obviousUm olhar mais demorado...2017-01-23T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2quase duas questões sobre ver uma obraVitorhttp://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/autor/2017-01-23T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2014/08/quase-duas-questoes-sobre-ver-uma-obra.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2014/08/quase-duas-questoes-sobre-ver-uma-obra.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2014/08/quase-duas-questoes-sobre-ver-uma-obra.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Duas, ou quase duas, obviedades sobre analisar e entender uma obra de arte. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2014/08/quase-duas-questoes-sobre-ver-uma-obra.html">Ler o artigo completo</a><br> a mendiga que escrevia poesiaMônica Montonehttp://lounge.obviousmag.org/monica_montone/autor/2017-01-23T00:31:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2014/08/a-mendiga-que-escrevia-poesia.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2014/08/a-mendiga-que-escrevia-poesia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2014/08/a-mendiga-que-escrevia-poesia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Uma mendiga escreve e fuma sob a marquise de uma loja. Eu escrevo e fumo em frente, confortavelmente sentada na cadeira de um Café. O que nos diferencia? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2014/08/a-mendiga-que-escrevia-poesia.html">Ler o artigo completo</a><br> sedutores, frios e sem consciênciaGabrielly Rezendehttp://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/autor/2017-01-23T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/sedutores-frios-e-sem-consciencia.html <a href="http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/sedutores-frios-e-sem-consciencia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/sedutores-frios-e-sem-consciencia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ansiedade, transtornos de personalidade, depressão, psicopatias e vários outros distúrbios psicológicos nunca foram tão comentadas como nos últimos anos. São assuntos polêmicos que possibilitam uma enorme discussão através de pesquisas na área de psiquiatria, filmes, séries, livros. Os psicopatas, por exemplo, podem ser encontrados em todos os setores da sociedade. E, talvez, seja por isso que nos intriga tanto. Quando pensamos em um deles é sempre comum imaginarmos um cruel assassino ou um sujeito hediondo, porém hoje sabemos que muitos não chegam ao extremo de cometer um crime perverso <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/sedutores-frios-e-sem-consciencia.html">Ler o artigo completo</a><br> o amor verdadeiroCarolina Vila Novahttp://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/autor/2017-01-23T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/o-amor-verdadeiro.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/o-amor-verdadeiro.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/o-amor-verdadeiro.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O amor que vivemos é simplesmente um reflexo do que somos num determinado momento. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/o-amor-verdadeiro.html">Ler o artigo completo</a><br> o céu de tropixErnane de Sousahttp://obviousmag.org/pulp/autor/2017-01-23T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/pulp/2017/o-ceu-de-tropix.html <a href="http://obviousmag.org/pulp/2017/o-ceu-de-tropix.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pulp/2017/o-ceu-de-tropix.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Céu coloca os cheiros da madrugada paulistana nesse disco que já pode ser considerado uma obra prima da música brasileira. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pulp/2017/o-ceu-de-tropix.html">Ler o artigo completo</a><br> se nem jeans serve apertado, imagina sentimentosPamela Camocardihttp://obviousmag.org/conversa_literaria/autor/2017-01-23T00:19:00-08:00http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/se-nem-jeans-serve-apertado-imagina-sentimentos.html <a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/se-nem-jeans-serve-apertado-imagina-sentimentos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/se-nem-jeans-serve-apertado-imagina-sentimentos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Não fique onde não te cabe, não diminua quem você é pra caber no mundo de alguém, não soque seu coração pra que ele pareça menor. Ame com tudo! Saiba seu lugar e saiba depositar seu amor em alguém que tenha coraação grande suficiente para acolhê-lo. " (A menina e o violão) <br><br><a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/se-nem-jeans-serve-apertado-imagina-sentimentos.html">Ler o artigo completo</a><br> qual é a sua liberdade?Debora Deltahttp://obviousmag.org/muito_alem_do_obvio/autor/2017-01-23T00:18:00-08:00http://obviousmag.org/muito_alem_do_obvio/2017/qual-e-a-sua-liberdade.html <a href="http://obviousmag.org/muito_alem_do_obvio/2017/qual-e-a-sua-liberdade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/muito_alem_do_obvio/2017/qual-e-a-sua-liberdade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Você se sente livre no seu trabalho, na sua família? Se sente livre pra tomar as escolhas que realmente quer pra si? Você se sente livre pra ser tudo aquilo que realmente poderia? Se perguntar isso é um longo exercício e encontrar essas respostas é algo ainda mais desafiador, mas sem dúvida estar em contato com a sua essência é um dos maiores presentes que a vida pode nos proporcionar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/muito_alem_do_obvio/2017/qual-e-a-sua-liberdade.html">Ler o artigo completo</a><br> meu desprezo não é orgulho, é amor próprioMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-01-23T00:17:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/meu-desprezo-nao-e-orgulho-e-amor-proprio.