obviousUm olhar mais demorado...2018-01-12T08:32:00+00:00Movable Type 4.34-entag:obviousmag.org,2011://2a guerra do fim do mundo, de mario vargas llosaJulian Barghttp://lounge.obviousmag.org/yo_hablo/autor/2018-01-12T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/yo_hablo/2017/12/a-guerra-do-fim-do-mundo-de-mario-vargas-llosa.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/yo_hablo/2017/12/a-guerra-do-fim-do-mundo-de-mario-vargas-llosa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/yo_hablo/2017/12/a-guerra-do-fim-do-mundo-de-mario-vargas-llosa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A Guerra de Canudos nas mãos de um mestre da literatura. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/yo_hablo/2017/12/a-guerra-do-fim-do-mundo-de-mario-vargas-llosa.html">Ler o artigo completo</a><br> a vida une os corações certos na hora certaMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-12T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-vida-une-os-coracoes-certos-na-hora-certa.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-vida-une-os-coracoes-certos-na-hora-certa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-vida-une-os-coracoes-certos-na-hora-certa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> “Algumas coisas, por mais impossíveis e malucas que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas para um dia darem certo.” (Caio Fernando Abreu) <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/a-vida-une-os-coracoes-certos-na-hora-certa.html">Ler o artigo completo</a><br> nada que começa com um “vamos dar um tempo” pode dar certoPamela Camocardihttp://obviousmag.org/conversa_literaria/autor/2018-01-12T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/nada-que-comeca-com-um-vamos-dar-um-tempo-pode-dar-certo.html <a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/nada-que-comeca-com-um-vamos-dar-um-tempo-pode-dar-certo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/nada-que-comeca-com-um-vamos-dar-um-tempo-pode-dar-certo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> No termo técnico, “stand by” significa deixar um aparelho ser movido com pouca energia, mas não desligá-lo totalmente. Isso permite que, a qualquer momento, você pode ligá-lo rapidamente, sem precisar esperar o carregamento dos servidores de energia. Quando trazemos o termo “stand by” para os relacionamentos, a definição não é tão boa assim. <br><br><a href="http://obviousmag.org/conversa_literaria/2017/nada-que-comeca-com-um-vamos-dar-um-tempo-pode-dar-certo.html">Ler o artigo completo</a><br> cinema e psicanálise: a bela da tardealfredo passoshttp://obviousmag.org/alfredo_passosbr/autor/2018-01-12T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/psicologia-feminina-e-os-50-anos-do-filme-a-bela-da-tarde.html <a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/psicologia-feminina-e-os-50-anos-do-filme-a-bela-da-tarde.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/psicologia-feminina-e-os-50-anos-do-filme-a-bela-da-tarde.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O filme "A Bela da Tarde", vencedor do Leão de Ouro em Veneza, foi dirigido pelo espanhol Luis Buñuel Portolés (1900-1983), conhecido por sua obra surrealista e pela parceria com Salvador Dalí nos cultuados Un Chien Andalou e L’Age d’Or, um dos maiores autores do cinema, completa 50 anos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/psicologia-feminina-e-os-50-anos-do-filme-a-bela-da-tarde.html">Ler o artigo completo</a><br> o estranho que nós amamos: sexualidade e repressãoFernanda Villas Boashttp://obviousmag.org/imagens_e_palavras/autor/2018-01-12T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/12/o-homem-que-nos-amamos-sexualidade-e-repressao.html <a href="http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/12/o-homem-que-nos-amamos-sexualidade-e-repressao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/12/o-homem-que-nos-amamos-sexualidade-e-repressao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O filme de época O Estranho que nós amamos, baseado em um romance de Thomas P. Cullinan, de 20161966, que tinha virado filme em 1971, de mesmo nome, com Clint Eastwood é dirigido por Sofia Coppola que ganhou seu primeiro prêmio de direção em Cannes em 2016. <br><br><a href="http://obviousmag.org/imagens_e_palavras/2017/12/o-homem-que-nos-amamos-sexualidade-e-repressao.html">Ler o artigo completo</a><br> não gaste saliva com gente chataMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-11T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-gaste-saliva-com-gente-chata.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-gaste-saliva-com-gente-chata.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-gaste-saliva-com-gente-chata.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Tentar discutir com quem só sabe contrariar é perda de tempo, perda de saúde mental e de saúde física. Esse tipo de gente não merece que nos desgastemos por conta de suas birras. Gastemos energia com quem pelo menos sabe escutar e deixemos os demais gastarem saliva à toa. