denis_athanazio/2018/adultos-estacionados-na-infancia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Dentro de nós ainda vive o nosso passado, com as experiências infantis, de adolescentes, da fase adulta que tivemos. Podemos visitar cada uma dessas fases, mas não podemos voltar a morar nelas. <br><br><a href="http://obviousmag.org/denis_athanazio/2018/adultos-estacionados-na-infancia.html">Ler o artigo completo</a><br> duane allman & eric clapton 1970GCostahttp://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/autor/2018-06-14T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/duane-allman-eric-clapton-1970.html <a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/duane-allman-eric-clapton-1970.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/duane-allman-eric-clapton-1970.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Eles podem ser imitados, mas não duplicados. Obrigado Duane & Eric pela sua música que parece fazer a vida, um pouco mais agradável. <br><br><a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/duane-allman-eric-clapton-1970.html">Ler o artigo completo</a><br> sentir-se mal ou triste não te torna mais fraco e sim mais humanoMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-13T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/sentir-se-mal-ou-triste-nao-te-torna-mais-fraco-e-sim-mais-humano.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/sentir-se-mal-ou-triste-nao-te-torna-mais-fraco-e-sim-mais-humano.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/sentir-se-mal-ou-triste-nao-te-torna-mais-fraco-e-sim-mais-humano.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O sofrimento não deve ser temido e sim encarado, sentido, vivenciado, para que o entendamos e consigamos conviver com ele, superando-o aos poucos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/sentir-se-mal-ou-triste-nao-te-torna-mais-fraco-e-sim-mais-humano.html">Ler o artigo completo</a><br> sopranos e a opinião pública: vilão, marginal ou herói?Matheus Bastoshttp://lounge.obviousmag.org/salada_cultural/autor/2018-06-13T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/salada_cultural/2018/02/sopranos-e-a-opiniao-publica-vilao-marginal-ou-heroi.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/salada_cultural/2018/02/sopranos-e-a-opiniao-publica-vilao-marginal-ou-heroi.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/salada_cultural/2018/02/sopranos-e-a-opiniao-publica-vilao-marginal-ou-heroi.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Há muito, muito tempo atrás, em uma terra muito, muito distante, existia uma coisa chamada televisão. E mais surpreendente de tudo: as pessoas se divertiam com aquilo. E se divertiam de verdade. Por isso, quem produzia conteúdo nela parecia que realmente queria agradar o público. Remotos tempos medievais… <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/salada_cultural/2018/02/sopranos-e-a-opiniao-publica-vilao-marginal-ou-heroi.html">Ler o artigo completo</a><br> apenas igualRenan Berlitzhttp://obviousmag.org/chacoalhao/autor/2018-06-13T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/chacoalhao/2018/apenas-igual.html <a href="http://obviousmag.org/chacoalhao/2018/apenas-igual.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/chacoalhao/2018/apenas-igual.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Esse seu amor que foi uma decepção, apenas mais do mesmo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/chacoalhao/2018/apenas-igual.html">Ler o artigo completo</a><br> machado de assis: um realista?Gilmar Luís Silva Júniorhttp://lounge.obviousmag.org/pilulas_da_literatura/autor/2018-06-12T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/pilulas_da_literatura/2018/02/machado-de-assis-um-realista.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/pilulas_da_literatura/2018/02/machado-de-assis-um-realista.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/pilulas_da_literatura/2018/02/machado-de-assis-um-realista.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Machado de Assis desafia análises e se nega a ser incluído em uma única estética literária. Entenda por que ele está além do Realismo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/pilulas_da_literatura/2018/02/machado-de-assis-um-realista.html">Ler o artigo completo</a><br> dos amores, das perdas e do tempoMaria Eneidahttp://obviousmag.org/arquitetura_e_vida/autor/2018-06-12T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/arquitetura_e_vida/2018/02/dos-amores-das-perdas-e-do-tempo.html <a href="http://obviousmag.org/arquitetura_e_vida/2018/02/dos-amores-das-perdas-e-do-tempo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/arquitetura_e_vida/2018/02/dos-amores-das-perdas-e-do-tempo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O tempo passa, mas as marcas dos amores nunca... <br><br><a href="http://obviousmag.org/arquitetura_e_vida/2018/02/dos-amores-das-perdas-e-do-tempo.html">Ler o artigo completo</a><br> john mayall e the bluesbreakers com eric claptonGCostahttp://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/autor/2018-06-12T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/john-mayall-e-the-bluesbreakers-com-eric-clapton.html <a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/john-mayall-e-the-bluesbreakers-com-eric-clapton.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/john-mayall-e-the-bluesbreakers-com-eric-clapton.