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/meu-desprezo-nao-e-orgulho-e-amor-proprio.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/meu-desprezo-nao-e-orgulho-e-amor-proprio.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Confundirão nossa autopreservação com indiferença, nossa jornada de autoestima com empáfia. Que confundam, importa é a gente sobreviver longe de quem faz mal. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/meu-desprezo-nao-e-orgulho-e-amor-proprio.html">Ler o artigo completo</a><br> quase todo mundo odiou o christopherRoberto Bíscarohttp://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/autor/2017-01-23T00:16:00-08:00http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/quase-todo-mundo-odiou-o-christopher.html <a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/quase-todo-mundo-odiou-o-christopher.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/quase-todo-mundo-odiou-o-christopher.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Telefilme excelente que proporciona inúmeros tópicos para discussão, como o poder da mídia, a prontidão com que aceitamos suas narrativas e o estatuto da diferença. <br><br><a href="http://obviousmag.org/blog_do_albino_incoerente/2017/quase-todo-mundo-odiou-o-christopher.html">Ler o artigo completo</a><br> humanos, desumanos? a imagem do criminoso na literaturaDiana Velosohttp://lounge.obviousmag.org/escutando_arte_e_conversando_sobre_ela/autor/2017-01-22T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/escutando_arte_e_conversando_sobre_ela/2014/08/humanos-desumanos-a-imagem-do-criminoso-em-3-romances-e-2-poemas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/escutando_arte_e_conversando_sobre_ela/2014/08/humanos-desumanos-a-imagem-do-criminoso-em-3-romances-e-2-poemas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/escutando_arte_e_conversando_sobre_ela/2014/08/humanos-desumanos-a-imagem-do-criminoso-em-3-romances-e-2-poemas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quem são os criminosos? O que os leva a transgredir a lei ou a própria consciência? Conheça o âmago destes fora-da-lei em três romances e dois poemas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/escutando_arte_e_conversando_sobre_ela/2014/08/humanos-desumanos-a-imagem-do-criminoso-em-3-romances-e-2-poemas.html">Ler o artigo completo</a><br> o homem do castelo altoAna Calazanshttp://lounge.obviousmag.org/ordem_no_ruido/autor/2017-01-22T00:31:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/ordem_no_ruido/2013/08/o-homem-do-castelo-alto.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/ordem_no_ruido/2013/08/o-homem-do-castelo-alto.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/ordem_no_ruido/2013/08/o-homem-do-castelo-alto.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em uma distopia onde os países do Eixo ganharam a II Guerra Mundial, alemães, japoneses e americanos agem às cegas em meio a intrigas políticas, medo e o I Ching enquanto lutam para agarrar um mundo que parece se desfazer. Considerado por muitos como o melhor livro de Philip K. Dick, O Homem do Castelo Alto é uma obra formada por várias camadas de sentido - assim como a realidade de Dick. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/ordem_no_ruido/2013/08/o-homem-do-castelo-alto.html">Ler o artigo completo</a><br> quem nunca se perdeu?Tatiane Cris Nuneshttp://obviousmag.org/deletrear/autor/2017-01-22T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/deletrear/2017/quem-nunca-se-perdeu.html <a href="http://obviousmag.org/deletrear/2017/quem-nunca-se-perdeu.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/deletrear/2017/quem-nunca-se-perdeu.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Tal como Alice, perdida no País das Maravilhas e questionada pelo Gato de Cheshire, quem nunca teve a dúvida: "Para onde você quer ir?". A vida nos coloca diante de uma série de escolhas e possíveis caminhos e é natural que em qualquer parte da caminhada surjam dúvidas. Contudo, para além da angústia de nos sentirmos perdidos, a dúvida também se configura enquanto ensaio de feixes de luz. <br><br><a href="http://obviousmag.org/deletrear/2017/quem-nunca-se-perdeu.html">Ler o artigo completo</a><br> o que é um final feliz em realidades precárias?Edu Caféhttp://obviousmag.org/formaspensamento/autor/2017-01-22T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/formaspensamento/2017/o-que-e-um-final-feliz-em-realidades-precarias.html <a href="http://obviousmag.org/formaspensamento/2017/o-que-e-um-final-feliz-em-realidades-precarias.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/formaspensamento/2017/o-que-e-um-final-feliz-em-realidades-precarias.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O filme “O Substituto” encena o cotidiano de uma escola de periferia, onde alunos, professores e pedagogos se encontram em condições delicadas. Seu final permite uma reflexão sobre o lugar, o valor e o limite da esperança. <br><br><a href="http://obviousmag.org/formaspensamento/2017/o-que-e-um-final-feliz-em-realidades-precarias.html">Ler o artigo completo</a><br> dois irmãos, de milton hatoumJHONS CASSIMIROhttp://lounge.obviousmag.org/above_all/autor/2017-01-22T00:20:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/01/dois-irmaos-de-milton-hatoun.