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-gaste-saliva-com-gente-chata.html">Ler o artigo completo</a><br> o último diálogo - primeiro ato Profeta do Arautohttp://obviousmag.org/ministerio_das_letras/autor/2018-01-11T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/o-ultimo-dialogo---primeiro-ato.html <a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/o-ultimo-dialogo---primeiro-ato.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/o-ultimo-dialogo---primeiro-ato.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Encontrar-se, é a confluência ou o desvencilhamento de um caminho, trilha ou estrada com a outra. <br><br><a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/o-ultimo-dialogo---primeiro-ato.html">Ler o artigo completo</a><br> cinema e psicanálise: o alucinado (él)alfredo passoshttp://obviousmag.org/alfredo_passosbr/autor/2018-01-11T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/cinema-e-psicanalise-o-alucinado-el.html <a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/cinema-e-psicanalise-o-alucinado-el.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/cinema-e-psicanalise-o-alucinado-el.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em seu livro "O Meu Último Suspiro", Luis Buñuel Portolés, diretor de cinema espanhol, naturalizado mexicano, que trabalhou com Salvador Dalí, de quem sofreu fortes influências na sua obra surrealista, o autor menciona uma conversa com Jacques Lacan, que inclusive, participou de uma sessão do filme (O Alucinado), cujos espectadores eram todos seus colegas. <br><br><a href="http://obviousmag.org/alfredo_passosbr/2017/cinema-e-psicanalise-o-alucinado-el.html">Ler o artigo completo</a><br> por que eu me atinjo tanto com que falam ou pensam de mim?Gabrielly Rezendehttp://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/autor/2018-01-11T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/por-que-eu-me-atinjo-tanto-com-que-falam-ou-pensam-de-mim.html <a href="http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/por-que-eu-me-atinjo-tanto-com-que-falam-ou-pensam-de-mim.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/por-que-eu-me-atinjo-tanto-com-que-falam-ou-pensam-de-mim.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Por que nos irritamos tanto quando somos criticados indevidamente? Por que nos importamos com o que acham da nossa roupa? Será que é conveniente perder tempo absorvendo as reclamações ou as agressividades dos outros? Ninguém te conhece melhor do que você mesmo, então não seria bom captar apenas os comentários construtivos e trazem um discernimento valioso. Talvez seja mais relevante criar barreiras entre aquilo que verdadeiramente és e o que querem que sejas, aquilo que te pertence e o que é do próximo, o que te faz bem e mal. Que tal pensar um pouco sobre isso? <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_bela_e_ela_mesma/2017/por-que-eu-me-atinjo-tanto-com-que-falam-ou-pensam-de-mim.html">Ler o artigo completo</a><br> das pessoas perfeitas que nos despertam Francine S. C. Camargohttp://obviousmag.org/decifrando/autor/2018-01-11T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/decifrando/2017/a-pessoa-perfeita.html <a href="http://obviousmag.org/decifrando/2017/a-pessoa-perfeita.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/decifrando/2017/a-pessoa-perfeita.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sobre aqueles que passam pela nossa vida anunciando a primavera, são necessários e suficientes para causar mudanças intempestivas e deixam um pouco de si, partindo quando já cumpriram sua missão. <br><br><a href="http://obviousmag.org/decifrando/2017/a-pessoa-perfeita.html">Ler o artigo completo</a><br> o animal político: nascemos para viver em sociedade?Renato Collyerhttp://obviousmag.org/renato_collyer/autor/2018-01-10T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/renato_collyer/2017/12/o-animal-politico.html <a href="http://obviousmag.org/renato_collyer/2017/12/o-animal-politico.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/renato_collyer/2017/12/o-animal-politico.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Aristóteles já esboçara no século IV a.C. o que, apenas no século XVII, Thomas Hobbes e, posteriormente Rousseau e John Locke, iriam chamar, cada um com vertentes próprias, de Contrato Social, afirmando que os indivíduos passam do estado de natureza à aglomeração com vistas a atender suas necessidades mais básicas, quais sejam, sobrevivência e estabilidade social. Diferente dos demais animais, o homem é dotado de razão e discurso, e através deles foi possível aos indivíduos desenvolver as noções de justo e injusto, de bem e mal. Essas noções não se desenvolveriam não fosse a alteridade conseguida somente dentro de uma comunidade política. <br><br><a href="http://obviousmag.org/renato_collyer/2017/12/o-animal-politico.html">Ler o artigo completo</a><br> não permaneça numa história sem a menor chance de um final felizMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-10T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-permaneca-numa-historia-sem-a-menor-chance-de-um-final-feliz.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-permaneca-numa-historia-sem-a-menor-chance-de-um-final-feliz.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-permaneca-numa-historia-sem-a-menor-chance-de-um-final-feliz.