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Blues Breakers é um álbum de estúdio de blues lançado em 1966 e creditado a John Mayall juntamente com Eric Clapton. <br><br><a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/john-mayall-e-the-bluesbreakers-com-eric-clapton.html">Ler o artigo completo</a><br> perguntam se a gente se casou ou se a gente tem emprego, mas ninguém quer saber se a gente é felizMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-11T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/perguntam-se-a-gente-se-casou-ou-se-tem-emprego-mas-ninguem-quer-saber-se-a-gente-e-feliz.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/perguntam-se-a-gente-se-casou-ou-se-tem-emprego-mas-ninguem-quer-saber-se-a-gente-e-feliz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/perguntam-se-a-gente-se-casou-ou-se-tem-emprego-mas-ninguem-quer-saber-se-a-gente-e-feliz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Na maioria das vezes, quando conversam umas com as outras, as pessoas mal estão prestando atenção nas respostas às perguntas superficiais que fazem, porque não se interessam, pouco se importam – trata-se apenas de curiosidade mesmo, ou nem isso. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/perguntam-se-a-gente-se-casou-ou-se-tem-emprego-mas-ninguem-quer-saber-se-a-gente-e-feliz.html">Ler o artigo completo</a><br> humble pie 1970GCostahttp://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/autor/2018-06-11T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/humble-pie-1970.html <a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/humble-pie-1970.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/humble-pie-1970.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Humble Pie faz parte de uma época em que as bandas podiam tocar para o público , levando-os a uma jornada musical. <br><br><a href="http://obviousmag.org/viver_a_deriva_e_sentir_que_tudo_esta_bem/2018/humble-pie-1970.html">Ler o artigo completo</a><br> as lições do passadoDouglas Lobohttp://obviousmag.org/lanterna_cultural/autor/2018-06-11T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/lanterna_cultural/2018/as-licoes-do-passado.html <a href="http://obviousmag.org/lanterna_cultural/2018/as-licoes-do-passado.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/lanterna_cultural/2018/as-licoes-do-passado.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> No Brasil de hoje, ser conservador é a atitude mais digna que um ser humano pode ter. <br><br><a href="http://obviousmag.org/lanterna_cultural/2018/as-licoes-do-passado.html">Ler o artigo completo</a><br> corra! : uma crítica contundente à objetificação do homem negroSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2018-06-10T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/02/corra-uma-critica-contundente-a-objetificacao-do-homem-negro.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/02/corra-uma-critica-contundente-a-objetificacao-do-homem-negro.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/02/corra-uma-critica-contundente-a-objetificacao-do-homem-negro.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Com referências à hipnose, com cenas que nos conduzem à uma aura onírica, Corra! nos faz mergulhar num verdadeiro pesadelo. Provavelmente , uma das cenas mais dramáticas e aterrorizantes simultaneamente, é quando vemos num primeiro plano o rosto de Georgina , divido entre as lágrimas espontâneas de uma mulher subjugada e a polidez arrogante de uma déspota. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2018/02/corra-uma-critica-contundente-a-objetificacao-do-homem-negro.html">Ler o artigo completo</a><br> quem não conhece a palavra saudade, nunca vai saber o seu real significadoLuciana Kuchiki Vilarhttp://obviousmag.org/rg_proprio/autor/2018-06-10T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/rg_proprio/2018/quem-nao-conhece-a-palavra-saudade-nunca-vai-saber-o-seu-significado.html <a href="http://obviousmag.org/rg_proprio/2018/quem-nao-conhece-a-palavra-saudade-nunca-vai-saber-o-seu-significado.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/rg_proprio/2018/quem-nao-conhece-a-palavra-saudade-nunca-vai-saber-o-seu-significado.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "A saudade é o que faz as coisas pararem no tempo", Mario Quintana <br><br><a href="http://obviousmag.org/rg_proprio/2018/quem-nao-conhece-a-palavra-saudade-nunca-vai-saber-o-seu-significado.html">Ler o artigo completo</a><br> "o brasil não dá certo por ser grande e jovem". mas e o canadá?Rafael Senrahttp://obviousmag.org/serestar/autor/2018-06-10T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/serestar/2018/o-brasil-nao-da-certo-por-ser-grande-e-jovem-mas-e-o-canada.html <a href="http://obviousmag.org/serestar/2018/o-brasil-nao-da-certo-por-ser-grande-e-jovem-mas-e-o-canada.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/serestar/2018/o-brasil-nao-da-certo-por-ser-grande-e-jovem-mas-e-o-canada.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Democracia racial, social-democracia, investimentos, diálogo, composição de governo: são muitas as lições que o Canadá poderia nos dar, se soubéssemos ouvir. <br><br><a href="http://obviousmag.org/serestar/2018/o-brasil-nao-da-certo-por-ser-grande-e-jovem-mas-e-o-canada.html">Ler o artigo completo</a><br> quando uma pessoa lhe trata mal, há algo de errado com ela e não com vocêMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-09T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/quando-uma-pessoa-lhe-trata-mal-ha-algo-de-errado-com-ela-e-nao-com-voce.