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/01/dois-irmaos-de-milton-hatoun.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/01/dois-irmaos-de-milton-hatoun.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nesta obra-prima vemos como somos grandes criadores de paixões difíceis e perigosas, incapazes de pedir e dar perdões. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/above_all/2017/01/dois-irmaos-de-milton-hatoun.html">Ler o artigo completo</a><br> pessoas extremamente autopunitivas e perfeccionistas têm um superego muito desenvolvidoSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2017-01-22T00:19:00-08:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/pessoas-extremamente-autopunitivas-e-perfeccionistas-tem-um-superego-muito-desenvolvido.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/pessoas-extremamente-autopunitivas-e-perfeccionistas-tem-um-superego-muito-desenvolvido.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/pessoas-extremamente-autopunitivas-e-perfeccionistas-tem-um-superego-muito-desenvolvido.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quem tem superego muito desenvolvido , além de limitar o próprio prazer , em muitos casos, tenta limitar o prazer alheio também. Exemplos cotidianos: a mulher que cortou radicalmente o açúcar da alimentação porque engordou 200 gramas e quer obrigar a todos da família a cortarem também. A pessoa que ridiculariza um amigo que gosta de se vestir sem seguir os padrões da moda ou quer ingressar numa carreira mais artística. Uma pessoa que desmotiva um amigo a fazer alguma mudança pouco convencional, como por exemplo, uma mulher cortar radicalmente os cabelos ou chamar um homem para sair. Quem tem superego muito desenvolvido acha que tudo que sai um milímetro do padrão , é pagação de mico. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/pessoas-extremamente-autopunitivas-e-perfeccionistas-tem-um-superego-muito-desenvolvido.html">Ler o artigo completo</a><br> quando (alguém da) minha família é o meu problemaCarlos Mionhttp://lounge.obviousmag.org/feminalis/autor/2017-01-22T00:18:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2017/01/quando-alguem-da-minha-familia-e-o-meu-problema.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2017/01/quando-alguem-da-minha-familia-e-o-meu-problema.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2017/01/quando-alguem-da-minha-familia-e-o-meu-problema.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Será que a família de tudo mundo é feliz menos a minha? Por que sofro tanto para conviver com familiares? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/feminalis/2017/01/quando-alguem-da-minha-familia-e-o-meu-problema.html">Ler o artigo completo</a><br> ninguém é tão ocupado assim, é só uma questão de prioridadesMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-01-22T00:17:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/ninguem-e-tao-ocupado-assim-e-so-uma-questao-de-prioridades.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/ninguem-e-tao-ocupado-assim-e-so-uma-questao-de-prioridades.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/ninguem-e-tao-ocupado-assim-e-so-uma-questao-de-prioridades.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Ninguém é tão ocupado. É só uma questão de prioridades”. (Guilherme Ávila) <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/ninguem-e-tao-ocupado-assim-e-so-uma-questao-de-prioridades.html">Ler o artigo completo</a><br> o mundo segundo garp e um hotel muito louco: o lado b (bacana) da sociedade estadunidense Eduarda Amaralhttp://obviousmag.org/a_aerodinamica_das_palavras/autor/2017-01-22T00:16:00-08:00http://obviousmag.org/a_aerodinamica_das_palavras/2017/o-mundo-segundo-garp-e-um-hotel-muito-louco-o-lado-b-de-bacana-da-cultura-estadunidense.html <a href="http://obviousmag.org/a_aerodinamica_das_palavras/2017/o-mundo-segundo-garp-e-um-hotel-muito-louco-o-lado-b-de-bacana-da-cultura-estadunidense.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_aerodinamica_das_palavras/2017/o-mundo-segundo-garp-e-um-hotel-muito-louco-o-lado-b-de-bacana-da-cultura-estadunidense.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em tempos de recrudescimento do conservadorismo nos Estados Unidos, dois filmes deliciosos e essenciais que retratam o lado alternativo da sociedade estadunidense. Mostram por que este país teve papel fundamental no fortalecimento de diversos movimentos em favor dos direitos humanos. Sobretudo, mostram uma característica muito bacana deste povo , que poderia ser resumida na frase: "e a vida continua!" <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_aerodinamica_das_palavras/2017/o-mundo-segundo-garp-e-um-hotel-muito-louco-o-lado-b-de-bacana-da-cultura-estadunidense.html">Ler o artigo completo</a><br> debussy e sua obra imortal luhana pireshttp://obviousmag.org/archives/colaboradores/luhanapires/2017-01-21T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/sphere/2013/08/aniversario-de-151-anos-de-uma-obra-imortal---debussy.html <a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/08/aniversario-de-151-anos-de-uma-obra-imortal---debussy.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sphere/2013/08/aniversario-de-151-anos-de-uma-obra-imortal---debussy.