obviousUm olhar mais demorado...2020-07-14T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2o homem duplicadoJHONS CASSIMIROhttp://lounge.obviousmag.org/above_all/autor/2020-07-14T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/above_all/2020/07/o-homem-duplicado.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/above_all/2020/07/o-homem-duplicado.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/above_all/2020/07/o-homem-duplicado.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Somos cópias de pessoas de segunda categoria <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/above_all/2020/07/o-homem-duplicado.html">Ler o artigo completo</a><br> “eu não escrevo para receber dinheiro” diz sergio martinsMarcio Sales Saraivahttp://obviousmag.org/leftcafe/autor/2020-07-14T01:31:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/sergiomartins.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/sergiomartins.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/sergiomartins.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sergio Martins habita na periferia do Rio de Janeiro (e do mundo) e faz deste lugar (geopsíquico) um espaço de criação para seus contos hiperrealistas e para sua poética lírica e demolidora. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/sergiomartins.html">Ler o artigo completo</a><br> a fantástica usina criativa de ana lúcia meregeMarcio Sales Saraivahttp://obviousmag.org/leftcafe/autor/2020-07-14T01:22:00-07:00http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/analuciamerege.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/analuciamerege.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/analuciamerege.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Autora de dez livros para o público juvenil e jovem adulto, a escritora e bibliotecária Ana Lúcia Merege também organizou ou coorganizou sete coletâneas de contos de ficção fantástica, entre elas, “16 contos insólitos” (Mundo Contemporâneo Edições). Seu "Duendes" venceu o Prêmio Le Blanc, organizado pela ECO/UFRJ e pela UVA - Universidade Veiga de Almeida. Conheça um pouco mais essa riquíssima e fantástica produção literária. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_posmoderno/2020/analuciamerege.html">Ler o artigo completo</a><br> minha pele, meu cais.Anderson Henriqueshttp://obviousmag.org/minha_alma_tem_fome/autor/2020-07-14T01:21:00-07:00http://obviousmag.org/minha_alma_tem_fome/2020/minha-pele-meu-cais.html <a href="http://obviousmag.org/minha_alma_tem_fome/2020/minha-pele-meu-cais.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/minha_alma_tem_fome/2020/minha-pele-meu-cais.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Através da pele que nos comunicamos com o mundo exterior, da forma mais involuntária e instintiva. A gente sente mesmo sem ver, sem ouvir, sem sentir cheiro. A pele nos faz sentir frio ou calor. A pele nos faz arrepiar de medo ou de emoção. Através da pele sentimos o outro. Na pele carregamos todas as nossas marcas, cicatrizes, rugas, sinais da infância e da velhice. Enfim, é ela a nossa fronteira com o mundo, nosso limite mais extremo, nosso cais. Há, porém, aqueles que lutam contra essa natureza e passam a vida inteira tentando reprimir essa comunicação com o mundo através da pele, através das emoções. O medo de machucar, de sangrar, pode nos afastar da alegria de sentir na pele o frescor de novos ventos. É sempre um risco. <br><br><a href="http://obviousmag.org/minha_alma_tem_fome/2020/minha-pele-meu-cais.html">Ler o artigo completo</a><br> nós os outros e a empatia Rita Palma Nascimentohttp://obviousmag.org/olhos_no_mundo/autor/2020-07-14T01:20:00-07:00http://obviousmag.org/olhos_no_mundo/2020/nos-os-outros-e-a-empatia.html <a href="http://obviousmag.org/olhos_no_mundo/2020/nos-os-outros-e-a-empatia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/olhos_no_mundo/2020/nos-os-outros-e-a-empatia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Colocar-se no lugar do outro não é tão fácil quanto possa parecer, embora nos seja muitas vezes imposto. Ao longo das História, a humanidade sempre apresentou dificuldade em lidar com as diferenças, criando, nas sociedades onde se insere, lugares cativos que apenas se crê serem destinados a outros (desde logo às minorias). Desta forma, tanto a alteridade como a empatia, por serem habilidades complexas com necessidade de desenvolvimento e trabalho ao longo da vida, dão lugar à facilidade e à necessidade recorrente de classificar cada um dos demais nesse seu lugar. <br><br><a href="http://obviousmag.org/olhos_no_mundo/2020/nos-os-outros-e-a-empatia.html">Ler o artigo completo</a><br> vitor teixeira: o ilustrador à esquerda e seus desenhos politizadosJeferson Corrêahttp://lounge.obviousmag.org/manifesto_da_artes/autor/2020-07-13T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/manifesto_da_artes/2014/05/vitor-teixeira-o-ilustrador-de-esquerda-e-seus-desenhos-politizados.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/manifesto_da_artes/2014/05/vitor-teixeira-o-ilustrador-de-esquerda-e-seus-desenhos-politizados.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/manifesto_da_artes/2014/05/vitor-teixeira-o-ilustrador-de-esquerda-e-seus-desenhos-politizados.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Provocador, incendiário, colaborador de causas. Conheça o talentoso ilustrador Vitor Teixeira e seus desenhos de cunho politicosocial na luta de uma sociedade mais justa e democrática. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/manifesto_da_artes/2014/05/vitor-teixeira-o-ilustrador-de-esquerda-e-seus-desenhos-politizados.html">Ler o artigo completo</a><br> projeto fotográfico: uma nova forma de ver a ásiaMarcelo Viniciushttp://lounge.obviousmag.org/cafe_nao_te_deixa_mais_cult/autor/2020-07-13T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/cafe_nao_te_deixa_mais_cult/2014/05/projeto-fotografico-uma-nova-forma-de-ver-a-asia.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/cafe_nao_te_deixa_mais_cult/2014/05/projeto-fotografico-uma-nova-forma-de-ver-a-asia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/cafe_nao_te_deixa_mais_cult/2014/05/projeto-fotografico-uma-nova-forma-de-ver-a-asia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O fotógrafo Weerapong Chaipuck, que largou a medicina para se dedicar à fotografia, realizou uma série fotográfica que mostra a Ásia como você nunca viu antes. Além disso, para aqueles que querem tentar a carreira de fotografia, ele deixa a dica. É só conferir. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/cafe_nao_te_deixa_mais_cult/2014/05/projeto-fotografico-uma-nova-forma-de-ver-a-asia.html">Ler o artigo completo</a><br> happyVasco Neveshttps://dacthilografado.wordpress.com/2020-07-13T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/05/happy.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/05/happy.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/05/happy.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Já alguma vez ouviu a expressão "Vida de cão"? Gosto de acreditar que esta é a vida que os nossos fieis companheiros de quatro patas merecem. Todos os cães merecem o céu e todos os humanos merecem um cão. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/05/happy.html">Ler o artigo completo</a><br> a decadência em forma de arteFernando Triffhttp://lounge.obviousmag.org/trenda_hipsta_cult/autor/2020-07-12T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/trenda_hipsta_cult/2014/06/a-decadencia-em-forma-de-arte.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/trenda_hipsta_cult/2014/06/a-decadencia-em-forma-de-arte.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/trenda_hipsta_cult/2014/06/a-decadencia-em-forma-de-arte.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A contemplação do desastre por Sandro Giordano <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/trenda_hipsta_cult/2014/06/a-decadencia-em-forma-de-arte.html">Ler o artigo completo</a><br> erótico ou pornográfico? Viviane Rodrigueshttp://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/autor/2020-07-12T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2014/05/erotico-ou-pornografico.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2014/05/erotico-ou-pornografico.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2014/05/erotico-ou-pornografico.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O erótico e o pornográfico rescendem ao mesmo perfume, no entanto, podem possuir notas distintas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2014/05/erotico-ou-pornografico.html">Ler o artigo completo</a><br> arte digital: o talento de jesse michael newmanThiago Canutohttp://lounge.obviousmag.org/de_borest/autor/2020-07-12T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/de_borest/2014/06/arte-digital-o-talento-de-jesse-michael-newman.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/de_borest/2014/06/arte-digital-o-talento-de-jesse-michael-newman.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/de_borest/2014/06/arte-digital-o-talento-de-jesse-michael-newman.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Jesse Newman não é nenhum famoso entre os amantes de cinema e animação, mas com certeza você já deve ter visto algum trabalho produzido por ele nas telinhas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/de_borest/2014/06/arte-digital-o-talento-de-jesse-michael-newman.html">Ler o artigo completo</a><br> olhe bem para as montanhasJocê Rodrigueshttp://lounge.obviousmag.org/decantacoes/autor/2020-07-12T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2014/06/olhe-bem-para-as-montanhas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2014/06/olhe-bem-para-as-montanhas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2014/06/olhe-bem-para-as-montanhas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O fotógrafo polonês Artur Stanisz nos presenteia com imagens incrivelmente sensíveis de suas viagens por regiões como Patagônia, Colúmbia Britânica e Yukon. São mais que imagens: são mosaicos que nos dizem muito sobre o olhar. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/decantacoes/2014/06/olhe-bem-para-as-montanhas.html">Ler o artigo completo</a><br> uma mulher quer matar o machadoDiego da Cruzhttp://lounge.obviousmag.org/a_maquina_do_mundo_inteiro/autor/2020-07-12T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/a_maquina_do_mundo_inteiro/2014/05/uma-mulher-quer-matar-o-machado.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/a_maquina_do_mundo_inteiro/2014/05/uma-mulher-quer-matar-o-machado.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/a_maquina_do_mundo_inteiro/2014/05/uma-mulher-quer-matar-o-machado.