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Será essencial afastarmos de nossas vidas tudo aquilo que a torna pesada e nos torna figurantes infelizes de nossa própria jornada. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-permaneca-numa-historia-sem-a-menor-chance-de-um-final-feliz.html">Ler o artigo completo</a><br> estratégias na perseguição a lula Francisco Ladeirahttp://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/autor/2018-01-10T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2017/estrategias-na-perseguicao-a-lula.html <a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2017/estrategias-na-perseguicao-a-lula.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2017/estrategias-na-perseguicao-a-lula.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Para a direita brasileira, patrocinada pelo imperialismo ianque, Lula não pode ser candidato; se for, não pode ser eleito; se eleito, não pode tomar posse; se tomar posse, não pode governar <br><br><a href="http://obviousmag.org/observando_o_cotidiano/2017/estrategias-na-perseguicao-a-lula.html">Ler o artigo completo</a><br> de machado de assis a luiz inácio, o absolutismo do méritoAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2018-01-10T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/de-machado-de-assis-a-luiz-inacio-o-absolutismo-do-merito.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/de-machado-de-assis-a-luiz-inacio-o-absolutismo-do-merito.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/de-machado-de-assis-a-luiz-inacio-o-absolutismo-do-merito.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Separados pelo tempo, os dois maiores personagens do Brasil compartilham semelhanças que os fizeram ícones capazes de romper todas as fronteiras. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/de-machado-de-assis-a-luiz-inacio-o-absolutismo-do-merito.html">Ler o artigo completo</a><br> relações violentasGiseli Rodrigueshttp://obviousmag.org/um_mundo_inteiro/autor/2018-01-10T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/um_mundo_inteiro/2017/12/relacoes-violentas.html <a href="http://obviousmag.org/um_mundo_inteiro/2017/12/relacoes-violentas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/um_mundo_inteiro/2017/12/relacoes-violentas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O amor precisa fazer bem. Não pode deixar cicatrizes no corpo nem na alma. <br><br><a href="http://obviousmag.org/um_mundo_inteiro/2017/12/relacoes-violentas.html">Ler o artigo completo</a><br> fazendo as pazes com o corpo Mônica Montonehttp://lounge.obviousmag.org/monica_montone/autor/2018-01-09T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/12/fazendo-as-pazes-com-o-corpo.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/12/fazendo-as-pazes-com-o-corpo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/12/fazendo-as-pazes-com-o-corpo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Lutamos contra o machismo e a violência contra a mulher. Discutimos o papel da mulher na Arte e na Literatura; emancipamo-nos sexualmente e temos provado a cada dia que lugar de mulher é onde ela quiser, mas se não estamos magras nada disso parece fazer sentido. Até quando? O livro da jornalista Daiana Garbin nos convida a essa reflexão. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/monica_montone/2017/12/fazendo-as-pazes-com-o-corpo.html">Ler o artigo completo</a><br> dualidade perceptiva de julianne nashJoão Ricardohttp://lounge.obviousmag.org/moksha2018-01-09T00:31:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/12/dualidade-perceptiva-de-julianne-nash.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/12/dualidade-perceptiva-de-julianne-nash.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/12/dualidade-perceptiva-de-julianne-nash.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Manipulações digitais florais e atemporais que questionam o olhar, a percepção visual e enriquecem o trabalho de Julianne Nash como um todo. A degradação da visão no corpo humano conforme o tempo passa não significa uma dificuldade mas sim abre portas para uma exploração minuciosa e investigativa por parte da artista. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/12/dualidade-perceptiva-de-julianne-nash.html">Ler o artigo completo</a><br> meu encontro com nan goldinFábio Jorgehttp://obviousmag.org/luzcamerasom/autor/2018-01-09T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/luzcamerasom/2017/meu-encontro-com-nan-goldin.html <a href="http://obviousmag.org/luzcamerasom/2017/meu-encontro-com-nan-goldin.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/luzcamerasom/2017/meu-encontro-com-nan-goldin.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Instituto Tomie Ohtake magicamente proporcionou a aproximação do povo com essa figura quase mítica, distante, alcançável facilmente pelo seu trabalho, mas mesmo assim afastada talvez por uma barreira de dor que permeia suas criações e a torna figurativamente rígida. <br><br><a href="http://obviousmag.org/luzcamerasom/2017/meu-encontro-com-nan-goldin.html">Ler o artigo completo</a><br> o egoísmo por detrás do eu líricoNatalia Cola de Paulahttp://obviousmag.org/realidades_sonhos/autor/2018-01-09T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/realidades_sonhos/2017/o-egoismo-por-detras-do-eu-lirico.html <a href="http://obviousmag.org/realidades_sonhos/2017/o-egoismo-por-detras-do-eu-lirico.