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Claude Debussy não pode ser considerado como o modelo de um determinado tipo de música, mas, um compositor plural, que passeava entre os gêneros com muita facilidade. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sphere/2013/08/aniversario-de-151-anos-de-uma-obra-imortal---debussy.html">Ler o artigo completo</a><br> anti-capituEstevão Júniorhttp://obviousmag.org/diario_da_plebe/autor/2017-01-21T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/diario_da_plebe/2017/-machado-de-assis-tornou-se.html <a href="http://obviousmag.org/diario_da_plebe/2017/-machado-de-assis-tornou-se.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/diario_da_plebe/2017/-machado-de-assis-tornou-se.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Uma análise da fabulosa - e indefensável - Capitu, personagem do clássico Dom Casmurro. <br><br><a href="http://obviousmag.org/diario_da_plebe/2017/-machado-de-assis-tornou-se.html">Ler o artigo completo</a><br> como ler poesia: 5 dicas simples que vão te ajudar nessa jornadaJoana Ferrazhttp://obviousmag.org/a_procura_da_poesia/autor/2017-01-21T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/a_procura_da_poesia/2017/como-ler-poesia-5-dicas-simples-que-vao-te-ajudar-nessa-jornada.html <a href="http://obviousmag.org/a_procura_da_poesia/2017/como-ler-poesia-5-dicas-simples-que-vao-te-ajudar-nessa-jornada.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_procura_da_poesia/2017/como-ler-poesia-5-dicas-simples-que-vao-te-ajudar-nessa-jornada.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Atenção! Antes de iniciar a leitura, preciso te avisar que essas dicas não são técnicas, não há argumentos acadêmicos. Você também não vai encontrar um manual para decifrar poesia. Aqui, o “como ler poesia” é também poesia. Pronto. Agora que você já foi alertado e ainda quer continuar a ler, aproveite as dicas! <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_procura_da_poesia/2017/como-ler-poesia-5-dicas-simples-que-vao-te-ajudar-nessa-jornada.html">Ler o artigo completo</a><br> a música e a alma de katerina l'dokovaJocê Rodrigueshttp://lounge.obviousmag.org/decantacoes/autor/2017-01-21T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2017/01/a-musica-e-a-alma-de-katerina.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2017/01/a-musica-e-a-alma-de-katerina.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2017/01/a-musica-e-a-alma-de-katerina.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Com o lançamento da obra de Svetlana Alexiévitch no Brasil, a Bielorrússia tem ganhado destaque. Mas não só de Tchernóbil vive o país dono de uma cultura musical muito rica. A pianista e compositora Katerina L’Dokova, nascida em Minsk e residente em Portugal há dez anos, é responsável por mostrar parte dela para o resto do mundo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2017/01/a-musica-e-a-alma-de-katerina.html">Ler o artigo completo</a><br> a arquitetura inclinada de o beco diagonal e sua relação com dickensMaria Luisa Martinshttp://obviousmag.org/maria_luisa_martins/autor/2017-01-21T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/maria_luisa_martins/2017/a-arquitetura-inclinada-de-o-beco-diagonal-e-sua-relacao-com-dickens.html <a href="http://obviousmag.org/maria_luisa_martins/2017/a-arquitetura-inclinada-de-o-beco-diagonal-e-sua-relacao-com-dickens.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/maria_luisa_martins/2017/a-arquitetura-inclinada-de-o-beco-diagonal-e-sua-relacao-com-dickens.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Será que a arquitetura de Charles Dickens tem a ver com as obras contemporâneas de J.K Rowling? Como será que o chamado Beco Diagonal chegou a ter sua arquitetura tão inclinada? <br><br><a href="http://obviousmag.org/maria_luisa_martins/2017/a-arquitetura-inclinada-de-o-beco-diagonal-e-sua-relacao-com-dickens.html">Ler o artigo completo</a><br> a metafísica de améliePedrina Costa Lisboahttp://obviousmag.org/pagina_um/autor/2017-01-21T00:19:00-08:00http://obviousmag.org/pagina_um/2017/a-metafisica-de-amelie.html <a href="http://obviousmag.org/pagina_um/2017/a-metafisica-de-amelie.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pagina_um/2017/a-metafisica-de-amelie.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Deus, tubo, inércia. Em "A metafísica dos tubos", Amélie Nothomb nos leva ao seu mundo desde o zero aos três anos de idade, quando, de acordo com a autora, abandonaria a sua condição divina. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pagina_um/2017/a-metafisica-de-amelie.html">Ler o artigo completo</a><br> carta para quem já perdeu um amorIandê Albuquerquehttp://lounge.obviousmag.org/iande_albuquerque/autor/2017-01-21T00:18:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/iande_albuquerque/2017/01/carta-para-quem-ja-perdeu-um-amor.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/iande_albuquerque/2017/01/carta-para-quem-ja-perdeu-um-amor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/iande_albuquerque/2017/01/carta-para-quem-ja-perdeu-um-amor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Às vezes, a gente precisa escolher entre acabar algo ou esperar que isso acabe com a gente. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/iande_albuquerque/2017/01/carta-para-quem-ja-perdeu-um-amor.html">Ler o artigo completo</a><br> o perfil do canalhaMárcio Chocorosquihttp://lounge.obviousmag.org/leve_no_temporal/autor/2017-01-21T00:17:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/leve_no_temporal/2017/01/o-perfil-do-canalha.