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Ela é responsável por um projeto que pressupõe a incapacidade de compreensão das pessoas mais comuns brasileiras de textos complexos, e está distribuindo uma versão de "O alienista" de Machado de Assis, reescrito de forma simplificada, de acordo com a linguagem e os padrões editoriais atuais. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/a_maquina_do_mundo_inteiro/2014/05/uma-mulher-quer-matar-o-machado.html">Ler o artigo completo</a><br> problema de homens (por saramago)José Douglas Alves dos Santoshttp://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/autor/2020-07-11T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/03/problema-de-homens-por-saramago.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/03/problema-de-homens-por-saramago.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/03/problema-de-homens-por-saramago.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> É elucidativo o que o escritor José Saramago escreveu. De forma clara e concisa, ele não deixa margens à dúvida: a violência contra as mulheres é um problema dos homens. Um problema cultural, histórico e social que ainda parece se reproduzir tão naturalmente. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/03/problema-de-homens-por-saramago.html">Ler o artigo completo</a><br> jeronymo monteiro | a vanguarda da ficção científica brasileiraJoão da Rochahttp://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/autor2020-07-11T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/08/jeronymo-monteiro-a-vanguarda-da-ficcao-cientifica-brasileira.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/08/jeronymo-monteiro-a-vanguarda-da-ficcao-cientifica-brasileira.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/08/jeronymo-monteiro-a-vanguarda-da-ficcao-cientifica-brasileira.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O termo ficção científica surgiu pela primeira vez na revista Amazing Stories nas ideias do editor e também escritor americano visionário Hugo Gernsback. Isto em meados dos anos vinte. Não obstante, os primeiros passos se deram na Europa em franca expansão industrial, precisamente na Inglaterra, também na França. Este representado por Julio Verne e aquele por H.G. Wells no século dezenove. Além dos trabalhos Mary Shelley. No Brasil, ganharia estrutura e bases sólidas na obra de Jeronymo Monteiro, no século XX. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/08/jeronymo-monteiro-a-vanguarda-da-ficcao-cientifica-brasileira.html">Ler o artigo completo</a><br> walker evans e os retratos de uma épocaJoão da Rochahttp://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/autor2020-07-11T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/walker-evans-e-os-retratos-de-uma-epoca.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/walker-evans-e-os-retratos-de-uma-epoca.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/walker-evans-e-os-retratos-de-uma-epoca.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em 1935, Walker Evans aceitou um emprego no F.S.A - Farm Security Administration – Departamento criado pelo presidente Franklin Roosevelt - que tinha a missão de registrar a realidade da população nas zonas rurais americanas e fazia parte de um amplo plano de ajuda para a sociedade devastada pela “grande depressão” Todavia, se a intenção do governo era maquiar os registros a fim de usos propagandistas, este não esperava que a força da arte de Evans falaria mais forte e que seu trabalho - retratando para a posteridade a realidade cruel de uma época – o tornaria um dos maiores e mais influentes fotógrafos do Século XX. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/walker-evans-e-os-retratos-de-uma-epoca.html">Ler o artigo completo</a><br> notas do cotidiano: sobre bike, dinheiro e redução da maioridade penalJosé Douglas Alves dos Santoshttp://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/autor/2020-07-11T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/08/notas-do-cotidiano-sobre-bike-dinheiro-e-reducao-da-maioridade-penal.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/08/notas-do-cotidiano-sobre-bike-dinheiro-e-reducao-da-maioridade-penal.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/08/notas-do-cotidiano-sobre-bike-dinheiro-e-reducao-da-maioridade-penal.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Esta é segunda postagem sobre as “notas do cotidiano”, histórias que têm sua origem nos discursos ou práticas comuns de nosso dia a dia, e que são aqui problematizados visando uma reflexão sobre os mesmos. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/desmistificador_de_dalias/2015/08/notas-do-cotidiano-sobre-bike-dinheiro-e-reducao-da-maioridade-penal.html">Ler o artigo completo</a><br> guardem o nome de gilvan lemosFellipe Torreshttp://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/autor/2020-07-11T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2015/08/nas-entrelinhas-do-silencio-de-gilvan-lemos.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2015/08/nas-entrelinhas-do-silencio-de-gilvan-lemos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2015/08/nas-entrelinhas-do-silencio-de-gilvan-lemos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Silenciosamente, assim como viveu, escritor pernambucano morreu no dia 1º de agosto, aos 87 anos. Um homem de poucas palavras faladas, mas muitas escritas. Poucas aparições, mas muitos admiradores. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/sarcasmo_e_sonho/2015/08/nas-entrelinhas-do-silencio-de-gilvan-lemos.html">Ler o artigo completo</a><br> meu corpo, minhas regras e minha arteBruna Vieira de Assishttp://lounge.obviousmag.org/sobre_linhas_entre_espacos/autor/2020-07-10T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/sobre_linhas_entre_espacos/2015/03/meu-corpo-minhas-regras-e-minha-arte.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/sobre_linhas_entre_espacos/2015/03/meu-corpo-minhas-regras-e-minha-arte.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/sobre_linhas_entre_espacos/2015/03/meu-corpo-minhas-regras-e-minha-arte.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Desmitificando o Pole Dance! Permita-se! <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/sobre_linhas_entre_espacos/2015/03/meu-corpo-minhas-regras-e-minha-arte.html">Ler o artigo completo</a><br> a poesia expressionista de georg traklJoão da Rochahttp://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/autor2020-07-10T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/a-poesia-expressionista-de-georg-trakl.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/a-poesia-expressionista-de-georg-trakl.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/a-poesia-expressionista-de-georg-trakl.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Recebi o “Sebastião no Sonho”, do qual muito já li: comovido, estupefato, cheio de pressentimentos e perplexidade; pois logo se entende que as circunstâncias desse soar ascendente e ressoar descendente foram irremediavelmente únicas, justamente como as que nascem do sonho. Tenho a sensação de que, mesmo para alguém próximo a Trakl, essas perspectivas e visões só aparecem como se através de vidros, como se excluído delas: pois a experiência de Trakl é como uma sucessão de reflexos e preenche todo o seu espaço, inacessível qual o espaço do espelho." Rainer Maria Rilke <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/a-poesia-expressionista-de-georg-trakl.html">Ler o artigo completo</a><br> drunken dumbshow - o fim de jack kerouacGuilherme Ziggyhttp://lounge.obviousmag.org/defasagem_de_sentidos/autor/2020-07-10T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/defasagem_de_sentidos/2015/03/drunken-dumbshow---o-fim-de-jack-kerouac.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/defasagem_de_sentidos/2015/03/drunken-dumbshow---o-fim-de-jack-kerouac.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/defasagem_de_sentidos/2015/03/drunken-dumbshow---o-fim-de-jack-kerouac.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Jack Kerouac é conhecido por ser o rei dos beats, a figura mítica do estradeiro norte-americano com os dois pés nas highways oníricas na imaginação de todos os seus leitores. No entanto, a vida pessoal do escritor, que foi repleta de relações conturbadas e polêmicas é pouco retratada e pesquisada. Este artigo busca tentar trazer luz às trevas beatniks e colocar em panos limpos a imagem desconstruída de um dos narradores mais importantes do século passado. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/defasagem_de_sentidos/2015/03/drunken-dumbshow---o-fim-de-jack-kerouac.html">Ler o artigo completo</a><br> a geração publicidadeVinicius Siqueirahttp://lounge.obviousmag.org/hepatopatia_cronica/autor/2020-07-10T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/hepatopatia_cronica/2015/03/a-geracao-publicidade.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/hepatopatia_cronica/2015/03/a-geracao-publicidade.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/hepatopatia_cronica/2015/03/a-geracao-publicidade.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A nossa geração é talvez a primeira a se encantar pela publicidade direcionada a vendas. Talvez seja a primeira a assumir o péssimo hábito de se identificar com marcas - e as marcas não perdem seu desmérito: são elas que criam um ambiente favorável e propagandeiam uma noção mais humana das empresas, deixando um espectro de lealdade e bondade sobre as atividades unicamente direcionadas ao lucro que ela própria <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/hepatopatia_cronica/2015/03/a-geracao-publicidade.html">Ler o artigo completo</a><br> feitas para fazer escolhasfabitahttp://lounge.obviousmag.org/hotel_da_esquina/autor/2020-07-10T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/hotel_da_esquina/2015/03/feita-para-fazer-escolhas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/hotel_da_esquina/2015/03/feita-para-fazer-escolhas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/hotel_da_esquina/2015/03/feita-para-fazer-escolhas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Femininas, sim, sempre, e cheias de ideias brilhantes e profundas e também de amenidades, reservadas para as amigas mais próximas <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/hotel_da_esquina/2015/03/feita-para-fazer-escolhas.html">Ler o artigo completo</a><br> quando nos apartamos da leveza de ser Lia Holandahttp://lounge.obviousmag.org/divagando_e_sempre/autor/2020-07-09T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/divagando_e_sempre/2015/03/quando-nos-apartamos-da-leveza-de-ser.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/divagando_e_sempre/2015/03/quando-nos-apartamos-da-leveza-de-ser.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/divagando_e_sempre/2015/03/quando-nos-apartamos-da-leveza-de-ser.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Porque o sentir verdadeiro te pega desprevenido e não pede para entrar. " No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas 