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/realidades_sonhos/2017/o-egoismo-por-detras-do-eu-lirico.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Muito comenta-se dos desdobramentos, reflexos, bem como benefícios do hábito da leitura. Porém, pouco se menciona a respeito dos reflexos que o ato de escrever exerce sobre o autor. É sobre isso que esse artigo fala. Mostra que o eu lírico do escritor não é puramente altruísta, havendo uma face egoísta, uma vez que o autor precisa da escrita para viver, para afirmar-se como ser humano. Na verdade, o escritor precisa da escrita tanto quanto ela precisa do mesmo para existir. <br><br><a href="http://obviousmag.org/realidades_sonhos/2017/o-egoismo-por-detras-do-eu-lirico.html">Ler o artigo completo</a><br> alias grace e o martírio femininoGiuliarde de Abreuhttp://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/autor/2018-01-09T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/alias-grace-e-o-pecado-dos-homens.html <a href="http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/alias-grace-e-o-pecado-dos-homens.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/alias-grace-e-o-pecado-dos-homens.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A Graça como serva à expiação dos pecados dos homens. Como "Alias Grace" resgata Cheherazade, Penélope e Susanna e encena o martírio feminino. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cafe_contemporaneo/2017/alias-grace-e-o-pecado-dos-homens.html">Ler o artigo completo</a><br> somos epifanias constantesnatally rodrigueshttp://obviousmag.org/doce_menina/autor/2018-01-08T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/doce_menina/2017/somos-epifanias-constantes.html <a href="http://obviousmag.org/doce_menina/2017/somos-epifanias-constantes.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/doce_menina/2017/somos-epifanias-constantes.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Somos epifanias constantes. E a cada momento o que está ao nosso redor entra em uma via de mão dupla e nos conectamos. Mudamos o mundo e ele nós. Por trás de cada laço há a sinfonia da história de cada um, pois o inteiro é formado de partes. E somos feitos de partidas, em todos os sentidos que a palavra pode ser aceita. De quem parte, do que fica partido, de quando partimos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/doce_menina/2017/somos-epifanias-constantes.html">Ler o artigo completo</a><br> montaigne: dos canibaisLucas Rochahttp://obviousmag.org/pari_passu/autor/2018-01-08T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/pari_passu/2017/montaigne-dos-canibais.html <a href="http://obviousmag.org/pari_passu/2017/montaigne-dos-canibais.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pari_passu/2017/montaigne-dos-canibais.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O ensaio Dos Canibais, de Michel de Montaigne, analisa os costumes da tribo dos Tubinambás. Seriam eles inferiores aos europeus? <br><br><a href="http://obviousmag.org/pari_passu/2017/montaigne-dos-canibais.html">Ler o artigo completo</a><br> as garotas: charles manson e o machismo Karol Azevedohttp://obviousmag.org/sub_rosa/autor/2018-01-08T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/sub_rosa/2017/as-garotas-charles-manson-e-o-machismo.html <a href="http://obviousmag.org/sub_rosa/2017/as-garotas-charles-manson-e-o-machismo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sub_rosa/2017/as-garotas-charles-manson-e-o-machismo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> As Garotas, de Emma Cline, apresenta um olhar apurado sobre as relações que culminaram no assassinato de Sharon Tate e outras seis pessoas. O caráter é ficcional; as situações apresentadas, porém, merecem um olhar mais atencioso de todos nós. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sub_rosa/2017/as-garotas-charles-manson-e-o-machismo.html">Ler o artigo completo</a><br> hipocrisia curta e grossa! (ser ou não pertencer?)Profeta do Arautohttp://obviousmag.org/ministerio_das_letras/autor/2018-01-08T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/ser-ou-nao-pertencer.html <a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/ser-ou-nao-pertencer.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/ser-ou-nao-pertencer.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto!" - do polímata Rui Barbosa. 1849 - 1923 <br><br><a href="http://obviousmag.org/ministerio_das_letras/2017/12/ser-ou-nao-pertencer.html">Ler o artigo completo</a><br> a sobrevivência dos livros e a história de fahrenheit 451 Andressa Larahttp://obviousmag.org/impressionista_do_acaso/autor/2018-01-08T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/impressionista_do_acaso/2017/a-sobrevivencia-dos-livros-e-a-historia-de-fahrenheit-451.html <a href="http://obviousmag.org/impressionista_do_acaso/2017/a-sobrevivencia-dos-livros-e-a-historia-de-fahrenheit-451.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/impressionista_do_acaso/2017/a-sobrevivencia-dos-livros-e-a-historia-de-fahrenheit-451.