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/quando-uma-pessoa-lhe-trata-mal-ha-algo-de-errado-com-ela-e-nao-com-voce.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/quando-uma-pessoa-lhe-trata-mal-ha-algo-de-errado-com-ela-e-nao-com-voce.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quando somos verdadeiros e agimos de acordo com o nosso melhor, não nos ofendemos com as farpas vindas de fora, pois, aqui dentro, estaremos sempre de bem com a vida e com o mundo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/quando-uma-pessoa-lhe-trata-mal-ha-algo-de-errado-com-ela-e-nao-com-voce.html">Ler o artigo completo</a><br> *a dor é minha, em mim doeuWal Reishttp://obviousmag.org/licoes_de_partir/autor/2018-06-09T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/licoes_de_partir/2018/a-dor-e-minha-em-mim-doeu.html <a href="http://obviousmag.org/licoes_de_partir/2018/a-dor-e-minha-em-mim-doeu.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/licoes_de_partir/2018/a-dor-e-minha-em-mim-doeu.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Eu sofro, tu sofres, ele sofre. Existem verbos que só podem ser conjugados no singular. <br><br><a href="http://obviousmag.org/licoes_de_partir/2018/a-dor-e-minha-em-mim-doeu.html">Ler o artigo completo</a><br> brasileiro também gosta de sentir medoRoberto Oliveirahttp://obviousmag.org/deep_pop/autor/2018-06-09T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/deep_pop/2018/brasileiro-tambem-gosta-de-sentir-medo.html <a href="http://obviousmag.org/deep_pop/2018/brasileiro-tambem-gosta-de-sentir-medo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/deep_pop/2018/brasileiro-tambem-gosta-de-sentir-medo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O cineasta gaúcho Pedro Foss, com o curta-metragem Luiza, realiza uma bem-sucedida investida em gêneros dos quais o cinema brasileiro ainda carece de produções, o suspense e o terror. Mistério, reviravoltas e um final surpreendente marcam essa produção que aposta na tensão psicológica. <br><br><a href="http://obviousmag.org/deep_pop/2018/brasileiro-tambem-gosta-de-sentir-medo.html">Ler o artigo completo</a><br> dark, o tempo e a filosofia: tudo já está predeterminado?Renato Collyerhttp://obviousmag.org/renato_collyer/autor/2018-06-09T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/renato_collyer/2018/01/dark-o-tempo-e-a-filosofia.html <a href="http://obviousmag.org/renato_collyer/2018/01/dark-o-tempo-e-a-filosofia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/renato_collyer/2018/01/dark-o-tempo-e-a-filosofia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Se tudo o que você faz já está predeterminado por algo ou alguém, o que te torna, verdadeiramente, livre? Se suas ações são efeitos de uma causa a priori que você não tem controle, o que significa liberdade? Se você ficou curioso e quer demonstrar seu livre-arbítrio, leia este texto e descubra porque uma visão mais demorada na série Dark tem muito a nos ensinar sobre Filosofia. Leia apenas se já assistiu a série e ficou com a remota sensação de que tudo não poderia ser de outro jeito. Se a causa é a sua curiosidade, o efeito é o conhecimento. <br><br><a href="http://obviousmag.org/renato_collyer/2018/01/dark-o-tempo-e-a-filosofia.html">Ler o artigo completo</a><br> nunca esqueça que você não achou o seu coração no lixoMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-06-08T01:32:00-07:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nunca-esqueca-que-voce-nao-achou-o-seu-coracao-no-lixo.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nunca-esqueca-que-voce-nao-achou-o-seu-coracao-no-lixo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nunca-esqueca-que-voce-nao-achou-o-seu-coracao-no-lixo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Se não valorizarmos o que somos, os nossos sonhos, as nossas verdades, aceitaremos qualquer coisa para amizade, para companhia, para amar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2018/nunca-esqueca-que-voce-nao-achou-o-seu-coracao-no-lixo.html">Ler o artigo completo</a><br> sim, o problema da sua vida é você e não o outro.Reizimar Munizhttp://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/autor/2018-06-08T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2018/02/nao-sabia-que-renascer-causava-a-sensacao-de-morrer.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2018/02/nao-sabia-que-renascer-causava-a-sensacao-de-morrer.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2018/02/nao-sabia-que-renascer-causava-a-sensacao-de-morrer.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Esse texto cita demasiadamente de propósito o substantivo VOCÊ e o verbo AMAR. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/noites_na_taverna/2018/02/nao-sabia-que-renascer-causava-a-sensacao-de-morrer.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre comer bem, animais de estimação, mães e filhosFabíola Donadãohttp://lounge.obviousmag.org/miscelanea/autor/2018-06-08T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2018/01/sobre-comer-bem.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2018/01/sobre-comer-bem.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2018/01/sobre-comer-bem.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> MÃE Hoje fiz repolho roxo orgânico refogado com tomate, cebola e alho. FILHA Repolho? Amo! MÃE kkkkkkkkkkkkk <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2018/01/sobre-comer-bem.html">Ler o artigo completo</a><br>