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/leve_no_temporal/2017/01/o-perfil-do-canalha.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/leve_no_temporal/2017/01/o-perfil-do-canalha.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quem nunca sofreu uma canalhice na vida? É inacreditável, mas isso acontece de forma inesperada. Quando você percebe, já caiu na rede de artimanhas de um canalha. Aí pode ser tarde demais para amenizar os danos causados. Mas quem é esse cara ignóbil que quer vê-lo arruinado? Nunca é demais observar algumas reflexões sobre o canalha. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/leve_no_temporal/2017/01/o-perfil-do-canalha.html">Ler o artigo completo</a><br> tenha por dentro a mesma beleza que você expõe por foraPamela Camocardihttp://obviousmag.org/conversa_literaria/autor/2017-01-21T00:16:00-08:00http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/tenha-por-dentro-a-mesma-beleza-que-voce-expoe-por-fora.html <a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/tenha-por-dentro-a-mesma-beleza-que-voce-expoe-por-fora.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/tenha-por-dentro-a-mesma-beleza-que-voce-expoe-por-fora.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas." Sêneca <br><br><a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/tenha-por-dentro-a-mesma-beleza-que-voce-expoe-por-fora.html">Ler o artigo completo</a><br> manoel de barros: a poética particular de um apanhador de desperdíciosFABIANA LAPAhttp://obviousmag.org/fabiana_lapa/autor/2017-01-20T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/manoel-de-barros-a-poetica-particular-de-um-apanhador-de-desperdicios.html <a href="http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/manoel-de-barros-a-poetica-particular-de-um-apanhador-de-desperdicios.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/manoel-de-barros-a-poetica-particular-de-um-apanhador-de-desperdicios.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “A poesia está guardada nas palavras — é tudo que eu sei. Meu fado é o de não saber quase tudo. Sobre o nada eu tenho profundidades. Não tenho conexões com a realidade. Poderoso para mim não é aquele que descobre ouro. Para mim, poderoso é aquele que descobre as insignificâncias (do mundo e as nossas). Por essa pequena sentença me elogiaram de imbecil. Fiquei emocionado. Sou fraco para elogios.” <br><br><a href="http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/manoel-de-barros-a-poetica-particular-de-um-apanhador-de-desperdicios.html">Ler o artigo completo</a><br> o túnel da felicidadeDaniela Monteiro Torreshttp://obviousmag.org/palavras_na_barriga/autor/2017-01-20T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/palavras_na_barriga/2017/01/o-tunel-da-felicidade.html <a href="http://obviousmag.org/palavras_na_barriga/2017/01/o-tunel-da-felicidade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/palavras_na_barriga/2017/01/o-tunel-da-felicidade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Numa sociedade controlada, surgem movimentos descontrolados. A Berlim do séc.XXI que nos leva pelo túnel da felicidade até aos anos 60. <br><br><a href="http://obviousmag.org/palavras_na_barriga/2017/01/o-tunel-da-felicidade.html">Ler o artigo completo</a><br> ser otimista não vai dar certo!Pedro Silveirahttp://obviousmag.org/dois_bits/autor/2017-01-20T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/dois_bits/2017/ser-otimista-nao-vai-dar-certo.html <a href="http://obviousmag.org/dois_bits/2017/ser-otimista-nao-vai-dar-certo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/dois_bits/2017/ser-otimista-nao-vai-dar-certo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A forma como você encara o que aconteceu não vai mudar o que aconteceu. O copo caiu e quebrou, é um fato. Por isso mesmo, não há benefício nenhum em ficar se lamentando. <br><br><a href="http://obviousmag.org/dois_bits/2017/ser-otimista-nao-vai-dar-certo.html">Ler o artigo completo</a><br> bonecas de papel higiênico e a noiva israelenseDênis Matoshttp://obviousmag.org/nicotina_cafeina/autor/2017-01-20T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/nicotina_cafeina/2017/bonecas-de-papel-higienico-e-a-noiva-israelense.html <a href="http://obviousmag.org/nicotina_cafeina/2017/bonecas-de-papel-higienico-e-a-noiva-israelense.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/nicotina_cafeina/2017/bonecas-de-papel-higienico-e-a-noiva-israelense.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Longa-metragem do Oriente Médio trata dos sonhos adolescentes e do que é estar apaixonado pelo amor <br><br><a href="http://obviousmag.org/nicotina_cafeina/2017/bonecas-de-papel-higienico-e-a-noiva-israelense.html">Ler o artigo completo</a><br> uma lição sobre separaçãoCarolina Vila Novahttp://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/autor/2017-01-20T00:20:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/uma-licao-sobre-separacao.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/uma-licao-sobre-separacao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/uma-licao-sobre-separacao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Temos o direito de amar, assim como temos o direito de algum dia deixar de amar. A decisão de ir ou permanecer cabe a mim mesma. E se me decido por ir, sigo em paz e deixo para trás quem quer que seja, com respeito e dignidade. No mínimo, por tudo o que aquela pessoa representou um dia para mim. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/reading_terapia/2017/01/uma-licao-sobre-separacao.html">Ler o artigo completo</a><br> emma stone e sua la la land!alfredo passoshttp://obviousmag.org/alfredo_passosbr/autor/2017-01-20T00:19:00-08:00http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/emma-stone-atriz.html <a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/emma-stone-atriz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/emma-stone-atriz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> No 74ª. Annual Golden Globe Awards, a atriz Emma Stone foi escolhida a melhor atriz por sua performance no filme La La Land, ao lado, do também escolhido, como melhor ator, Ryan Gosling. <br><br><a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/emma-stone-atriz.html">Ler o artigo completo</a><br> a gente teria mais momentos felizes se lutasse menos por uma vida inteira felizSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2017-01-20T00:18:00-08:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/a-gente-teria-mais-momentos-felizes-se-lutasse-menos-por-uma-vida-inteira-feliz.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/a-gente-teria-mais-momentos-felizes-se-lutasse-menos-por-uma-vida-inteira-feliz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/a-gente-teria-mais-momentos-felizes-se-lutasse-menos-por-uma-vida-inteira-feliz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> As prioridades vão mudando. Alguns sonhos perdem a graça. Algumas coisas a gente deseja a vida inteira. Outras , a gente deseja numa fase da vida e se a gente não realiza naquela fase , a coisa passa. A gente perde a motivação, a gente vira o olhar para o outro lado. A gente se interessa por outras coisas. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/01/a-gente-teria-mais-momentos-felizes-se-lutasse-menos-por-uma-vida-inteira-feliz.html">Ler o artigo completo</a><br> o amor não requer provas e sim atitudesMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2017-01-20T00:17:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/o-amor-nao-requer-provas-e-sim-atitudes.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/o-amor-nao-requer-provas-e-sim-atitudes.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/o-amor-nao-requer-provas-e-sim-atitudes.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não basta somente ter alguém, precisamos sentir esse alguém, saber que ele se importa, que somos parte de sua vida, que seus olhos nos procuram, que suas mãos nos tocam, que seu amor é nosso. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/o-amor-nao-requer-provas-e-sim-atitudes.html">Ler o artigo completo</a><br> moça, sai dessa de inimigasPaula Peregrinahttp://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/autor/2017-01-20T00:16:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/01/moca-sai-dessa-de-inimigas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/01/moca-sai-dessa-de-inimigas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/01/moca-sai-dessa-de-inimigas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Eu queria tocar algumas polemicas do feminismo, mas de uma forma leve, sem academismos, sem muita pretensão. Tentei falar de um jeito que o leitor pudesse chegar até o fim do texto sem ódio no coração. Gerar mais reflexão do que reação. Se não consegui, fica a intenção. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/palavras_peregrinas/2017/01/moca-sai-dessa-de-inimigas.html">Ler o artigo completo</a><br> sem filtro: quem você gostaria de mandar à merda?Mônica Montonehttp://lounge.obviousmag.org/monica_montone/autor/2017-01-19T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/01/sem-filtro-quem-voce-gostaria-de-mandar-a-merda.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/01/sem-filtro-quem-voce-gostaria-de-mandar-a-merda.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/01/sem-filtro-quem-voce-gostaria-de-mandar-a-merda.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Imagine se você pudesse dizer exatamente o que pensa do seu chefe ou do seu melhor amigo na cara deles... Nicolás López, cineasta chileno, não só imaginou como fez um filme tão divertido e inteligente quanto Relatos Selvagens. Disponível no Netflix. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/01/sem-filtro-quem-voce-gostaria-de-mandar-a-merda.html">Ler o artigo completo</a><br> a mulher do fim do mundo é negra, brasileira e feminista, ela é elza soares!AURICIO ARAUJOhttp://obviousmag.org/infinitos_pessoais/autor/2017-01-19T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/infinitos_pessoais/2017/a-mulher-do-fim-do-mundo-e-negra-brasileira-e-feminista-ela-e-elza-soares.html <a href="http://obviousmag.org/infinitos_pessoais/2017/a-mulher-do-fim-do-mundo-e-negra-brasileira-e-feminista-ela-e-elza-soares.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/infinitos_pessoais/2017/a-mulher-do-fim-do-mundo-e-negra-brasileira-e-feminista-ela-e-elza-soares.