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sobrecarregados de informação, "queimamos" páginas e páginas da História sem perceber. Com o olhar voltado apenas para o que nos interessa, reforçamos crenças e fugimos de desafios complexos lançados por palavras que não compreendemos. Preferimos o conhecido. Salvem os livros, os bravos guerreiros de capa dura e alma forte, que surpreendem pela coragem. <br><br><a href="http://obviousmag.org/impressionista_do_acaso/2017/a-sobrevivencia-dos-livros-e-a-historia-de-fahrenheit-451.html">Ler o artigo completo</a><br> o estado das coisasFabíola Donadãohttp://lounge.obviousmag.org/miscelanea/autor/2018-01-08T00:19:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2017/12/o-estado-das-coisas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2017/12/o-estado-das-coisas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2017/12/o-estado-das-coisas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Será mesmo que sua carreira é um fracasso como você pensa? Será mesmo que todos os seus amigos estão numa boa, muito melhor do que você? Será que isso realmente importa? O que importa, afinal? <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/miscelanea/2017/12/o-estado-das-coisas.html">Ler o artigo completo</a><br> clash esferográfico contrastante de shohei otomoJoão Ricardohttp://lounge.obviousmag.org/moksha2018-01-07T00:32:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/11/clash-esferografico-contrastante-de-shohei-otomo.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/11/clash-esferografico-contrastante-de-shohei-otomo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/11/clash-esferografico-contrastante-de-shohei-otomo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Mergulhe de cabeça numa aventura que engloba duas criaturas de culturas diferentes e que se metamorfoseiam em um único personagem. Não se iluda com a falta de cores. Depois que entender o que está sendo dito, cores não serão mais necessárias para fazer sentido do que o artista está dizendo. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/moksha/2017/11/clash-esferografico-contrastante-de-shohei-otomo.html">Ler o artigo completo</a><br> tirando as máscarasEllen Pederçanehttp://obviousmag.org/brincando_com_letras/autor/2018-01-07T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/tirando-as-mascaras.html <a href="http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/tirando-as-mascaras.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/tirando-as-mascaras.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> E na minha presença, ao se olhar ao espelho, quem é aquele que você vê por detrás das suas próprias máscaras? Silêncio (Exposição Entre Olhares - Rafael Ansaloni) <br><br><a href="http://obviousmag.org/brincando_com_letras/2017/tirando-as-mascaras.html">Ler o artigo completo</a><br> fahrenheit 451 e o risco dos livros queimados Bruno Ináciohttp://lounge.obviousmag.org/with_a_little_help_from_my_friends/autor/2018-01-07T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/with_a_little_help_from_my_friends/2017/11/fahrenheit-451-e-o-risco-dos-livros-queimados.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/with_a_little_help_from_my_friends/2017/11/fahrenheit-451-e-o-risco-dos-livros-queimados.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/with_a_little_help_from_my_friends/2017/11/fahrenheit-451-e-o-risco-dos-livros-queimados.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Obra de Ray Bradbury alerta sobre perigos de uma sociedade que censura, reprime e combate o conhecimento <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/with_a_little_help_from_my_friends/2017/11/fahrenheit-451-e-o-risco-dos-livros-queimados.html">Ler o artigo completo</a><br> infelizmente, algumas pessoas são mais felizes longe de nósMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-07T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/infelizmente-algumas-pessoas-sao-mais-felizes-longe-de-nos.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/infelizmente-algumas-pessoas-sao-mais-felizes-longe-de-nos.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/infelizmente-algumas-pessoas-sao-mais-felizes-longe-de-nos.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Existirão uniões que não poderemos manter, amizades que não conseguiremos segurar, por mais que nos esforcemos, porque algumas pessoas somente serão felizes quando não estiverem perto de nós. Aceitar isso dói, mas liberta e nos permite prosseguir em paz. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/infelizmente-algumas-pessoas-sao-mais-felizes-longe-de-nos.html">Ler o artigo completo</a><br> ética em tempos líquidos: possibilidade ou incoerência?Clarice Leãohttp://obviousmag.org/espaco_das_letras/autor/2018-01-07T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/12/etica-em-tempos-liquidos-possibilidade-ou-incoerencia.html <a href="http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/12/etica-em-tempos-liquidos-possibilidade-ou-incoerencia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/12/etica-em-tempos-liquidos-possibilidade-ou-incoerencia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "A ética, por sua essência, não deve ser generalizada por fatores determinantes únicos e globais. Mas sim, relativizada levando em consideração todos os aspectos da sociedade na qual se vigora.". <br><br><a href="http://obviousmag.org/espaco_das_letras/2017/12/etica-em-tempos-liquidos-possibilidade-ou-incoerencia.html">Ler o artigo completo</a><br> vai ser feliz agora, que o depois demora muito!Marcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-06T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/vai-ser-feliz-agora-que-o-depois-demora-muito.