que o vento não conseguiu levar:
 um estribilho antigo 
um carinho no momento preciso 
o folhear de um livro de poemas
 o cheiro que tinha um dia o próprio vento..." Mario Quintana <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/divagando_e_sempre/2015/03/quando-nos-apartamos-da-leveza-de-ser.html">Ler o artigo completo</a><br> sapeurs - os homens dentro do fatoVasco Neveshttps://dacthilografado.wordpress.com/2020-07-09T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/sapeurs---os-homens-dentro-do-fato.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/sapeurs---os-homens-dentro-do-fato.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/sapeurs---os-homens-dentro-do-fato.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Quando pensamos em lenços de seda, calças de veludo rosa, ou casacos de tweed feitos por um alfaiate, decerto que não fazemos logo uma associação às favelas mais pobres da África? Mas tudo isto é comum para qualquer habitante do Congo! <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/sapeurs---os-homens-dentro-do-fato.html">Ler o artigo completo</a><br> amor, cólera e loucura em marie vieux chauvetJoão da Rochahttp://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/autor2020-07-09T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/amor-colera-e-loucura-em-marie-vieux-chauvet.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/amor-colera-e-loucura-em-marie-vieux-chauvet.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/amor-colera-e-loucura-em-marie-vieux-chauvet.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Economicamente o Haiti ainda há de prosperar e um dia ser uma grande potência - em outras palavras - um país que superará suas mazelas. Encontrando finalmente sua vocação de um paraíso perdido no meio do caribe. Entretanto, nas artes, e falando agora especificamente na literatura, ele está entre um dos mais fundamentais celeiros do Século XX. Como a lendária escritora e ativista Marie Vieux Chauvet. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/03/amor-colera-e-loucura-em-marie-vieux-chauvet.html">Ler o artigo completo</a><br> amenizando os danos: cães na praia (e outras elucubrações praianas)Viviane Rodrigueshttp://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/autor/2020-07-09T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2015/03/amenizando-os-danos-caes-na-praia-e-outras-elucubracoes.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2015/03/amenizando-os-danos-caes-na-praia-e-outras-elucubracoes.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2015/03/amenizando-os-danos-caes-na-praia-e-outras-elucubracoes.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Eu sempre torci o nariz para cães na praia. Sempre achei muito complicado levá-los porque, geralmente, quem o faz, é sempre despreparad@. No entanto, hoje – depois da Barbarella - me parece que é como ir para um lugar muito legal e não levar alguém que você ama e sabe que vai curtir demais. Quem é a Barbarella? Ela é uma cadelinha SDR (sem raça definida) pequena, muito frágil e <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/nude_but_not_naked/2015/03/amenizando-os-danos-caes-na-praia-e-outras-elucubracoes.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre escolhas e fazer acontecerGustavo Araújohttp://lounge.obviousmag.org/o_que_eu_vi/autor/2020-07-09T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/o_que_eu_vi/2015/03/sobre-escolhas-e-fazer-acontecer.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/o_que_eu_vi/2015/03/sobre-escolhas-e-fazer-acontecer.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/o_que_eu_vi/2015/03/sobre-escolhas-e-fazer-acontecer.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O ativismo de sofá e conformismo em apenas reclamar são alguns dos fatores que nos impedem de construirmos uma sociedade melhor, a que tanto sonhamos e reivindicamos. Enquanto muitos de nós gastamos o tempo desse jeito, outros se atentam em buscar e desenvolver formas de fazer a diferença. E, Aaron Swartz, era um desses. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/o_que_eu_vi/2015/03/sobre-escolhas-e-fazer-acontecer.html">Ler o artigo completo</a><br> sapiossexualidade: entenda o interesse sexual pela inteligênciaValter Geronimo Camilo Juniorhttp://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/autor/2020-07-08T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2016/01/sapiossexualidade-entenda-o-interesse-sexual-pela-inteligencia.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2016/01/sapiossexualidade-entenda-o-interesse-sexual-pela-inteligencia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2016/01/sapiossexualidade-entenda-o-interesse-sexual-pela-inteligencia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Atração sexual nem sempre depende de fatores físicos, como altura, peso e formato do rosto, por exemplo. Algumas pessoas estão muito mais preocupadas com a inteligência. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2016/01/sapiossexualidade-entenda-o-interesse-sexual-pela-inteligencia.html">Ler o artigo completo</a><br> o problema dos escritores: escreverValter Geronimo Camilo Juniorhttp://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/autor/2020-07-08T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/03/o-problema-dos-escritores-escrever.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/03/o-problema-dos-escritores-escrever.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/03/o-problema-dos-escritores-escrever.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Quando certa manhã Gregor Samsa acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso”. - Franz Kafka <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/03/o-problema-dos-escritores-escrever.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre a lutaLarissa Caramelhttps://medium.com/@laracaramel2020-07-08T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/insolito/2016/01/sobre-a-luta.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/insolito/2016/01/sobre-a-luta.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/insolito/2016/01/sobre-a-luta.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Pois o pior confronto é contra a expectativa. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/insolito/2016/01/sobre-a-luta.html">Ler o artigo completo</a><br> o bem que fizeres, a ti retornaráVasco Neveshttps://dacthilografado.wordpress.com/2020-07-08T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/o-bem-que-fizeres-a-ti-retornara.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/o-bem-que-fizeres-a-ti-retornara.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/o-bem-que-fizeres-a-ti-retornara.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O amor na sua forma mais pura é demonstrado nos pequenos gestos. Nós, humanos conscientes e inteligentes, temos muito a aprender sobre humanidade com os animais não humanos. Margarita Suarez dedicou a sua vida a alimentar animais de rua e na sua morte, esses mesmos animais de rua, devolveram-lhe todo esse amor. Margarita foi uma mulher de gestos simples, mas que tiveram todo o agradecimento por parte daqueles a quem ela ajudou e acarinhou. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/o-bem-que-fizeres-a-ti-retornara.html">Ler o artigo completo</a><br> o amor abriu (literalmente) o caminho na montanhaVasco Neveshttps://dacthilografado.wordpress.com/2020-07-08T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/diz-se-a-boca-pequena-que.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/diz-se-a-boca-pequena-que.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/diz-se-a-boca-pequena-que.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Disseram-lhe que era impossível, ele pegou num martelo, num cinzel, em corda e toda a sua raiva e amor e escavou, escavou a dor para fora do seu coração, enquanto abria um caminho para que todos pudessem ter igualdade de oportunidades. É dos homens simples que surgem os grandes feitos! <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2015/03/diz-se-a-boca-pequena-que.html">Ler o artigo completo</a><br> as 10 imagens da semana: do admirável ao factual (edição 5)Sandro Marcoshttp://lounge.obviousmag.org/encruzilhada/autor/2020-07-07T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/encruzilhada/2014/04/as-10-imagens-da-semana-do-admiravel-ao-factual-edicao-5.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/encruzilhada/2014/04/as-10-imagens-da-semana-do-admiravel-ao-factual-edicao-5.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/encruzilhada/2014/04/as-10-imagens-da-semana-do-admiravel-ao-factual-edicao-5.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Protestos, descobertas científicas, Johnny Cash na prisão (?) e algumas sensacionais imagens históricas raras como a primeira fotografia de Machu Pichu ao ser redescoberta e de índios norte-americanos em 1891. Admiráveis, factuais e imperdíveis! <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/encruzilhada/2014/04/as-10-imagens-da-semana-do-admiravel-ao-factual-edicao-5.html">Ler o artigo completo</a><br> não digas nadaVasco Neveshttps://dacthilografado.wordpress.com/2020-07-07T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/04/nao-digas-nada.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/04/nao-digas-nada.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/04/nao-digas-nada.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Um dia destes encontrei Fernando Pessoa na rua... ou seria o Álvaro? Por momentos pareceu-me o Ricardo, mas sem dúvida que toda aquela calma só poderia ser do Alberto. Pessoa és mesmo tu? No meu pensamento surgiram milhares de perguntas para fazer, estava prestes a abrir a boca quando ele subitamente começa a recitar... <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/vida_alternativa/2014/04/nao-digas-nada.html">Ler o artigo completo</a><br> fimFelipe de Paula Limahttp://lounge.obviousmag.org/les_feuilles/autor/2020-07-07T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/les_feuilles/2014/04/fim-de-fernanda-torres.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/les_feuilles/2014/04/fim-de-fernanda-torres.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/les_feuilles/2014/04/fim-de-fernanda-torres.