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Elza Soares é o olhar misterioso de Capitu, a casca grossa de Maria da Penha, o sorriso alegre de Carmen Miranda, o braço forte de Dandara, tudo junto. É daquelas mulheres que fazem História pra lembrar às mulheres do Brasil que esse país é nosso. <br><br><a href="http://obviousmag.org/infinitos_pessoais/2017/a-mulher-do-fim-do-mundo-e-negra-brasileira-e-feminista-ela-e-elza-soares.html">Ler o artigo completo</a><br> documentários para ser melhorLUIZ ROSAhttp://obviousmag.org/porta_voz/autor/2017-01-19T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/porta_voz/2017/documentarios-para-fazer-2017-melhor.html <a href="http://obviousmag.org/porta_voz/2017/documentarios-para-fazer-2017-melhor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/porta_voz/2017/documentarios-para-fazer-2017-melhor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Primeira parte de uma lista de documentários para ajudar a pensar o mundo e agir diferente, seja do ponto de vista ambiental (como poluímos, como tratamos os animais, como podemos ajudar) seja do ponto de vista dos nossos preconceitos (racismo, bullying, homofobia). <br><br><a href="http://obviousmag.org/porta_voz/2017/documentarios-para-fazer-2017-melhor.html">Ler o artigo completo</a><br> por uma vida cada vez mais inútil Juliana Santinhttp://obviousmag.org/algo_pensa_em_mim/autor/2017-01-19T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/algo_pensa_em_mim/2017/por-uma-vida-cada-vez-mais-inutil.html <a href="http://obviousmag.org/algo_pensa_em_mim/2017/por-uma-vida-cada-vez-mais-inutil.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/algo_pensa_em_mim/2017/por-uma-vida-cada-vez-mais-inutil.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O que seria uma coisa útil? Sem pensar muito, diríamos que útil é tudo aquilo que serve para alguma coisa. Em outras palavras, úteis são aquelas coisas que têm seu valor fora delas. E a felicidade, serve para que? Resposta dada pelo professor Clóvis de Barros Filho citando Aristóteles: para nada. A felicidade é completamente inútil. Os momentos felizes são aqueles que valem por si mesmos, que têm valor em si mesmos, que não servem para absolutamente nada além de nos alegrar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/algo_pensa_em_mim/2017/por-uma-vida-cada-vez-mais-inutil.html">Ler o artigo completo</a><br> inevitávelDaniela Castrohttp://obviousmag.org/infinito_saber/autor/2017-01-19T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/infinito_saber/2017/01/inevitavel.html <a href="http://obviousmag.org/infinito_saber/2017/01/inevitavel.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/infinito_saber/2017/01/inevitavel.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um filme intenso e verdadeiro que retrata a vida e a morte. “Às vezes o homem cego enxerga mais longe” – disse o escritor em um dos encontros com um executivo no banco da praça em Buenos Aires. <br><br><a href="http://obviousmag.org/infinito_saber/2017/01/inevitavel.html">Ler o artigo completo</a><br> você sabe como nasce uma flor?Malu De Falcohttp://obviousmag.org/cafe_em_prosa/autor/2017-01-19T00:19:00-08:00http://obviousmag.org/cafe_em_prosa/2017/voce-sabe-como-nasce-uma-flor.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_em_prosa/2017/voce-sabe-como-nasce-uma-flor.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_em_prosa/2017/voce-sabe-como-nasce-uma-flor.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Às vezes, a paciência é a única coisa que você pode fazer sobre as coisas estarem como estão, não existe outra saída senão esperar. E quando você espera, enquanto espera, estará exercendo uma decisão sábia ao reconhecer que, no momento, não consegue tomar decisão alguma. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_em_prosa/2017/voce-sabe-como-nasce-uma-flor.html">Ler o artigo completo</a><br> nossas memórias são traiçoeirasTatiana Niczhttp://obviousmag.org/desconstruindo_tati/autor/2017-01-19T00:18:00-08:00http://obviousmag.org/desconstruindo_tati/2017/nossas-memorias-sao-traicoeiras.html <a href="http://obviousmag.org/desconstruindo_tati/2017/nossas-memorias-sao-traicoeiras.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/desconstruindo_tati/2017/nossas-memorias-sao-traicoeiras.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nossas memórias são traiçoeiras, elas não são acuradas, verdadeiras, elas são nada mais que nossa versão editada do que foi. Por mais importante que seja revisitar nosso passado para entender de onde viemos, o que ajuda mesmo é entender como essas memórias perdidas e os traumas não solucionados no passado se manifestam em nosso dia-a-dia. Entenda, a verdadeira possibilidade de mudança está mesmo no presente. <br><br><a href="http://obviousmag.org/desconstruindo_tati/2017/nossas-memorias-sao-traicoeiras.html">Ler o artigo completo</a><br> assuma que é hora de partirMarina Zotessohttp://obviousmag.org/em_cada_esquina/autor/2017-01-19T00:17:00-08:00http://obviousmag.org/em_cada_esquina/2017/assuma-que-e-hora-de-partir.html <a href="http://obviousmag.org/em_cada_esquina/2017/assuma-que-e-hora-de-partir.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/em_cada_esquina/2017/assuma-que-e-hora-de-partir.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não é porque o último gole já foi dado que a culpa é sua. Há certas realidades que nem mesmo o destino pode alterar. Compreenda de uma vez por todas que em algumas situações não importa o quanto você tente ou insista, a porta já está trancada. <br><br><a href="http://obviousmag.org/em_cada_esquina/2017/assuma-que-e-hora-de-partir.html">Ler o artigo completo</a><br> por que ler obras de novos escritores?Jéferson Alveshttp://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/autor/2017-01-19T00:16:00-08:00http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/por-que-ler-obras-de-novos-escritores.html <a href="http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/por-que-ler-obras-de-novos-escritores.