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/vai-ser-feliz-agora-que-o-depois-demora-muito.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/vai-ser-feliz-agora-que-o-depois-demora-muito.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Em muitos momentos, teremos que tomar uma atitude, caso desejemos sobreviver, seguir em paz, voltar a sorrir com verdade. Mais vale um caminho de lutas em busca do que nos faz feliz do que um repouso paralisante junto a incertezas que incomodam. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/vai-ser-feliz-agora-que-o-depois-demora-muito.html">Ler o artigo completo</a><br> às vezes, a ovelha negra é a pessoa mais saudável da famíliaMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-06T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/as-vezes-a-ovelha-negra-e-a-pessoa-mais-saudavel-da-familia.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/as-vezes-a-ovelha-negra-e-a-pessoa-mais-saudavel-da-familia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/as-vezes-a-ovelha-negra-e-a-pessoa-mais-saudavel-da-familia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Nos núcleos familiares, não raro se tomam como ovelhas negras justamente as pessoas que contestam, que ousam, que enfrentam o que, embora já esteja estabelecido há muito tempo, trata-se de algo que precisa ser mudado, oxigenado, a fim de se quebrar uma falsa base da zona de conforto que se perpetua há anos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/as-vezes-a-ovelha-negra-e-a-pessoa-mais-saudavel-da-familia.html">Ler o artigo completo</a><br> a origem do malAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2018-01-06T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-origem-do-mal.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-origem-do-mal.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-origem-do-mal.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O Brasil e o silêncio noturno da democracia. <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-origem-do-mal.html">Ler o artigo completo</a><br> a alma encarceradaAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2018-01-06T00:21:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-alma-encarcerada.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-alma-encarcerada.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-alma-encarcerada.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Resenha sobre o livro Eu queria que você soubesse, do autor Marcos Kirst <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/11/a-alma-encarcerada.html">Ler o artigo completo</a><br> a força do hiato entre os diasAlexandre Cosleihttp://lounge.obviousmag.org/paragrafo/autor/2018-01-06T00:20:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/a-forca-do-hiato-entre-os-dias.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/a-forca-do-hiato-entre-os-dias.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/a-forca-do-hiato-entre-os-dias.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Resenha sobre o livro "Apagando um cigarro atrás do outro", de Clodie Vasli <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/paragrafo/2017/12/a-forca-do-hiato-entre-os-dias.html">Ler o artigo completo</a><br> a literatura das mulheres negras: a escrita como ferramenta de resistência e expressão.FABIANA LAPAhttp://obviousmag.org/fabiana_lapa/autor/2018-01-05T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/a-literatura-das-mulheres-negras-a-escrita-como-ferramenta-de-resistencia-e-expressao.html <a href="http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/a-literatura-das-mulheres-negras-a-escrita-como-ferramenta-de-resistencia-e-expressao.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/a-literatura-das-mulheres-negras-a-escrita-como-ferramenta-de-resistencia-e-expressao.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "Gosto de escrever, na maioria das vezes doi, mas depois do texto escrito, é possível apaziguar um pouco a dor, eu digo um pouco... Escrever pode ser uma espécie de vingança, às vezes fico pensando sobre isso. Não sei se vingança, talvez desafio, um modo de ferir o silencio imposto, ou ainda, executar um gesto de teimosa esperança. Gosto de dizer ainda que a escrita é para mim o movimento de dança-canto que o meu corpo não executa, é a senha pela qual eu acesso o mundo." (Conceição Evaristo) <br><br><a href="http://obviousmag.org/fabiana_lapa/2017/a-literatura-das-mulheres-negras-a-escrita-como-ferramenta-de-resistencia-e-expressao.html">Ler o artigo completo</a><br> bipolaridade e transtorno de personalidade borderline: transtornos diferentes com sintomas semelhantesSílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2018-01-05T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/12/bipolaridade-e-transtorno-de-personalidade-borderline-transtornos-diferentes-com-sintomas-semelhante.