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Fernanda Torres estreia como escritora em livro vertiginoso sobre morte e vida no Rio de Janeiro <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/les_feuilles/2014/04/fim-de-fernanda-torres.html">Ler o artigo completo</a><br> fotografando adrenalinaLaís Vilelahttp://lounge.obviousmag.org/lapis_papel_e_dedos_no_teclado/autor/2020-07-07T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/lapis_papel_e_dedos_no_teclado/2014/04/fotografando-adrenalina.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/lapis_papel_e_dedos_no_teclado/2014/04/fotografando-adrenalina.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/lapis_papel_e_dedos_no_teclado/2014/04/fotografando-adrenalina.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Costumo dizer que trabalho com três tipos de animais: os tímidos, os que despertam curiosidade e estranheza e os que querem me comer". <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/lapis_papel_e_dedos_no_teclado/2014/04/fotografando-adrenalina.html">Ler o artigo completo</a><br> aos 20 x aos 30Ruh Diashttp://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/autor/2020-07-06T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2015/04/aos-20-x-aos-30.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2015/04/aos-20-x-aos-30.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2015/04/aos-20-x-aos-30.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> As diferenças entre ter 20 e 30 anos. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/perplexidade_e_silencio/2015/04/aos-20-x-aos-30.html">Ler o artigo completo</a><br> memória e esquecimento: quando a melhor foto é aquela que não foi tiradaFelipe Gaúchohttp://lounge.obviousmag.org/onde_moram_os_nomades/autor/2020-07-06T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/onde_moram_os_nomades/2015/04/me.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/onde_moram_os_nomades/2015/04/me.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/onde_moram_os_nomades/2015/04/me.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não conseguir tirar uma foto que se desejava pode não ser uma coisa tão ruim. Os maiores fotógrafos da história que o digam. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/onde_moram_os_nomades/2015/04/me.html">Ler o artigo completo</a><br> os eternos laços familiaresJoão da Rochahttp://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/autor2020-07-06T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/os-eternos-lacos-familiares.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/os-eternos-lacos-familiares.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/os-eternos-lacos-familiares.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A instituição família é sem sombra de dúvida, um dos elementos mais poderosos da humanidade. A força que existe em cada laço – em maior ou menor grau – alcança níveis de uma complexidade mágica profundamente inexplicável em suas nuances atemporais. Para alguns se trata de laços elementares, facilmente explicados pela convivência, entretanto, a realidade do contato entre os próximos – em momentos extremos como a morte – mostra que suas raízes revelam quem somos e como lidamos com os eventos humanos e aprendemos, evoluímos, como pessoas. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/os-eternos-lacos-familiares.html">Ler o artigo completo</a><br> por que eu gosto de guimarães rosaVitorhttp://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/autor/2020-07-06T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2015/04/por-que-eu-gosto-de-guimaraes-rosa.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2015/04/por-que-eu-gosto-de-guimaraes-rosa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2015/04/por-que-eu-gosto-de-guimaraes-rosa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Do que aprendi com Guimarães Rosa e do que ainda hei de aprender. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/todos_nos_e_mais_alguem/2015/04/por-que-eu-gosto-de-guimaraes-rosa.html">Ler o artigo completo</a><br> ser humano à luz do lado sombraLisa Ziguehttp://lounge.obviousmag.org/serendipidade/autor/2020-07-06T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/serendipidade/2014/04/post-2.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/serendipidade/2014/04/post-2.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/serendipidade/2014/04/post-2.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Persona e Sombra são conceitos importantes desenvolvidos por Carl Gustav Jung no âmbito da Psicologia Analítica. Se o primeiro é confortável e correcto aos "olhos" do meio que envolve o indivíduo, o segundo é demonizado e reprimido nas profundezas do seu inconsciente. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/serendipidade/2014/04/post-2.html">Ler o artigo completo</a><br> a vida devolve em dobro – as coisas boas e as coisas ruinsValter Geronimo Camilo Juniorhttp://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/autor/2020-07-05T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/04/a-vida-devolve-em-dobro-as-coisas-boas-e-as-coisas-ruins.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/04/a-vida-devolve-em-dobro-as-coisas-boas-e-as-coisas-ruins.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/04/a-vida-devolve-em-dobro-as-coisas-boas-e-as-coisas-ruins.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O troco errado na padaria, que você fingiu que não via, sorriu de lado, saiu de fininho, cantando igual passarinho. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/cade_o_futuro/2015/04/a-vida-devolve-em-dobro-as-coisas-boas-e-as-coisas-ruins.html">Ler o artigo completo</a><br> deve haver alguma coisa que ainda te emocioneGuilherme Moreira Jr.http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/autor/2020-07-05T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/04/deve-haver-alguma-coisa-que-ainda-te-emocione.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/04/deve-haver-alguma-coisa-que-ainda-te-emocione.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/04/deve-haver-alguma-coisa-que-ainda-te-emocione.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Não sinto nada mais ou menos, ou eu gosto ou não gosto. Não sei sentir em doses homeopáticas. Preciso e gosto de intensidade, mesmo que ela seja ilusória e se não for assim, prefiro que não seja”. (Autor desconhecido) <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/horizonte_distante/2015/04/deve-haver-alguma-coisa-que-ainda-te-emocione.html">Ler o artigo completo</a><br> lembranças... Juliana Rosashttp://lounge.obviousmag.org/as_rosas_falam/autor/2020-07-05T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/as_rosas_falam/2015/04/lembrancas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/as_rosas_falam/2015/04/lembrancas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/as_rosas_falam/2015/04/lembrancas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Entre mudanças, memórias, lembranças, lixo, objetos, Alice e Stephen. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/as_rosas_falam/2015/04/lembrancas.html">Ler o artigo completo</a><br> amor genuínoRita Manzanohttp://lounge.obviousmag.org/entrelinhas/autor/2020-07-05T01:21:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/entrelinhas/2015/04/amor-genuino.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/entrelinhas/2015/04/amor-genuino.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/entrelinhas/2015/04/amor-genuino.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Há tempos, muitos escrevem sobre o amor; tarefa difícil, pois sempre faltam palavras para expressá-lo. Mas onde e como começa tal sentimento?! Mantê-lo é possível? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/entrelinhas/2015/04/amor-genuino.html">Ler o artigo completo</a><br> lobato foi aos brasisMylena D'Queirozhttp://lounge.obviousmag.org/astronauta/autor/2020-07-05T01:20:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/astronauta/2015/04/lobato-foi-aos-brasis.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/astronauta/2015/04/lobato-foi-aos-brasis.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/astronauta/2015/04/lobato-foi-aos-brasis.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "A lição maior de Lobato é a sua própria e tumultuosa riqueza humana. Creio mesmo que dentro de vinte anos ele estará incluído nos manuais de história e cultuado na memória do povo, como uma espécie de herói civil da literatura." Drummond <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/astronauta/2015/04/lobato-foi-aos-brasis.html">Ler o artigo completo</a><br> nós, a estranha certezaJoão da Rochahttp://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/autor2020-07-04T01:32:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/nos-a-estranha-certeza.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/nos-a-estranha-certeza.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/nos-a-estranha-certeza.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O poema é um artifício eternamente mundano. A passagem de um cometa tem mais atemporalidade que a passagem de um verso. Todavia, ambos gemem no imaginário sangrento das veias das tardes e ajudam – como uma sopa ao moribundo – o mundo pálido à reescrever seus tópicos que deveremos seguir ocultamente. Há um sem-fim de roucas introduções do que poderia ter nos acontecido. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/2015/04/nos-a-estranha-certeza.html">Ler o artigo completo</a><br> sobre a anedoniaLarissa Caramelhttps://medium.com/@laracaramel2020-07-04T01:31:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/insolito/2015/04/sobre-a-anedonia.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/insolito/2015/04/sobre-a-anedonia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/insolito/2015/04/sobre-a-anedonia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Anedonia - s. f. (an- + grego hedonê, -ês, prazer, alegria, desejo + -ia): Perda ou ausência da capacidade para ter prazer. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/insolito/2015/04/sobre-a-anedonia.html">Ler o artigo completo</a><br> o que está em livro algumPaola Domingueshttp://lounge.obviousmag.org/progressao/autor/2020-07-04T01:22:00-07:00http://lounge.obviousmag.org/progressao/2015/04/o-que-voc.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/progressao/2015/04/o-que-voc.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/progressao/2015/04/o-que-voc.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Estamos o tempo todo à procura. Incansavelmente procurando o sentido da vida, o caminho dos sonhos, as soluções das perguntas que ecoam pela história da humanidade. E eu, resolvi sentar! <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/progressao/2015/04/o-que-voc.html">Ler o artigo completo</a><br>