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/por-que-ler-obras-de-novos-escritores.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ler é sempre bom, principalmente quando a obra nos toca e diz algo a nosso respeito. Esse é o poder da arte da literatura. E o que os novos escritores vem fazendo (muito bem) é exatamente isso: dar-nos sua arte para conhecermos a nós mesmos. Os novos escritores são os pensadores que pensam o nosso tempo. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pulsoes_cotidianas/2017/por-que-ler-obras-de-novos-escritores.html">Ler o artigo completo</a><br> vidas secas: de silêncios e injustiças CLEÂNE ALVEShttp://obviousmag.org/leituras_cantos_e_encantos_e_mais/autor/2017-01-18T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/leituras_cantos_e_encantos_e_mais/2017/vidas-secas-de-silencios-e-injusticas.html <a href="http://obviousmag.org/leituras_cantos_e_encantos_e_mais/2017/vidas-secas-de-silencios-e-injusticas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/leituras_cantos_e_encantos_e_mais/2017/vidas-secas-de-silencios-e-injusticas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Graciliano Ramos parece propor uma reflexão sobre a questão fundiária no Brasil dos anos 1930. Mostrando imagens sociais e geográficas de refúgios sertanejos, que diante da impossibilidade concreta e injusta de mudanças, desenvolvem mecanismos próprios e seguem vivendo à margem da sociedade. <br><br><a href="http://obviousmag.org/leituras_cantos_e_encantos_e_mais/2017/vidas-secas-de-silencios-e-injusticas.html">Ler o artigo completo</a><br> o ano do macaco de black alienJeff Ferreirahttp://obviousmag.org/submundo_do_som/autor/2017-01-18T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/submundo_do_som/2017/o-ano-do-macaco-de-black-alien.html <a href="http://obviousmag.org/submundo_do_som/2017/o-ano-do-macaco-de-black-alien.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/submundo_do_som/2017/o-ano-do-macaco-de-black-alien.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Gustavo Black Alien em seu primeiro disco o Babilon by Gus, volume 1, o ano do macaco, mostra seu potencial que vai além do Planet Hemp e da dupla com Speed, numa sonoridade singular que atinge o plural, versatilidade nas batidas e rimas nesse álbum que é um marco para o rap brasileiro e considerado como um dos melhores discos do gênero e que mais de 10 anos depois se mantém vivo nos ouvidos dos amantes do bom som. <br><br><a href="http://obviousmag.org/submundo_do_som/2017/o-ano-do-macaco-de-black-alien.html">Ler o artigo completo</a><br> demônio de neon é uma armadilha da plasticidadeEdmar Borgeshttp://lounge.obviousmag.org/sup3rtr4mp/autor/2017-01-18T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/sup3rtr4mp/2017/01/demonio-de-neon-e-uma-armadilha-da-plasticidade.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/sup3rtr4mp/2017/01/demonio-de-neon-e-uma-armadilha-da-plasticidade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/sup3rtr4mp/2017/01/demonio-de-neon-e-uma-armadilha-da-plasticidade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> E tem gente caindo como uma garota do interior devorada pelo showbiz. Mas o filme traz muito mais a ser avaliado e discutido sobre a superficialidade do que parece. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/sup3rtr4mp/2017/01/demonio-de-neon-e-uma-armadilha-da-plasticidade.html">Ler o artigo completo</a><br> star wars - muito mais do que uma guerra nas estrelas Mônica Karawejczykhttp://obviousmag.org/inquietacoes_e_reflexoes/autor/2017-01-18T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/inquietacoes_e_reflexoes/2017/star-wars---muito-mais-do-que-uma-guerra-nas-estrelas.html <a href="http://obviousmag.org/inquietacoes_e_reflexoes/2017/star-wars---muito-mais-do-que-uma-guerra-nas-estrelas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/inquietacoes_e_reflexoes/2017/star-wars---muito-mais-do-que-uma-guerra-nas-estrelas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Star Wars um filme que impactou gerações e levou milhões aos cinemas. A morte de Carrie Fisher, a eterna Princesa Leia, me fez rememorar o que de tão admirável e inesquecível eu sempre vi nessa franquia. É um pouco sobre isso que esse breve artigo relembra, retoma, reflete. <br><br><a href="http://obviousmag.org/inquietacoes_e_reflexoes/2017/star-wars---muito-mais-do-que-uma-guerra-nas-estrelas.html">Ler o artigo completo</a><br> a frase que mudou a minha vidaFlávia Bechtingerhttp://obviousmag.org/em_construcao/autor/2017-01-18T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/em_construcao/2017/a-frase-que-mudou-a-minha-vida.html <a href="http://obviousmag.org/em_construcao/2017/a-frase-que-mudou-a-minha-vida.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/em_construcao/2017/a-frase-que-mudou-a-minha-vida.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Julguei o livro pela capa mesmo. E ainda bem que topei ler mesmo assim. Por fim, achei o livro legal e a leitura leve, mas o que me impressionou mesmo foi uma frase que quase passa batido por mim: a gente aceita o amor que acha que merece. <br><br><a href="http://obviousmag.org/em_construcao/2017/a-frase-que-mudou-a-minha-vida.html">Ler o artigo completo</a><br>