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/12/bipolaridade-e-transtorno-de-personalidade-borderline-transtornos-diferentes-com-sintomas-semelhante.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/12/bipolaridade-e-transtorno-de-personalidade-borderline-transtornos-diferentes-com-sintomas-semelhante.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O transtorno de personalidade borderline é um pouco mais complexo pois como o próprio nome diz , trata-se da personalidade da pessoa. Não é exatamente uma doença mental. É o jeito da pessoa ser e ver o mundo. Medicamentos podem ajudar um borderline , mas a terapia é muito mais eficaz neste tipo de quadro. Já na bipolaridade , o uso de medicamentos provoca uma resposta muito maior. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/12/bipolaridade-e-transtorno-de-personalidade-borderline-transtornos-diferentes-com-sintomas-semelhante.html">Ler o artigo completo</a><br> falando sobre a aidsKaroline de Carvalhohttp://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/autor/2018-01-05T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/falando-sobre-a-aids.html <a href="http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/falando-sobre-a-aids.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/falando-sobre-a-aids.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sugestão de leitura. <br><br><a href="http://obviousmag.org/a_literatura_vivendo_em_mim/2017/falando-sobre-a-aids.html">Ler o artigo completo</a><br> qual o próximo porco que queremos assistir?Yan Masettohttp://obviousmag.org/solidao_sociavel/autor/2018-01-05T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/solidao_sociavel/2017/qual-o-proximo-porco-que-queremos-assistir.html <a href="http://obviousmag.org/solidao_sociavel/2017/qual-o-proximo-porco-que-queremos-assistir.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/solidao_sociavel/2017/qual-o-proximo-porco-que-queremos-assistir.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> O texto fará um percurso de como o capítulo The National Anthem em que a sociedade do espetáculo mostra sua pior face: a da banalização de coisas intensas e graves. Realmente graves. Lembrando: alerta de SPOILER ativado! <br><br><a href="http://obviousmag.org/solidao_sociavel/2017/qual-o-proximo-porco-que-queremos-assistir.html">Ler o artigo completo</a><br> para os sonhadores que se sentem perdidos Renata Limahttp://obviousmag.org/mulher_de_frases/autor/2018-01-05T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/mulher_de_frases/2017/para-os-sonhadores-que-se-sentem-perdidos-1.html <a href="http://obviousmag.org/mulher_de_frases/2017/para-os-sonhadores-que-se-sentem-perdidos-1.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/mulher_de_frases/2017/para-os-sonhadores-que-se-sentem-perdidos-1.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> "... se a vida é uma caixa de surpresas, esse é o objetivo dela, nos surpreender com o que, na verdade, nós precisamos." <br><br><a href="http://obviousmag.org/mulher_de_frases/2017/para-os-sonhadores-que-se-sentem-perdidos-1.html">Ler o artigo completo</a><br> cinco divas do cinema mundial- parte 1Sílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2018-01-04T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/cinco-divas-do-cinema-mundial--parte1.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/cinco-divas-do-cinema-mundial--parte1.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/cinco-divas-do-cinema-mundial--parte1.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Independentemente de serem jovens ou mais velhas , extremamente belas ou apenas bem apessoadas, estas mulheres fizeram e fazem muita História e muitas histórias no cinema. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/cinco-divas-do-cinema-mundial--parte1.html">Ler o artigo completo</a><br> não guardo mágoas, mas não sofro de amnésiaMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-04T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-guardo-magoas-mas-nao-sofro-de-amnesia.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-guardo-magoas-mas-nao-sofro-de-amnesia.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-guardo-magoas-mas-nao-sofro-de-amnesia.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Enquanto o tempo passa, será necessário digerir, aos poucos, as mágoas que carregamos, no sentido de torná-las cada vez mais distantes, menos pesadas, menores, até que se transformem em lições. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/nao-guardo-magoas-mas-nao-sofro-de-amnesia.html">Ler o artigo completo</a><br> siga em paz e de alma leve.Flávio Jonatanhttp://obviousmag.org/sem_meio_termo/autor/2018-01-04T00:22:00-08:00http://obviousmag.org/sem_meio_termo/2017/siga-em-paz-e-de-alma-leve.html <a href="http://obviousmag.org/sem_meio_termo/2017/siga-em-paz-e-de-alma-leve.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/sem_meio_termo/2017/siga-em-paz-e-de-alma-leve.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Sempre dói deixar pra trás, pois também fica um pouco ou muito de nós. <br><br><a href="http://obviousmag.org/sem_meio_termo/2017/siga-em-paz-e-de-alma-leve.html">Ler o artigo completo</a><br> é sobre... Italliane Martinshttp://obviousmag.org/distinto_olhar/autor/2018-01-04T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/distinto_olhar/2017/e-sobre.html <a href="http://obviousmag.org/distinto_olhar/2017/e-sobre.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/distinto_olhar/2017/e-sobre.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> São gostos, são sabores, toques, cheiros, loucuras, apostas, são vidas! <br><br><a href="http://obviousmag.org/distinto_olhar/2017/e-sobre.html">Ler o artigo completo</a><br> você ainda vai para o cinema?Rafael Morenohttp://obviousmag.org/toca_a_fita/autor/2018-01-04T00:20:00-08:00http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/voce-ainda-vai-para-o-cinema.html <a href="http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/voce-ainda-vai-para-o-cinema.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/voce-ainda-vai-para-o-cinema.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Não é sobre consumir o máximo de conteúdo porque é assim que nos comportamos hoje. É sobre aproveitar cada momento, desde que se levanta da cama até a hora em que os créditos subirem na tela. Ver um filme nunca se limitou a, somente, ver um filme. <br><br><a href="http://obviousmag.org/toca_a_fita/2017/voce-ainda-vai-para-o-cinema.html">Ler o artigo completo</a><br> elle : o lado perigoso do desejo Sílvia Marqueshttp://obviousmag.org/cinema_pensante/autor/2018-01-03T00:32:00-08:00http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/elle-o-lado-perigoso-do-desejo.html <a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/elle-o-lado-perigoso-do-desejo.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/elle-o-lado-perigoso-do-desejo.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> A personagem vivida por Huppert, a bem-sucedida e arrogante empresária Michéle, sofre um estupro em sua própria casa , mas o que deveria traumatizá-la e torná-la desesperada e infeliz , passa como um simples incidente narrado durante um jantar com o seu ex-marido e um casal de amigos. <br><br><a href="http://obviousmag.org/cinema_pensante/2017/11/elle-o-lado-perigoso-do-desejo.html">Ler o artigo completo</a><br> pessoas maduras não se ofendem com qualquer coisaMarcel Camargohttp://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/autor/2018-01-03T00:31:00-08:00http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/pessoas-maduras-nao-se-ofendem-com-qualquer-coisa.html <a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/pessoas-maduras-nao-se-ofendem-com-qualquer-coisa.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/pessoas-maduras-nao-se-ofendem-com-qualquer-coisa.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Geralmente, quem se ofende demais, com tudo e com todos, é a pessoa que pensa ser o centro do universo. Pessoas maduras não têm frescura e não se ofendem com qualquer coisa. <br><br><a href="http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2017/pessoas-maduras-nao-se-ofendem-com-qualquer-coisa.html">Ler o artigo completo</a><br> da transitoriedade das coisasVanessa Rossihttp://lounge.obviousmag.org/papaguear/autor/2018-01-03T00:22:00-08:00http://lounge.obviousmag.org/papaguear/2017/11/da-transitoriedade-das-coisas.html <a href="http://lounge.obviousmag.org/papaguear/2017/11/da-transitoriedade-das-coisas.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://lounge.obviousmag.org/papaguear/2017/11/da-transitoriedade-das-coisas.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> " Colecione momentos, não coisas." Andamos sempre tão apressados, que muitas vezes acabamos por nos esquecer da beleza da simplicidade das coisas. Quando crianças, sabemos intuitivamente talvez valorizar as pequenas e doces coisas da vida. Porém, ao ingressarmos na vida adulta, nos esquecemos (infelizmente) da criança que fomos um dia. Tudo passa tão depressa. Cada momento que vivemos é único. Não temos o poder de reviver as mesmas coisas, <br><br><a href="http://lounge.obviousmag.org/papaguear/2017/11/da-transitoriedade-das-coisas.html">Ler o artigo completo</a><br> por que hoje em dia abandonamos tantos projetos de vida?Dênis Athanáziohttp://obviousmag.org/denis_athanazio/autor/2018-01-03T00:21:00-08:00http://obviousmag.org/denis_athanazio/2017/por-que-hoje-em-dia-abandonamos-tantos-projetos-de-vida.html <a href="http://obviousmag.org/denis_athanazio/2017/por-que-hoje-em-dia-abandonamos-tantos-projetos-de-vida.html"><img src="http://obviousmag.org/ob7/t/t.php?src=http://obviousmag.org/denis_athanazio/2017/por-que-hoje-em-dia-abandonamos-tantos-projetos-de-vida.html.jpg&w=550&h=220&s=1"></a><br><br> Alguma vez você já contabilizou ou avaliou o número de projetos pessoais que abandonou durante a vida? Porque é que temos tanta dificuldade em manter relacionamentos e afetos, terminar e fechar o “ciclo” de cursos e estudos que nós mesmos escolhemos? Parece-me que até o desejo de movimentar-nos em direção à realização e término dos projetos, sejam eles simples ou complexos, nos foi roubado. <br><br><a href="http://obviousmag.org/denis_athanazio/2017/por-que-hoje-em-dia-abandonamos-tantos-projetos-de-vida.html">Ler o artigo completo</a><br>